Mês: fevereiro 2017

Novas regras imigratórias para cidadãos europeus no Reino Unido

Novas regras imigratórias para cidadãos europeus no Reino Unido

O governo britânico lançou em novembro do ano passado novos regulamentos de imigração para os cidadãos da Área Econômica Europeia, referentes aos direitos de entrada e residência no país dos mesmos. As novas alterações entraram em vigor no último dia 1 de Fevereiro de 2017.

Não existem grandes alterações para os cidadãos europeus classificados como pessoas qualificadas.. As alterações principais dizem respeito a pedidos apresentados por membros de família dependentes de cidadãos europeus. Entre as principais mudanças estão:

– Uma nova definição de parcerias civis, casamentos e parcerias duradouras de conveniência

– “Parcerias duradouras de conveniência” foram definidas para incluir uma parceria durável que foi criada para contornar os requisitos de imigração ou permitir que um indivíduo se beneficie dos regulamentos da Área Comum Europeia.

– Introduzir um novo requisito de língua inglesa do nível A2 para dependentes de cidadãos britânicos que já estejam há 2 anos e meio no Reino Unido e queiram seguir por mais 2 anos e meio.

– Extinção do direito de recurso para membros de família estendidos, como primos, tios  e sobrinhos

– Um novo processo de verificação do  Home Office para verificar se um cidadão da Área Econômica Euopeia ou membro da família realmente se qualifica para residência.

As novas mudanças vem de encontro com a política de restrição imigratória do Reino Unido e com a aproximação do Brexit.  Se você possui cidadania europeia ou vive como dependente de um, confira o que você pode fazer para se prevenir de futuros problemas com a imigração:

– Certificado de Residência: Portadores de passaporte europeu podem tirar esse certificado assim que mudarem para o Reino Unido.

– Residência Permante: Cidadãos com passaporte europeu ou que viveram no Reino Unido por 5 anos como membro da família de um cidadão da Área Econômica Europeia (EEA) podem solicitar um cartão de residência permanente.

– Cidadania Britânica: todos aqueles que tiverem a Residência Permanente, após 1 ano com o documento, podem solicitar a naturalização britânica

Se você  ficou com dúvidas quanto aos seus direitos ou da sua família após essas modificações, entre em contato com a LondonHelp4U. Nossos profissionais terão prazer em ajudá-lo.

Parlamento britânico vota a favor do início do Brexit

Parlamento britânico vota a favor do início do Brexit

O parlamentou britânico votou nessa última quarta-feira (1) a favor do início do processo de saída do Reino Unido da União Europeia.

Por 498 votos a favor e 114 contra, o Parlamento aprovou o projeto de lei que autoriza a primeira-ministra Theresa May a ativar o Artigo 50 do Tratado de Lisboa, primeira etapa do Brexit.

Apesar de mais de dois terços dos deputados se terem declarado contrários ao Brexit durante a campanha do referendo, a  maioria considera agora que não se devem opor à decisão dos eleitores britânicos, que se pronunciaram por maioria (52%) pela saída da União Europeia no referendo de 23 de junho.

O resultado foi obtido após 2 dias de debates acalorados e demonstra uma vitória de Theresa May, que foi obrigada a pedir a autorização ao parlamento após o Supremo Tribunal britânico ter decidido que a primeira-ministra não podia acionar o Artigo 50 sem a consulta dos mesmos.

Passada a votação no parlamento, o processo legislativo deve ser concluído no início do mês de março. May pretende dar início às negociações de saída com a União Europeia até dia 31 de março e o processo deve durar dois anos, durante os quais o futuro dos imigrantes europeus e da economia do Reino Unido será incerto.

Medidas
Se você possui cidadania europeia, confira o que você pode fazer para se prevenir de futuros problemas com a imigração no Reino Unido:

– Certificado de Residência: Portadores de passaporte europeu podem tirar esse certificado assim que mudarem para o Reino Unido.

– Residência Permante: Cidadãos com passaporte europeu ou que viveram no Reino Unido por 5 anos como membro da família de um cidadão da Área Econômica Europeia (EEA) podem solicitar um cartão de residência permanente.

– Cidadania Britânica: todos aqueles que tiverem a Residência Permanente, após 1 ano com o documento, podem solicitar a naturalização britânica

Se você  ficou com dúvidas quanto aos seus direitos ou da sua família com a aproximação do Brexit, entre em contato com a LondonHelp4U. Nossos profissionais terão prazer em ajudá-lo.