Mês: maio 2019

MINUTO LEGAL: regras de imigração mais suaves; recorde de pedidos de cidadania britânica e mais

As regras de migração devem ficar mais suaves para veterinários, web designers, psicólogos e arquitetos de fora da Europa, segundo consultores do governo. As informações são de BBC.

Por dia, 200 europeus solicitam cidadania britânica, em meio a temores de Brexit. As informações são de Free Movement.

O Migration Advisory Committee pede o fim das restrições que impedem restaurantes, bares e hotéis que oferecem um serviço de takeaway de empregar chefs de fora da UE. As informações são de Big Hospitality.

Um Membro do Parlamento Escocês está pedindo “vistos de festival” especiais para impedir que artistas estrangeiros sejam impedidos de entrar no país. As informações são de Scotsman.

Um órgão público que aconselha o governo do Reino Unido sobre política de imigração recomendou a inclusão de mais trabalhos de programação e desenvolvimento de software na lista de ocupação de carências, o que tornaria mais fácil para os empregadores trazer talentos técnicos de fora da União Européia. As Informações são de TechCrunch.

As tradicionais cabines telefônicas de Londres viram micro bibliotecas

As conhecidas “menores bibliotecas de Londres” são passeios únicos para os amantes de livros

Quem é um leitor fiel sabe que ir em qualquer livraria ou biblioteca pode ser um passeio de horas e mais horas. Mas e nas bibliotecas montadas dentro das minúsculas cabines telefônicas londrinas, quanto tempo você demoraria? Desativadas por consequências do tempo e pelo surgimento de tecnologias melhores, as icônicas cabines ganham a nova função de empréstimo ou doação de livros usados.

A antiga cabine telefônica da esquina da Loampit Hill com a Tyrwhitt Road, por exemplo, virou uma pequena e singular atração turísticas para quem gosta de literatura. A Lewisham Micro Library – como ficou conhecida – é um ponto de troca de livros. Qualquer um é livre para chegar, escolher um livro e levar para casa, mas desde que reponha outro no lugar.

Essas micro bibliotecas incentivam a leitura ao mesmo tempo que valorizam um dos principais símbolos londrinos, aliás, quem não lembra de Londres quando vê uma cabine dessas? Com essa nova função, elas permitem que mais pessoas tenham acesso aos livros. Num mundo cada vez mais digitalizado, ganhar um livro físico pode ser uma experiência nostálgica e inspiradora.

Estima-se que existam 150 cabines ganhando novos usos por Londres. As primeiras bibliotecas em cabines começaram a surgir 10 anos atrás e hoje estão por toda cidade. Doadas pelo governo, as instituições de caridade começaram a vender as cabines por £ 1. Claro que todas precisavam de reformas com iluminação, vidros quebrados, desgastes, mas quem adquire uma já tem grandes ideias do que montar dentro delas. Quando caminhar por Londres, atente-se se nenhuma cabine telefônica é uma biblioteca!

Por Natalia Fernandes

Theresa May vai dar início ao Brexit na próxima semana

MINUTO LEGAL: Theresa May deixará o cargo; Eleições Europeias e imigração

Theresa May disse que deixará o cargo de líder conservadora no dia 7 de junho, abrindo caminho para uma disputa para decidir um novo primeiro-ministro. As informações são de BBC.

Eleições europeias de 2019: os cidadãos da UE impedidos de votar no Reino Unido. Muitos reclamaram do recebimento tardio do formulário UC1 e não foram processados a tempo pela autoridade local. Os cidadãos da UE podem votar no país em que vivem, registrando-se para votar e preenchendo o formulário. As informações são de BBC.

Desde segunda-feira, dia 20 de maio, visitantes da Austrália, Canadá, Japão, Nova Zelandia, Singapura, Africa do Sul e Estados Unidos podem usar os portões do ePassport nos postos de controle em todo Reino Unido. A ação tem objetivo de acelerar os controles de fronteira para países de baixo riso, segundo Home Office. As informações são de GOV UK.

Empreiteiras seriam forçados a treinar um trabalhador britânico para cada funcionário estrangeiro contratado. Mais da metade da força de trabalho em Londres (56,3 por cento) vem do exterior, com pouco menos de 50 por cento dos países da UE. As informações são de Independent.

O Home Office anulou a decisão de visto de visita negado ao pai do executivo-chefe do Conselho Escocês de Refugiados, depois de clamor público e repetidas perguntas no parlamento. Sabir Zazai queria que seu pai o visse recebendo um título honorário de doutorado da Universidade de Glasgow por seus serviços à sociedade civil nos últimos 20 anos no Reino Unido. As informações são do The Guardian.

As melhores praias inglesas

Falta menos de um mês para o verão e por isso preparamos uma lista de cinco destinos imperdíveis para curtir a estação

Esqueça tudo que já te falaram sobre as praias da Inglaterra! Claro que elas não são tão bonitas como as do Brasil, mas possuem sua beleza característica e a experiência é incrível. Numa cidade britânica de litoral, normalmente a praia não é a única atração turística, pois a cidade tem muito mais a oferecer.

A contagem regressiva para o verão começou! A estação mais ensolarada do ano começa dia 21 de junho no hemisfério norte, a menos de um mês, e vai até 23 de setembro. Por ser uma ilha, a Inglaterra é literalmente cercada de praias. Tem muitas opções de onde curtir o verão. Para você ir se planejando, preparamos uma lista das melhores praias inglesas.

Se você vai à Inglaterra no verão, visite as praias. Se você mora a Inglaterra, tire cinco finais de semana para ir em cada uma dessas praias e depois nos diga qual gostou mais.

1) Cuckmere Haven

Esta praia pertence ao município de Seaford, a uma hora de trem de Londres. Para acessar a praia é necessário caminhar por 30 minutos numa trilha que segue as curvas do rio Cuckmere. É difícil escolher o que é mais bonito: a trilha ou a praia. Ao invés de areia, você vai encontrar pedrinhas. A cor da água do mar tem tons de azuis vívidos e ao fundo as maravilhosas Seven Sisters, sete montanhas enormes de calcário. Da Cuckmere Haven as pessoas também sobem as montanhas. A vista é deslumbrante.

Foto: Natalia Fernandes
Foto: Natalia Fernandes

2) Brighton

Badalada, Brighton é conhecida como Londres a beira mar. A orla da praia é impressionante, muitos pubs, baladas e o famoso píer. No píer há um parque de diversões com montanhas-russas, carrinho bate-bate e um brinquedo de queda livre que você tem que ir!

Brighton também tem um palácio bem no centro da cidade, além de ruas comerciais, parques, igrejas e casas típicas vitorianas.

3) Bournemouth

Diferente das duas anteriores, Bournemouth possui areia. Ela tem um pouco mais de 11 quilômetros de extensão e chega a lembrar as praias do Brasil. Para quem mora na Inglaterra, é bom para matar a saudade da terrinha brasileira.

A cidade também é linda. O centro, em especial, é encantador. Bournemouth também possui casas vitorianas em frente ao mar, o que deixa tudo bem mais charmoso.

4) Durdle Door e Lulworth Cove

Na chamada “Jurassic Coast” duas praias muito perto uma da outra chamam a atenção dos turistas por suas belezas naturais. A primeira é a Durdle Door, que possui um arco de pedra formado graças as erosões ao longo de milhões de anos. Para chegar são necessários 30 minutos de caminhada.

Perto dali tem a Lulworth Cove, que é uma espécie de piscina formada ao longo de milhares de anos também. Nos dias de sol as pessoas entram na água, mas atenção, mesmo com muito calor a água é extremamente gelada e para nós, brasileiros, é quase impossível de entrar.

As duas praias são cercadas por falésias e a vista para o mar é linda. Recomendamos que você assista ao pôr do sol de lá do alto.

5) Torquay

Os fãs de Agatha Christie vão gostar de visitar Torquay. A escritora nasceu lá no século XIX. Sobre as praias da cidade, todas são encantadoras. A principal delas tem muitos barcos e é linda. O fundo é composto por montanhas com várias casas e prédios construídos nelas. No alto do morro você consegue ter uma visão do mar, dos barcos e das casas que o cerca. Tudo na cidade é elegante e simpático ao mesmo tempo.

Torquay fica no condado de Cornwall e as praias dessa região em geral são muito bonitas. Newquay e Porthcurno são cidades destaques de Cornwall por possuírem praias magníficas.

Por Natalia Fernandes

MINUTO LEGAL: nova votação do acordo de saída, imigração ilegal, aplicação de Settled e mais notícias sobre o Brexit

Theresa May vai colocar o acordo Brexit em votação pela quarta vez

A primeira ministra Theresa May anunciou uma nova votação sobre o acordo do Brexit que vai acontecer na primeira semana de Junho. Será a quarta vez que o Parlamento vota no acordo sobre saída do Reino Unido da União Europeia depois de ser rejeitado em todas as votações anteriores. As informações são de CNN.

Eleições europeias de 2019: o que cada partido pensa sobre o Brexit

As eleições no Reino Unido para o Parlamento Europeu estão se aproximando e os candidatos que disputam as eleições já foram confirmados. Saiba mais sobre como os principais partidos estão se preparando para as eleições de 23 de maio e qual a posição de cada um em relação ao Brexit. As informações são de BBC.

3.500 indianos solicitam visto para o Reino Unido todos os dias

A 12ª edição da Copa do Mundo de Críquete será organizada pela Inglaterra e País de Gales. Provavelmente é por isso que os mais de 3.500 indianos estão solicitando um visto para o Reino Unido (UK) diariamente, de acordo com agências envolvidas na facilitação do visto no Reino Unido. As informações são de Times Now.

Aplicação de Settled da UE não funciona, diz casal barrado no aeroporto

As primeiras falhas no novo esquema de imigração para cidadãos da UE que querem permanecer no Reino Unido depois que o Brexit foi exposto. Um casal que mora em Oxford foi impedido de pegar um vôo de volta da Turquia para o Reino Unido. As informações são de The Guardian.

Imigração ilegal no Reino Unido vai aumentar depois do Brexit, sugere estudo

O relatório da Social Market Foundation disse que fechar as rotas legais de migração depois que o Brexit levaria a mais pessoas tentando entrar e permanecer ilegalmente no Reino Unido. O estudo analisou casos anteriores em que a imigração foi restringida e as políticas de entrada mais rígidas, incluindo a Grã-Bretanha, que acabou com a migração irrestrita dos países da Commonwealth na década de 1960 e os EUA interrompendo um programa para trabalhadores mexicanos em 1965. As informações são de Independent.