Mês: abril 2019

Minuto Legal: Bebê nascido em Londres teve status negado em UK; HO revoga a decisão e concede visto à avó e mais

Bebê nascido em Londres com pais residentes britânicos teve status negado no Reino Unido.

Um bebê que nasceu no Reino Unido, filho de pais residentes foi negado o direito de viver no país. Advogados de direitos humanos consideraram a decisão “vergonhosa” e “potencialmente ilegal”. As informações são do Independent.

Estudantes estrangeiros acusados de fraude em testes de inglês dizem que foram deixados no limbo por anos.

O Home Office cancelou 36.000 vistos de estudante desde 2014, depois que a fraude foi descoberta nos centros onde os testes são aplicados. O Membro do Parlamento Stephen Timms disse que muitos foram falsamente acusados e que não tiveram oportunidade de limpar seu nome. As informações são da BBC.

Plano de imigração pós-Brexit da Theresa May poderia fechar 1/4 dos serviços em hospitais.

Números do NHS alertaram que a política de imigração pós-Brexit da primeira-ministra teria um efeito danoso sobre os hospitais da Grã-Bretanha. Executivos expressaram temores sobre plano de imigração do governo. As informações são do Daily Mail.

Home Office revoga decisão e concede visto para avó ir ao funeral do neto.

Damary Dawkins, 13, um jogador jovem do Crystal Palace, lutou contra o câncer por quatro anos. Sua avó Ivy Powell, 67 anos, que mora na Jamaica, foi informada de que não receberia um visto de visitante que permitiria que ela estivesse no funeral. Mas o Home Office agora revogou essa decisão “em razão das circunstâncias”. As informações são do Metro.

Turistas do Reino Unido que estão indo para a Turquia precisam imprimir vistos eletrônicos ou correm o risco de ter o embarque negado.

Turistas que visitam a Turquia a partir do Reino Unido foram avisados por agentes de viagens para imprimir uma cópia impressa do seu visto eletrônico, ou correr o risco de ser impedida de entrar no país. No entanto, o Ministério das Relações Exteriores da Turquia, responsável pela emissão de e-visas, afirma que o download no telefone celular é suficiente. As informações são do The Independent.

Conheça 10 locais no Reino Unido usados como cenário em Game of Thrones

Fã ou não da série, não tem como se arrepender ao visitar esta lista de lugares.

A série Game of Thrones da HBO chegou a sua última temporada e está mais famosa do que nunca. Quem acompanha a série sabe que os cenários onde são filmadas as cenas são espetaculares. Mas você sabia que a maioria deles se encontra no Reino Unido, mais especificamente na Irlanda do Norte? O país compõe a Grã-Bretanha e possui uma beleza natural bem preservada.

A Escócia também recebeu o elenco para a gravação de algumas cenas. As locações atraíram os olhares dos autores da série e vai atrair o seu também. Confira os 10 principais lugares usados e que vale a pena você visitar.

1 – Carnlough Harbour – Irlanda do Norte

O porto do vilarejo de Carnlough foi usado na sexta e na sétima temporada da série, na cena em que Arya mergulha na água. A vila é encantadora e, por incrível que parece, em dias cinzentos as cores das casas ficam mais intensas e com um ar misterioso.

2 – Cavernas Cushendall – Irlanda do Norte

Essas cavernas foram formadas durante um período de 400 milhões de anos! Elas ficam a 10 km do vilarejo de Cushendall e apesar de apenas as cavernas aparecerem na série, vale a pena a visita a vila também. Foi esta a locação usada para o nascimento do assassino das sombras. Imperdível!

 

3 – Ballintoy Harbor – Irlanda do Norte

Outra vila portuária usada é a de Ballintoy que na série é o porto de Pyke. Cercada por montanhas verdes e casas de construções típicas, o vilarejo fica perto do Carrick-a-Rede, um dos pontos turísticos mais famosos da Irlanda do Norte.

4- The Dark Hedges – Irlanda do Norte

A avenida cercada por árvores gigantes está lá desde o século XVIII e foi plantada por uma família que queria impressionar os visitantes de sua propriedade. Em Game of Thrones, o lugar foi cenário da segunda temporada, quando Arya disfarçada de menino anda de carruagem para se juntar à Patrulha da Noite.

5 – Castelo de Doune – Escócia

A única locação da Escócia é este castelo que também foi usado para ser Winterfell. As paredes de longe podem ser reconhecidas por fãs de Game of Thrones.

6 – Castelo de Ward – Irlanda do Norte

Está propriedade do século XVIII fica localizada na vila de Strangford e também foi Winterfell várias vezes na série. O lugar virou ponto turístico personalizado em Game of Thrones e hoje tem atividade como: práticas de arco e flecha, acariciar e fotografar lobos, além de caminhar pela propriedade e ver de perto onde a equipe gravou. Atirar flechas no mesmo lugar que Jon Snow atirava é uma experiência muito interessante.

7 – Fullerton Arms Pub – Irlanda do Norte

Durante as gravações na cidade de Ballitoy, um fato curioso aconteceu: uma chuva forte começou e todos que gravavam tiveram que se abrigar dentro do Fullerton Arms Pub. Os donos do local dizem que todos, mesmo vestidos de armaduras e roupas de pele de urso, começaram a beber neste pub. Hoje o bar tem uma sala inteira dedicada a Game of Thrones.

8 – Tollymore Forest – Irlanda do Norte

A Floresta foi usada em várias cenas, inclusive no episódio piloto, quando a família Stark encontra os filhotes de lobo. São no total 600 hectares de árvores, córregos, montanhas… Ela fica localizada na cidade de Castlewellan.

9 – Mussenden Temple e Praia de Downhill – Irlanda do Norte

Na bela praia de Downhill tem um pequeno templo construído para ser uma biblioteca de verão. Ela fica bem no alto de um penhasco virado para o mar e foi cenário de Game of Thrones duas vezes: na queima doa antigos deuses por Melisandre e quando Stannis Baratheon retirou a espada flamejante das chamas.

10 – Larrybane – Irlanda do Norte

A terras fazem parte da Stormlands em Game of Thrones. Os penhascos virados para o mar são lindos e tem uma das pontes mais famosas do mundo: a Carrick-a-Rede. Ela é suspensa a 30 metros e debaixo dela as ondas do mar batem nos penhascos. As Stormlands são onde o Rei Renly monta o acampamento e onde acontece o torneio em que Brienne de Tarth vence o Ser Loras Tyrell.

Bonus! As 10 portas dos tronos.

Durante as gravações de 2016 uma tempestade com ventos de 160km/h atingiu a Irlanda do Norte, inclusive o local onde estava tendo gravação. No local, duas árvores grande caíram. As árvores foram recuperadas e com elas foram feitas 10 portas esculpidas com desenhos relacionados a série. As 10 portas estão espalhadas por todo país e se você tem curiosidade, aqui estão os locais:

1 – The Cuan, Strangford

2 – Fiddler’s Green, Portaferry

3 – Percy French, Newcastle

4 – Blakes of the Hollow, Enniskillen

5 – Owens, Limavady

6 – Fullerton Arms, Ballintoy

7 – Gracehill House, Stranocum

8 – Mary McBride’s, Cushendun

9 – Ballygally Castle, Ballygally

10 – The Dark Horse, Belfast

 

Por Natalia Fernandes

Aplicando para o Sponsor Licence, o visto de trabalho

Infelizmente, muitos candidatos não prestam devida atenção para a documentação apresentada e desconsideram alguns procedimentos e regras exigidas durante processo de aplicação para qualquer tipo de visto. No entanto, isso pode ser um ponto definitivo em uma decisão oficial e foi isso que aconteceu com nosso cliente.

A LondonHelp4U tem como cliente uma empresa ativa e constituída em Londres que gostaria de empregar um trabalhador estrangeiro, de um país fora da Área Econômica Europeia – EEA. A razão da preferência pelo profissional é que o candidato estrangeiro possuía habilidades e conhecimentos específicos necessários para o lançamento de um novo projeto da empresa. De acordo com a lei de imigração britânica, para empregar um trabalhador estrangeiro a empresa precisa ter o Sponsor Licence, uma regra obrigatória que permitirá o patrocínio do visto de trabalho Tier 2.

Seguindo esta regra, nosso cliente solicitou o Sponsor Lincence, primeiramente por conta própria e sem assistência legal. O pedido foi rejeitado pois nem toda a documentação necessária foi fornecida e o formato do pedido não estava de acordo com as normas exigidas.

Nosso cliente lançou uma start-up para desenvolvimento de medicamentos e não estava pronto para abrir mão desta oportunidade tão facilmente. O novo pedido foi feito com a assistência da LondonHelp4U que conduziu e corrigiu todas as questões levantadas na carta de rejeição.

Assim, a LH4U conseguiu uma decisão positiva para o negócio.

Temos o prazer de anunciar que agora nosso cliente pode desenvolver seus projetos recém-lançados com a ajuda de trabalhadores estrangeiros propriamente capazes. Acreditamos que não apenas a sociedade britânica, mas o resto do mundo se beneficiará disso, o que seria impossível sem as pessoas certas a bordo.

A LondonHelp4U oferece um serviço completo de imigração para quem deseja aplicar para o visto Tier 2. Este serviço inclui todos os conselhos e trabalhos. Nossa equipe especialista gerenciará cada detalhe do seu visto para garantir que sua aplicação tenha grandes chances de sucesso.

Minuto Legal: Nigel Farage lançou novo Partido Brexit; A UE está preparada por um Brexit sem acordo e mais

Nigel Farage lança seu novo Partido Brexit

O ex-líder do UKIP Nigel Farage lançou seu novo partido Brexit, dizendo que quer uma “revolução democrática” na política do Reino Unido. O lançamento acontece depois que a primeira-ministra Theresa May concordou em adiar o prazo do Brexit para 31 de outubro com a UE, com a opção de sair mais cedo caso seu acordo de retirada seja aprovado pelo Parlamento. As informações são da BBC.

A União Europeia está preparada por um Brexit sem acordo

A UE “não tem nada a ganhar” com os transtornos que um Brexit sem acordo traria ao Reino Unido, disse o presidente da Comissão Européia, Jean-Claude Juncker. Juncker disse que a UE adotou as medidas de contingência necessárias e que o bloco está preparado por um Brexit sem acordo. As informações são de ITV.

Brexit não impactará apenas as grandes economias

Fórum Econômico Mundial ressalta que o Brexit não impactará apenas as grandes economias, mas também os países menores com um nível relativamente maior de exportações para o mercado do Reino Unido. As informações são do WEF.

Após falha técnica, Reino Unido suspende aplicações de visto para cidadãos americanos

Reino Unido suspende aplicações de visto de trabalho, estudo e residência para cidadãos americanos após ‘falha técnica’, segundo Home Office. Americanos não puderam acessar os centros de aplicação, que tiram as impressões digitais e fotografias necessárias. As informações são do The Guardian.

8 lugares imperdíveis para visitar no País de Gales

De cidades medievais a uma lagoa azul: o País de Gales é cheio de surpresas. Confira esta lista de 8 lugares que você não pode perder

Não tão conhecido como a Escócia ou a Inglaterra, o País de Gales também faz parte do Reino Unido. Mesmo que você não ouça muito sobre lá, o país é repleto de paisagens bonitas e uma história riquíssima.

O País de Gales preserva não só sua história, como sua natureza. Você sabia que o segundo melhor passeio do mundo para se fazer fica em Gales? Pois é, a trilha de Pembrokeshire Coastal Path ganhou recentemente este título. Inspire-se e reserve uns dias para visitar esses lugares que são de tirar o fôlego.

1 – Snowdonia National Park

Este parque nacional possui uma das paisagens mais bonitas de todo Reino Unido. O lugar é composto por várias montanhas e a mais alta dela se chama Snowdon (por isso o nome do parque). No cume dela tem até um Café para comer enquanto admira a vista.

No parque ainda tem dois vilarejos cheio de construções típicas galesas, o Betws-y-Coed e o Beddgelert, e muitos castelos! Os mais famosos são os construídos pelo rei Edward I: Caernarfon, Conwy e Harlech. Em Harlech, inclusive, existe uma das praias mais bonitas do Reino Unido. A melhor época para ir é no verão, para aumentar as chances de pegar um céu claro e que possibilite ver o mar com as montanhas de Snowdonia atrás.

 

 

 

2 – Cardiff

Nós da London Help 4 You fizemos uma superlista de coisas para se fazer em Cardiff. Viemos novamente recomendar a capital galesa! Sabia que Cardiff é famosa por seus fliperamas? Os mais famosos são Castle Arcade, o Morgan Arcade e o Royal Arcade. Mas a cidade tem muitas áreas verdes, centro comerciais, igrejas e até um incrível castelo bem no centro da cidade.

3 – Biblioteca de Gladstone

O País de Gales tem uma tradição literária muito forte. O maior destaque é a Biblioteca de Gladstone, um lindo prédio vitoriano localizado na cidade de Hawarden. Ela abriga 250 mil itens impressos e foi inaugurada em 1894 por Willian Gladstone, que queria compartilhar seu acervo pessoal de livros. Na época, o desejo de Gladstone era que pessoas que não tinham condições financeira também tivessem acesso aos livros.

Visitar a biblioteca já seria bom o suficiente, mas permanecer nela é uma experiência única. São 26 quartos disponíveis para acomodação!

O lugar ainda conta com um programa de residência para escritores, instalações para conferência, é oferecida anualmente uma feira de livro e conta com um curso regular de literatura e linguística.

“Livros são uma sociedade maravilhosa. Se você entrar numa sala cheia de livros, mesmo sem tirá-los de suas prateleiras, eles parecem falar, para recebê-los”- William Gladstone.

4 – Parque Nacional da Costa de Pembrokeshire

Este é o único parque nacional no Reino Unido completamente litorâneo. A trilha foi eleita recentemente como o segundo melhor passeio para se fazer no mundo. E não é à toa. A caminhada é toda em cima de falésias que ficam viradas para lindas praias com a vista para o Mar da Irlanda.

Pode ser que você aviste golfinhos, baleias, focas e botos no mar, e para os amantes de aves, lindos pássaros podem ser observados.

No total são 186 milhas (299 km) de trilha, mas fique tranquilo, há algumas opções de hospedagens ao longo do caminho e muito trechos podem ser feitos de carro.

5 – Lagoa Azul Abereidy

Em Pembrokeshire tem a linda Lagoa Azul Abereidy. A água é azul turquesa e ela é rodeada de falésias. Vê-la do alto é emocionante. Mas também é possível acessá-la da praia de Abereidy. Os mais aventureiros saltam das falésias até cair na lagoa, que não parece, mas é bem profunda.

6 – Porto de Tenby

O porto fica numa praia em formato de curva e é rodeado de casas com arquitetura georgiana todas pintadas em tons pasteis. No porto tem muitos barcos que fazem desde pesca até passeios. Um dos passeios oferecidos é até St Margaret’s Island, uma ilha desabitada repleta de natureza e aves.

7 – Llandudno

Um ótimo lugar para se visitar durante o verão é a cidade de Llandudno, também no litoral do País de Gales. Assim como a maioria das cidades costeiras da Grã-Bretanha, a cidade possui um píer com muitos restaurantes e uma ótima opção de vista da cidade, que possui construções típicas com inacreditáveis montanhas atrás. Llandudno também oferece passeio de teleférico entre as montanhas e onde você pode desfrutar da excelente vista panorâmica da baía da cidade.

8 – Escalada Pen y Fan

A uma hora de Cardiff fica localizada a montanha Pen y Fan, que integra o Parque Nacional Brecon Beacons. Para chegar ao cume e apreciar a beleza do parque não é fácil. No inverno, você vai precisar de equipamentos de escalada devido a neve. A subida é bem íngreme!

Por Natalia Fernandes