Mês: fevereiro 2020

MINUTO LEGAL: notícias sobre o novo sistema de imigração

Quando Nazia Hussein passou seis meses pesquisando identidade de classe e gênero em Bangladesh para seu doutorado na Warwick University em 2009, ela não tinha ideia de que, uma década depois, o Home Office usaria isso para recusar sua solicitação de residência permanente. As informações são de The Guardian.

*

Grã-Bretanha recebeu o maior número de imigrantes de fora da União Europeia desde 2004, em um ano até o final de setembro de 2019. As informações são de Reuters.

*

Depois de deixar oficialmente a União Europeia no mês passado, o Home Office do Reino Unido compartilhou novos regulamentos que exigirão que os músicos da UE solicitem vistos Tier 5 para fazer uma turnê, assim que a transição para o Brexit terminar em dezembro de 2020. As informações são de Hypebeast.

*

Segundo um relatório, até 2030, as empresas britânicas ficarão sem graduados universitários que podem se tornar trabalhadores altamente qualificados, caso as novas políticas de imigração do governo sejam colocadas em prática. As informações são de iNews.

*

Os líderes de pequenas empresas estão alertando para um déficit de 15 anos na equipe de assistência social, a menos que o governo introduza um visto especial para cuidadores. As informações são de Yahoo.

*

O que é um trabalhador qualificado? E outras questões de imigração. As informações são de BBC.

MINUTO LEGAL: novo sistema de imigração em UK

O governo estabeleceu os detalhes do sistema de imigração baseado em pontos do Reino Unido. Os novos acordos entrarão em vigor a partir de 1 de janeiro de 2021, quando a livre circulação com a UE vai terminar. As informações são de LondonHelp4u.

*

Trabalhadores pouco qualificados não receberiam vistos nos planos de imigração pós-Brexit revelados pelo governo. O plano incentiva os empregadores a “deixarem de lado a ” mão de obra barata “da Europa e investir na retenção de funcionários e no desenvolvimento de tecnologia de automação. As informações são de BBC.

*

A migração será limitada a trabalhadores qualificados que tenham uma oferta de emprego, falem inglês e recebam um salário de pelo menos 25.600 libras por ano. As informações são de Telegraph.

*

Cidadãos da União Europeia e seus familiares no Reino Unido não devem ser solicitados a comprovar Settlement Status para acessar serviços de saúde, alugar imóveis ou obter emprego, durante o período de transição, até 1 de janeiro de 2021. As informações são de Free Movement.

*

Priti Patel: Com o Brexit pronto, é hora de entregar o sistema de imigração baseado em pontos prometido e retomar o controle de quem deixamos entrar. As informações são de The Sun.

*

Um garoto de seis anos que viveu no Reino Unido a vida inteira foi impedido de voltar para casa da sua mãe após férias, depois que o Home Office revogou seu passaporte. As informações são de Independent.

*

Houve uma queda de 10% no número de trabalhadores qualificados do exterior que se candidatam para trabalhar em empresas privadas no Reino Unido, desde a votação do Brexit, sugere um novo relatório. As informações são de Metro.

*

Um italiano de 95 anos de idade que está no Reino Unido há 68 anos precisou provar para o Home office que é residente no país, a fim de permanecer após o Brexit, apesar de receber pensão nos últimos 32 anos. As informações são de The Guardian.

Novo sistema de imigração: o que você precisa saber

O Reino Unido está introduzindo um sistema de imigração baseado em pontos a partir de 2021.

 

Solicitação de visto

Novas rotas de imigração serão abertas, a partir do outono de 2020, para pedidos de trabalho, moradia e estudo no Reino Unido a partir de 1 de janeiro de 2021.

 

Trabalhadores qualificados

O sistema baseado em pontos incluirá uma rota para trabalhadores qualificados que tenham uma oferta de emprego de um patrocinador/empregador aprovado pelo Home Office.

A partir de janeiro de 2021, o trabalho que você oferece precisará ter um nível de habilidade exigido de RQF3 ou superior (equivalente ao nível A). Você também precisa falar inglês. O limite salarial mínimo geral será reduzido para £ 25.600.

 

Trabalhadores pouco qualificados

Não haverá uma rota de imigração especificamente para trabalhadores pouco qualificados.

 

Estudantes e graduados internacionais

As rotas de visto de estudante serão abertas para cidadãos da UE, EEE e Suíça.

Uma nova rota de imigração para graduados estará disponível para estudantes internacionais que se formaram no Reino Unido a partir do verão de 2021. Você poderá trabalhar ou procurar trabalho no Reino Unido em qualquer nível de habilidade por até 2 anos.

 

Visitando o Reino Unido

Os cidadãos da UE, do EEE e da Suíça e outros nacionais sem visto não precisarão de visto para entrar no Reino Unido quando visitarem o Reino Unido por até 6 meses.

 

De gov.uk

Registered Traveller: imigração mais rápida para quem viaja com frequência

Os brasileiros que visitaram o Reino Unido pelo menos 4 vezes nos últimos 2 anos podem se registrar para utilizar vias rápidas em diversos aeroportos e estações internacionais de trem.

Só quem já ficou horas na fila de imigração sabe o quanto é tenso e cansativo esperar para poder entrar num país. Passar por isso uma vez ou outra na vida, tudo bem! Afinal, cada país tem suas regras e isso também é para nossa segurança.

Mas se você precisa entrar no Reino Unido com frequência, saiba que pode ser elegível para ter um certificado de Traveller Registred – Passageiro Frequente Registrado, em tradução livre. Além do número de visitas, pelo menos 4* em dois anos, é necessário ter um passaporte válido e visto para entrar no país.

*Cada visita é contabilizada quando o passageiro entra no Reino Unido por outro país, incluindo países da União Europeia. Não entram nesta conta as conexões feitas em UK para outros países.

Passageiros a trabalho é a categoria mais comum a utilizar esta facilidade para entrar no Reino Unido, mas outras finalidades também podem receber esta permissão: acadêmicos, esportistas, consultas médicas e filhos em escola britânica.

Mas qual a vantagem deste registro?

Com o certificado de Registred Traveller, os portadores de passaporte brasileiros podem utilizar as vias rápidas de imigração, como os e-Gates (portões eletrônicos para passaportes com chip) e os guichês de imigração para britânicos e cidadãos da União Europeia.

Estima-se que os passageiros “economizam” aproximadamente 30 minutos, dependendo do movimento no aeroporto ou estação que está chegando. Para quem passa por isso constantemente, um tempinho a menos somado a cada visita equivale a um tempão no período de um ano, por exemplo.

Se você acredita que pode se beneficiar deste serviço, entre em contato conosco e nossos consultores certificados irão avaliar a sua sitação.

LondonHelp4U

Há 18 anos a Londonhelp4U ajuda imigrantes em aplicações de vistos e cidadanias. Nossa equipe especialista gerencia cada detalhe do seu caso para garantir que a aplicação tenha grandes chances de sucesso. Se você deseja mais informações ou quer marcar uma consulta, entre em contato conosco: UK 020 7636 8500, Brasil (11) 3283 0906, HelpLineUK 24h + 44 78 91764830 ou por e-mail: info@londonhelp4u.co.uk

Artigo publicado originalmente na Revista Brasil na Mão.

Imagem: FreePik

MINUTO LEGAL: as Notícias sobre imigração e Brexit

Um italiano de 101 anos, que está em Londres desde 1966, aplicou para o Setlement Scheme para permanecer no país após o Brexit e recebeu um pedido do Home Office para que seus pais confirmassem sua identidade. As informações são de The Guardian.

*

NAÇÃO DE IMIGRAÇÃO A imigração não qualificada cairá 90.000 sob os planos de Boris Johnson para a imigração baseada em pontos no estilo australiano. As informações são do The Sun.

*

Boris Johnson deve ignorar os especialistas do próprio governo e lançar um sistema de imigração “inútil”, baseado em pontos, no estilo da Austrália. As informações de Independent.

*

“Em casa, eu temia a guerra. Aqui eu temo o Home Office”: as mulheres refugiadas deixadas na pobreza no Reino Unido. As informações são de The Guardian.

*

Casais forçados a viver a milhares de quilômetros de distância por regras cruéis de imigração levaram sua luta pelos direitos da família ao Home Office. Um grupo de ativistas participou de um “lobby do Dia dos Namorados”, para enviar uma petição exigindo que o requisito de renda mínima fosse descartado. As informações são de Morning Star.