Month: October 2015

Agende agora sua consulta de retorno gratuita!

Agende agora sua consulta de retorno gratuita!

Você está pronto para começar seu processo de visto?

A LondonHelp4U tem uma boa oferta, caso você já esteja pronto!

Você pode agendar AGORA sua consulta de retorno conosco para que comecemos os primeiros passos para uma solicitação de sucesso!

Se agendá-la até o final do mês de outubro, sua consulta de retorno é GRATUITA!*

Ligue-nos AGORA MESMO no 020 7636 8500, escreva-nos no recepcao1@londonhelp4u.co.uk ou simplesmente preencha o formulário abaixo para marcar sua consulta.

Nós realmente esperamos seu contato para cuidar do seu caso!

*Termos&Condições: Apenas elegível para clientes que fizeram uma consulta paga em 2015 e estão prontos para começar seus processos de visto com a LondonHelp4U.

Nome

E-mail

Telefone:

O que você precisa?

Data pretendida:

Hora pretendida:

Mensagem:

Como ouviu falar da LondonHelp4u?

Por favor, digite o que você vê na imagem:
captcha

Li e concordo com os Termos e Condições Gerais da LondonHelp4U

Benefícios no Reino Unido: quais são e como é possível obtê-los

Benefícios no Reino Unido: quais são e como é possível obtê-los

É oportuno informar a quem se encontra em situações de dificuldade quais os direitos que se tem no Reino Unido.

Em linha geral, um cidadão europeu que se transfere em um estado membro, onde não possui a cidadania, tem o direito de ser tratado como um cidadão daquele estado. No entanto, o estado hóspede pode exclui-lo do acesso aos subsídios nos primeiros três meses de residência, assim como não concender empréstimos ou bolsas de estudos nos primeiros cinco anos de residência.

QUAIS SÃO

O sistema de benefits é articulado e os principais subsídios são:

Para quem está em busca de trabalhoJobseeker’s Allowance (JSA), Income Support;
Para casa: Housing benefits, Council Tax Reduction;
Para os filhos: Child benefitsChild Tax Credit;
Gravidez/MaternidadeMaternity Allowance, Parent’s Learning Allowance, Childcare Grant;
Deficiência Física: Disability Living Allowance, Carer’s Allowance/Credit, Blind Person’s Allowance, Employment and Support Allowance (ESA).

COMO OBTÊ-LOS

Frequentemente os cidadãos europeus devem obter o “Habitual Residence Test”, que demonstra o direito de residir no Reino Unido e a intenção de estabilizar-se no país.

Trabalhadores autônomos/subordinados são excluídos desse teste. Desde 2014, os jobseekers, ou seja, pessoas que estão em busca de um trabalho, nos primeiros 3 meses de permanência, não podem obter o JSA, Child Benefits e o Child Tax Credit. Mas podem ser requeridas em alguns casos (filhos dependentes, renda abaixo da média e presença de alguma deficiência).

Para obtê-los, não existe um único procedimento, mas todos exigem uma compilação de formulários, que podem ser obtidos no site www.gov.uk. Para informações, iniciar procedimentos e até manter os benefícios, é importante lembrar que existem o Job Centre Plus, o Council e vários outros escritórios.

 

VALOR MÁXIMO DE UM BENEFÍCIO

No total, não se pode receber mais de £500 em benefícios por semana se se está em casal (com ou sem filho) ou pais solteiros que vivem com os filhos, enquanto o teto é de £350 por semana por adulto sozinho sem filhos.

COMO E QUANDO SÃO PAGOS

Em geral, são pagos na conta corrente a cada 4 semana (2 para o JSA).

 

Fonte: Londra da Vivere

Estudantes britânicos são excluídos para se inscrever em faculdades de Medicina no Reino Unido

Estudantes britânicos são excluídos para se inscrever em faculdades de Medicina no Reino Unido

Um curso de Medicina numa universidade britânica não está aberto a estudantes do próprio Reino Unido – apenas estudantes de outros países estão autorizados a se inscrever nele.

O curso de Medicina da University of Central Lancashire, sendo lançado este outono, custa £36,500 por ano.

A universidade diz que não está apta a receber estudantes do Reino Unido devido a limites feitos pelo governo em cadeiras para estudar Medicina.

Ucas, que trabalha com serviços de recrutamento nas universidades, e a Universities UK, dizem que não sabem de outros cursos de graduação no UK que não estão recebendo estudantes britânicos.

O curso de 5 anos na universidade com sede em Preston, que treina estudantes para serem médicos, está apenas disponível para estudantes de fora do Reino Unido, que pagarão um valor total do curso de £182,500.

Existem 38 estudantes de fora do Reino Unido nesse recrutamento inicial, que terão de pagar as taxas sem nenhum suporte financeiro ou empréstimos disponíveis a estudantes britânicos.

Fonte: BBC

Estabelecimentos na Inglaterra começam a cobrar por sacolas de plástico

Estabelecimentos na Inglaterra começam a cobrar por sacolas de plástico

Qualquer loja que possua mais de 250 funcionários na Inglaterra começará a cobrar £ 0,05 (R$ 0,30) por unidade de sacolinha de plástico de uso único a partir de segunda-feira (05). Em São Paulo, cidade brasileira onde medida semelhante foi adotada, cobra-se, em geral, R$ 0,08.

O governo inglês justificou a cobrança como uma tentativa de reduzir a quantidade de lixo produzido decorrente das sacolinhas. Dados governamentais indicaram que mais de 7,6 bilhões de sacolas plásticas foram utilizadas em 2014 no país.

Segundo estimativas, cobrar pelos sacos geraria uma diminuição de 80% em seu uso nos supermercados. Em dez anos, os benefícios previstos pelo governo decorrente da nova medida são uma economia de 60 milhões de libras (aproximadamente R$ 360 milhões) em limpeza pública, uma arrecadação de £ 730 milhões (R$ 4,38 bilhões) e um benefício total de £ 780 milhões (R$ 4,68 bilhões) para a economia do Reino Unido.

A medida, porém, pode não fazer diferença no comportamento dos consumidores devido ao baixo preço pelo qual serão vendidas. Um questionário aplicado pela organização de reciclagem Wrap, no ano passado, apontou que apenas 40% das pessoas que responderam ao questionário se sentiriam encorajadas a usar sacolas reutilizáveis com a nova cobrança.

Fonte: Rede Brasil Atual

Viciados em cigarro no Reino Unido não poderão fumar nos carros na presença de menores de idade

Viciados em cigarro no Reino Unido não poderão fumar nos carros na presença de menores de idade

Crianças e adolescentes britânicos conseguiram se afastar de vez da fumaça do cigarro nos carros, já que entrou em vigor na quinta-feira passada (1) uma norma que proíbe os fumantes de alimentarem o vício quando viajarem com menores de idade, para evitar que eles se tornem fumantes passivos.

Esta lei, que se estende a qualquer veículo privado em movimento ou estacionado, irá punir motorista e passageiro que a descumpram com uma multa de 50 libras (mais de R$300).

A assessora médica do governo britânico, Sally Davies, disse se tratar de uma “lei histórica” e acrescentou que “incentivará mais pessoas a deixarem de fumar”.

“Espero que todos os fumantes, em particular os pais e motoristas, sejam beneficiados pela lei para dar o primeiro passo para largar o tabaco”, afirmou.

A diretora da Fundação Britânica do Pulmão, Penny Woods, também foi favorável. “Hoje é um dia de comemoração para todos aqueles que se preocupam com a saúde das gerações futuras”, declarou.

Fonte: Terra