Ano: 2016

5 verdades e mentiras sobre viver ilegal e ser deportado do Reino Unido

5 verdades e mentiras sobre viver ilegal e ser deportado do Reino Unido

O governo do Reino Unido acredita que há mais de 1 milhão pessoas em situação irregular, vivendo e trabalhando ilegalmente, mas o Home Office está fechando o cerco contra os imigrantes ilegais e, a cada dia que passa, mais leis restritivas entram em vigor.

Nossos especialistas explicam algumas questões envolvendo irregularidade e deportação do Reino Unido.

1 – O governo não sabe que eu fiquei ilegal pois não há registro de minha saída do Reino Unido.

Mentira

A partir de abril de 2015, o Home Office passou a recolher informações sobre os passageiros que saem do Reino Unido através de aeroportos, portos e estações de trem. Caso o passageiro encontre-se irregular, as informações poderão comprometer aplicações para novos vistos ou poderão ser usadas em um eventual processo de deportação. Aconselha-se em todas as aplicações dizer a verdade. Consulte um advisor de imigração para saber as consequências e a melhor forma de submeter a sua aplicação.

2 – A única maneira do governo descobrir que eu estou ilegal é se eu assinar contratos ou abrir contas.

Mentira

O imigrante ilegal pode ser apreendido em qualquer lugar, a qualquer hora do dia, seja por denúncia ou simplesmente uma coincidência. Por exemplo, no dia 30 de julho de 2013, a polícia parou 48 pessoas na saída da estação de metrô de Walthamstow, leste de Londres, e prendeu nada menos que 15 pessoas em situação irregular. Em um caso mais recente, em julho de 2018, oficiais de imigração fizeram uma operação em Chinatown em Londres para prender imigrantes ilegais, o que acabou causando muita polêmica.

3 – O imigrante ilegal pode conseguir se legalizar depois de morar muito tempo no Reino Unido.

Verdade

Antes de junho de 2012 quem residia por 14 anos podia se regularizar. A nova lei, em vigor desde 2012, diz que o imigrante irregular pode regularizar sua situação de imigração no Reino Unido depois de ter vivido aqui a partir de 20 anos.

4 – Se me pegarem vivendo ilegalmente, mas eu puder pagar pela minha própria passagem de volta, serei mais bem visto se quiser retornar ao Reino Unido.

Verdade

Se for pego em situação irregular, o imigrante pode optar por pagar por sua própria passagem de volta, dessa maneira o período mínimo que deve ser respeitado antes do estrangeiro poder retornar ao Reino Unido é de 1 ano. Caso o imigrante tenha a passagem paga pelo governo, o período mínimo pode chegar a até 10 anos. Porém, se a retornar por meio de relacionamento, o ban não se aplica.

5 – Tenho que aplicar para meu novo visto antes que meu visto recente acabe, caso contrário estarei ilegal perante à lei.

Verdade

Para o cidadão que planeja ficar no Reino Unido após o término de seu visto com o direito de trabalho, é aconselhável aplicar novamente antes do vencimento. A aplicação efetuada depois de 14 dias será recusada, caso o indivíduo não informe os motivos que levaram a aplicar fora do prazo do visto.

Essa regra não vale para vistos de dependentes de cidadãos europeus.

Precisa de ajuda com sua aplicação de visto?

A LondonHelp4U é uma agência de imigração com 17 anos de experiência em processos de vistos para o Reino Unido. Nossa missão é ajudar pessoas e empresas que procuram infomação e auxílio durante o processo de imigração.

Quero morar e trabalhar em Londres mas não tenho familiares europeus, como consigo realizar esse sonho?

Você pergunta e a Francine responde!

Todos os dias nós recebemos centenas de perguntas de brasileiros e pessoas de outras partes do mundo! Uma das perguntas populares que recebemos é…

Quero morar e trabalhar em Londres mas não tenho familiares europeus, como consigo realizar esse sonho?

O estrangeiro que pretende morar e trabalhar em Londres só pode conseguir um visto se comprovar que tem um dos 3 objetivos abaixo:

Estudar

Como estudante-visitante, você pode comprar um curso de até 6 meses e receber um visto sem direito à trabalho no aeroporto. Ou você pode aplicar para o visto Tier 4 se você tem interesse em estudar por mais de 6 meses em cursos como os de graduação ou pós graduação. Ao obter o visto Tier 4, o estudante universitário tem direito de trabalhar 20 horas por semana.

Trabalhar

O vistos Tier 2 ou Tier 5 devem ser obtidos se um trabalhador qualificado recebeu uma proposta de emprego para trabalhar em Londres. Existe uma série de requisitos para esses vistos, e o Home Office está tornando a aplicação cada vez mais complexa. Procure acessoria jurídica se você não está certo de como proceder depois de ter aceito uma proposta de emprego contínuo ou temporário no Reino Unido.

Investir

Você pode aplicar para vistos como o Tier 1 se você graduou aqui e tem uma ideia para abrir um negócio.  Mas atenção, sua ideia deve ser acreditada por orgãos específicos e passar por uma análise completa!

Você também pode conseguir um visto de investidor se conseguir provar que tem no mínimo £2,000,000 livres para investimento no Reino Unido.

Precisa de assistência em seu processo de visto? A LondoHelp4U pode te ajudar!

A LondonHelp4U é uma agência de imigração com 14 anos de experiência em processos de vistos para o Reino Unido. Se você tem dúvidas ou precisa de ajuda em sua aplicação, entre em contato conosco ou visite nosso escritório.

Não perca nossa promoção!

Torne-se britânico por 10 X £186.

Aqui na LondonHelp4U é assim, seu visto na mão ou seu dinheiro de volta!*

*pagamento referente à honorários de nossos consultores

A nova taxa de 25% do IR vai encarecer minha viagem ao exterior?

A nova taxação sobre sobre remessa de valores ao exterior para o pagamento de serviços turísticos deixou muita gente sem saber quem e como será afetado!

A tributação de 25% de Imposto de Renda Retido na Fonte afetará agências de viagens que pagam por custos como o de hospedagem ou transporte de clientes no exterior. Quem recolhe o novo imposto é o empresário que vende o serviço, não o consumidor.

Portanto os viajantes mais preocupados podem ficar calmos, pessoas físicas não serão afetadas, pelo menos não diretamente. A previsão é que as agências repassem os valores ao consumidor, o que pode aumentar o custo de sua viagem!

A gente listou aqui os serviços que ainda estão fora dessa nova tributação.

Isentos:

  • compras usando cartões de crédito para empresas com sede fora do Brasil
  • transferências bancárias para o exterior
  • compra e venda de moeda extrangeira
  • compras com cartão de crédito em sites internacionais
  • pagamentos de diárias em hotéis no exterior com reservas feitas em sites no Brasil
  • remessas com fins educacionais, científicos e culturais
  • despesas com manutenção de dependentes no exterior

As remessas enviadas ao exterior para fins educacionais, como pagamento de taxas escolares, inscrição em congressos, seminários ou taxas de exames de proficiência também não se sujeitam à retenção do IRRF.

Você conhece os passaportes mais poderosos do mundo?

Possuir um passaporte de um país que mantém relações diplomáticas com um grande número de países permite ao cidadão viajar com mais facilidade.

O ranking abaixo é baseado em quantos países os portadores de cada passaporte podem visitar sem a necessidade de pedir um visto de entrada.

Já no fim do ranking…

Os países que se encontram no fim do ranking são São Tomé e Príncipe , os Territórios Palestinos , as Ilhas Salomão , Mianmar e o Sudão do Sul. Os titulares de passaportes de cada um desses países podem visitar apenas 28 países sem visto.

O passaporte britânico

O processo para se tornar um cidadão britânico nunca foi tão popular, o número de aplicações aumentou consideravelmente nos últimos anos.

Parte dos requisitos básicos para conseguir a sonhada naturalização é a comprovação do conhecimento da língua Inglesa e da cultura local através dos testes B1 e Life in the UK.

Se você acredita que direito de se tornar um cidadão britânico mas ainda tem dúvidas sobre como realizar a aplicação, entre em contato com a LondonHelp4U.

A LondonHelp4U

A LondonHelp4U é uma agência de imigração com 15 anos de experiência em processos de vistos para o Reino Unido. Nossa missão é ajudar pessoas e empresas que procuram infomação e auxílio durante o processo de imigração.

Resposta pública à nova lei que estabelece o salário mínimo de aplicantes para a residência britânica

A partir de abril de 2016, os trabalhadores não europeus que residem no Reino Unido há mais de 5 anos terão que comprovar o ganho mínimo de £35 mil por ano.

Esse novo requisito não afeta imigrantes que se encontram em outras rotas que tem como objetivo a residência permanente – como por exemplo, os brasileiros parceiros de cidadãos europeus e britânicos que residem no Reino Unido.

O novo requerimento, publicado em 2012, é parte do plano abrangente que visa reduzir o número de imigantes no Reino Unido. Todos os anos mais de 60 mil imigrantes e seus familiares vêm a trabalho, a meta é reduzir o número para 20 mil.

Essa é a primeira vez que o governo impõe um requisito salarial no direito de se tornar um residente permanente. Até então, o único requerimento era ter trabalhado por no mínimo 5 anos.

Resposta pública

Nos meses que antecedem a validação da nova lei, Theresa May, a secretária de Interior britânico (Home Secretary), está enfrentando duras críticas provenientes de parte da população e associações de investidores que acreditam que o requisito salarial vai afetar parte da economia britânica, especialmente em setores vitais como o de ensino.

Como resposta ao público, em 2015 o governo decidiu isentar das novas regras,  em caráter temporário, os  enfermeiros, pois havia uma preocupação generalizada sobre a escassez desses profissionais.

Uma petição pública foi lançada em 12 de janeiro para tentar convencer o Governo a repensar o novo requisito de rendimento mínimo,  a petição já tem mais de 70 mil assinaturas mas precisa de no mínimo 100 mil para que seja discutida em pauta por parlamentares.

Você pode visualizar e assinar a petição seguindo esse link: https://petition.parliament.uk/petitions/118060

LondonHelp4U

A LondonHelp4U é uma agência de imigração com 15 anos de experiência em processos de vistos para o Reino Unido. Nossa missão é ajudar pessoas e empresas que procuram infomação e auxílio durante o processo de imigração.

Conte conosco se você tem dúvidas ou precisa de ajuda em sua aplicação de visto!