Brexit: registros dos europeus que vivem no Reino Unido deve começar até fim de 2018

O registro dos 3 milhões de cidadãos europeus que vivem no Reino Unido deverá começar até o final do próximo ano, segundo informações do “The Guardian”.

Amber Rudd, secretária do Interior, disse que o registro será realizado pelo Home Office, que já cuida do departamento de imigração do Reino Unido. Rudd declarou que 1.200 funcionários serão recrutados até abril para fornecer um processo de registro “mais fácil”. O governo teria disponibilizado £ 50 milhões para financiar os custos de preparação deste novo sistema de registro.

Rudd tentou tranquilizar os deputados diante do recente ceticismo sobre a capacidade do Home Office de realizar o registro de 3 milhões de cidadãos da UE. Recentemente, houveram diversos casos de erros do Home Office, como o das cartas de deportação enviadas a europeus residentes no Reino Unido, o que coloca em cheque a reputação do orgão.

A secretária do Interior disse que serão aceitos pedidos para o “settled status” para os eurpeus que se qualifiquem. Serão feitas verificações on-line com os registros da HM Revenue and Customs / Department for Works and Pensions com o consentimento do requerente, além de comprovante de identidade e antecedentes criminais.

Aqueles que apresentarem antecedentes criminais ou não tiverem as verificações de identidade comprovadas, poderão ter seus pedidos rejeitados.

Amber Rudd confirmou que os detalhes sobre o direito ao reagrupamento familiar de cidadãos da UE no Reino Unido ainda não foram acordados nas negociações. Estes incluem a introdução de uma renda mínima para trazer cônjuges não-europeus para a Grã-Bretanha. A secretária tambem disse que ocorreram erros do Home Office em casos individuais, para os quais foram enviados pedidos de desculpas.

Ativistas que fazem campanha pela preservação dos direitos dos cidadãos europeus, como o grupo 3million, dizem que não querem que o Home Office esteja envolvido no processo de registro, pois o departamento pode cometer erros graves. “No momento, o 3million não tem confiança no Home Office registrando 3 milhões de pessoas e essa é uma das questões-chave “, declarou o grupo.

Rudd confirmou que um documento técnico do Home Office sobre imigração deve ser publicado antes do final deste ano.

*foto BBC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *