Month: August 2016

Os efeitos do Brexit na imigração do Reino Unido

As últimas notícias

Com certeza temos diversas opiniões a respeito da saída do Reino Unido da União Europeia, muitas favoráveis e outras contra. O ministro de gabinete conservador Chris Grayling acredita que o Brexit permitirá um sistema de imigração muito mais planejado e criará planos para os cidadãos que chegarem para morar e trabalhar no Reino Unido. Na opinião do ministro o governo será capaz de administrar fluxos de imigrantes não fechando as portas, mas administrando de forma que torne mais planejada toda a entrada dos imigrantes sem prejudicar a empregabilidade no país.

O atual Primeiro Ministro David Cameron enfatiza a especial importância que os novos imigrantes terão no país como um todo, e pede ajuda aos líderes europeus para controlar o fluxo de imigrantes. Ele afirma que é essencial manter um bom relacionamento com os outros países europeus e que o novo governo do Reino Unido precisa analisar com cuidado todos os passos necessários para manter a economia equilibrada e permitir que os imigrantes não sejam prejudicados, nem mesmo a população britânica.

Dados econômicos

O Índice de Gerente de Compras (PMI) registrou a maior queda em 20 anos após o referendo ocorrido no mês passado. O PMI mostra a atividade geral de um país, e os números não foram nada animadores. O setor de serviços que é um dos poucos que fazem a economia britânica girar foi afetado e a confiança e as encomendas estão deteriorando. O PMI do setor de serviços caiu de 52,3% para 47,4%. Esta queda na atividade econômica no Reino Unido pode afetar o Banco Central que está tentando analisar as atitudes para amortecer as consequências do referendo. O PMI composto que combina indústria e serviço caiu de 52,4% para 47,4%, sendo o nível mais fraco desde abril de 2009.

Lado negativo na reunião do G20

A reunião do G20 demonstrou um novo ponto de incerteza na economia, mas os representantes das maiores economias mundiais disseram que tem os instrumentos para evitar uma queda do crescimento provocada pela incerteza. As opiniões contrárias ao Brexit dizem que esta decisão pode provocar protecionismo, e as barreiras de acesso ao comércio local podem provocar queda no crescimento global e aumento na inflação e mais desemprego.

Os efeitos na imigração

Muitos imigrantes estão fazendo algumas perguntas como: ‘Terei que tirar um visto?’, ‘Terei mais gastos?’, ‘Perderei o meu emprego?’, ‘Devo voltar ao meu país?’. São várias dúvidas que afligem os imigrantes. Certamente o clima é de incerteza e preocupação. O discurso de muitos políticos transmite a mesma incerteza podendo até mesmo levar imigrantes a se tornarem ilegais da noite para o dia, segundo alguns analistas. Só mesmo o tempo vai dizer o que vai acontecer no Reino Unido, mas as cartas estão na mesa para debate.

Se Ficou em duvida ou para  maiores informacoes, entre em contato com quem esta a 15 anos no mercado ajudando pessoas como voce.

Golden Visa pode ser a porta de entrada para a Europa

Criado pelo governo português para reforçar o ritmo de crescimento econômico e atrair mais investimentos para o país, o Golden Visa pode ser uma opção para quem deseja residir ou fazer negócios na União Européia.

A lógica é simples: investe-se em Portugal e e, em troca, é cedido o visto de ouro que permite ao portador se estabelecer em qualquer um dos 26 países do Espaço Schengen* dentro do continente europeu.

Pode requerer ao Golden Visa qualquer cidadão de outro país que faça um investimento pessoal ou através de uma sociedade em terras portuguesas. No momento as opções de investimento são:

– € 500 mil na compra de imóveis

– € 350 mil na compra de imóvel com mais de 30 anos de construção ou localizado em área de reabilitação urbana

– € 500 mil em fundos de investimentos destinados à capitalização de pequenas e médias empresas

– Abrir um negócio que empregue pelo menos dez funcionários

– € 350 mil em pesquisa científica

– € 250 mil em produção artística e preservação ou conservação do patrimônio cultural

–  € 1 milhão no mercado financeiro

O investimento escolhido deve ser mantido por um período mínimo de cinco anos contados a partir da data de concessão  do visto. O governo português pode exigir a qualquer momento durante o período a  comprovação dos investimentos no país.

O Golden Visa, no entato, não é permanente e não dá direito à Cidadania Portuguesa, e por consequência, européia.  O visto é concedido de forma temporária e pode ser renovado desde que se mantenham os requisitos necessários.

Após cinco anos com o visto temporário, é possível solicitar o visto permanente. E após 6 anos de residência em Portugal, o portador do Golden Visa pode entrar com o pedido de naturalização e tornar-se um cidadão europeu.

A LondonHelp4U, com 15 anos de experiência em processos de imigração, oferece toda a assistência na obtenção do Golden Visa para os cidadãos que queiram viver e investir em Portugal. Entre em contato conosco e agende uma visita.

*Espaço Schengen: Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslováquia, Eslovénia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Hungria, Holanda, Islândia, Itália, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Polônia, Portugal, República Tcheca, Suécia e Suiça.