Month: September 2010

Home Office anuncia novas propostas para aumento das taxas

Home Office anuncia novas propostas de aumento das taxas nas aplicações 

O Home Office anunciou recentemente novas propostas de aumento das taxas para pedidos de imigração e de nacionalidade para todos aqueles que pretendem visitar, trabalhar ou permanecer no Reino Unido, a partir de primeiro de outubro deste ano. No entanto, alguns novos aumentos só deverão entrar em vigor em novembro, após a autorização do Parlamento. Assim que as taxas forem autorizadas, elas serão informadas no website http://www.ukba.homeoffice.gov.uk.

Segundo o Home Office, as propostas para aumentar as taxas visam  atingir o equilíbrio entre manter a segurança e o efetivo controle das fronteiras, garantindo que a estrutura das novas taxas não iniba a habilidade do Reino Unido em atrair imigrantes e visitantes capazes de contribuirem positivamente ao País. Para o UK Border Agency, essas medidas irão ajudar a apoiar o sistema de imigração, que hoje tem um custo anual superior a £2 bilhões.

Entre as novas alterações, o visto de estudante, o Tier 4, deverá sofrer um aumento de £21, de £199 para £220. O Home Office reconhece ser um aumento significativo, no entanto, afirma ser bem inferior aos custos de £242, valor estimado gasto pelo UK Border Agency para avaliar uma uma aplicação. Atualmente, os pedidos para visto de estudante estão sendo subsidiados pelo governo em cerca de £43. Se os estudantes que vêm para o Reino Unido não pagam a quantia necessária para fazer a aplicação, então outros estão pagando por aqueles que não pagam. Acredita-se que o impacto será mínimo entre a nova taxa e as novas aplicações. Em 2008, houve um aumento de £99 para $145, e a demanda em aplicações continuou aumentando. O aumento da taxa corresponde a menos de 1% dos custos dos estudantes, já que só o preço da anuidade do curso de nivel superior escolhido fica em torno de pelo menos £10.000 por estudante.

Já o Tier 1, a categoria de pós-estudo, permite que o Reino Unido retenha os estudantes internacionais mais capacitados que estudaram no País. Deverá haver um aumento de £29 na taxa para o Tier 1 para £344. O Home Office acredita que esse aumento cubra os custos e alinhe aos outros caminhos para o Tier1, como a habilidade de vir e permanecer sem ser patrocinado, e ter acesso ilimitado ao mercado de trabalho.

Já a categoria de dependentes no Reino Unido corresponde a todas as aplicações submetidas ao mesmo tempo que os principais aplicantes, incluindo os pedidos de Transferência de Condições, Tier 4 e Tier 5 solicitados dentro do País. Foi proposto um aumento de aproximadamente 10% para 1/5 e 1/3 das taxas dos principais aplicantes no Reino Unido.  Antes de abril, o UK Border Agency processava as aplicações dos dependentes sem cobrar nada, quando  elas eram submetidas no mesmo tempo que as principais aplicações. Em 6 de Abril de 2010, foi introduzido um aumento de 10% na taxa de dependente.  A taxa refletiu o fato que cada indivíduo incluído na aplicação proporciona um custo adicional ao processo.

Em relação `a Transferência de Condição, a aplicação permite que o imigrante que já tenha a permissão de estar no Reino Unido confirmada por um carimbo ou algum outro adesivo, possa ter a confirmação em outro documento (usualmente porque obteve um novo passaporte). O Home Office propõe um aumento de £75 para £93.

Para aqueles que precisam solicitar um novo certificado, porque perderam os seus originais, o UK Border Agency propõe uma taxa de £80 para reemissão.

Até mesmo aqueles que obtém o direito de viver permanentemente no Reino Unido sem qualquer restrições sofrerão aumento de taxas, £150 para aplicações dentro do Reino Unido e £245 para os aplicantes internacionais.

Entre em contato com a LondonHelp4U para mais informações e esclarecimentos para as solicitações de vistos de dependentes de europeus ou de britânicos. Nós estamos preparados para oferecer-lhe o melhor suporte e toda a seguranca na solicitação do visto para sua permanência no Reino Unido.

 

 

Eleições 2010!!! Novas regras para eleitores brasileiros em Londres!!

Atenção eleitor brasileiro em Londres!!! As regras mudaram!! Só poderá votar o eleitor que apresentar o título original e um documento de identidade brasileiro válido e com foto.

Os seguintes documentos são aceitos:

• passaporte;
• carteira de identidade;
• identidade funcional (exemplo: Ministérios militares, MRE, DPF, OAB);
• carteira de trabalho com foto;
• carteira de habilitação com foto;
• certificado de reservista.

O eleitor NÃO poderá votar SEM o título de eleitor e o documento de identidade.

Página do consulado:  <http://www.consbraslondres.com/index.php?pagina=12&pgVoltar=7&pgReferencia=servico&id=124> http://www.consbraslondres.com/index.php?pagina=12&pgVoltar=7&pgReferencia=servico&id=124

Caso o eleitor tenha feito a transferência do título de eleitor para Londres antes de 2009 terá o seu título substituído por um novo (com nova zona e sessão) no dia da eleição. Em caso de extravio do título atual será possível pegar o novo título no consulado na próxima semana (não será possível fazer isso no dia da eleição!!!).