Categoria: Curiosidades

Os 5 melhores espetáculos em cartaz em Londres

Assistir uma peça teatral na terra de Shakespeare é uma experiência única

Engana-se quem pensa que os melhores espetáculos teatrais estão na Broadway! Londres não decepciona nunca, nem quando o assunto é teatro. Os melhores e mais famosos estão na região de West End, a “Broadway de Londres”, como dizem algumas pessoas. O primeiro teatro da região é de 1663.

Apesar de um pouco caro, assistir um espetáculo teatral em Londres é um programa imperdível! Prepare-se para rir e se emocionar com essas peças que contam com elencos enormes, efeitos especiais e muitos, mas muitos figuros! Confira as 5 mais bem avaliadas pelos espectadores:

1 – Phantom of the Opera (O Fantasma da Ópera)

O espetáculo está em cartaz em Londres há 30 anos e sempre foi sucesso de bilheteria. O enredo é uma história de amor: um fantasma habita o subsolo da Ópera de Paris e se apaixona por uma das cantoras do coral. Tem muitas reviravoltas e uma pitada perfeita de drama. As músicas são lindas, mas bem difíceis de entender por conta do inglês cordial. A recomendação é pesquisar sobre a história ou até assistir o filme antes para que no dia do espetáculo você possa curtir cada detalhe desta obra de arte! O Fantasma da Ópera está em cartaz no Her Majesty’s Theatre.

Divulgação

 

2 – Les Miserables (Os Miseráveis)

Outro clássico que nunca sai de moda (ainda bem!). Os Miseráveis é um livro clássico do francês Victor Hugo e mostra a grande desigualdade social e injustiça na França anos antes da Revolução Francesa. Este já este em cartaz há 35 anos em Londres, mas foi reformulado em algumas coisas no ano passado. Você pode assisti-lo no Sondheim Theatre.

Divulgação

 

3 – Mamma Mia

Sabe aquele espetáculo que mexe tanto com você que dá vontade de dançar e cantar junto? Este é Mamma Mia, o musical em cartaz há 20 anos em Londres. Além de perfeitamente dinâmico, o espetáculo é leve e muito engraçado. As piadas possuem o tom certo e a história é envolvente e apaixonante. As músicas são super famosas: Dancing Queen, Take a Chance On Me, Super Trouper… Ele está em cartaz no Novello Theatre.

Divulgação

 

4 – The Lion King (O Rei Leão)

O musical também está em cartaz há mais de 20 anos. A história é exatamente a mesma exibida na animação e na live action nos cinemas, mas mesmo assim surpreende o público. Isso por ser muito emocionante e envolver o público de uma maneira que o cinema não consegue. Você pode assisti-lo no Lyceum Theatre, um dos maiores teatros de Londres.

Divulgação

 

5 – Mary Poppins

Desta lista, este é o espetáculo que está a menos tempo em cartaz: desde 2004. Mary Poppins é a famosa babá com superpoderes. Sua metodologia para cuidar das crianças assusta e encanta os adultos e os pequenos. Este espetáculo está em cartaz no Prince Edward Theatre.

Divulgação

Por Natalia Fernandes

Know how non-citizens get a visa

MINUTO LEGAL: Brexit, crise na realeza e imigração

Muitos trabalhadores da UE parecem estar atrasando o envio de inscrições porque acreditam erroneamente que serão rejeitados porque ganham menos de £ 30.000. As informações são de Independent.

*

A decisão de Meghan Markle de se mudar para o Canadá poderia afetar seu pedido de obtenção da cidadania britânica sob as regras do Home Office. As informações são de Daily Mail.

*

Uma assessora da realeza divulgou um comunicado dizendo que não há alteração no pedido da duquesa no momento e que ela ainda pretende se tornar uma cidadã britânica. As informações são de Business Insider.

*

As regras de imigração são “excessivamente complexas e impraticáveis”, de acordo com a Comissão de Direito, que recomenda simplificá-las para economizar ao governo £ 70 milhões na próxima década. Os regulamentos quadruplicaram desde 2010 e são “amplamente criticados por serem mal elaborados”, diz o órgão, que aconselha os ministros a atualizar a lei. As informações são de The Guardian.

*

Boris Johnson cumprirá sua promessa de não estender o período de transição e quais são as consequências disso para o tipo de acordo que pode ser feito? Ele cumprirá sua promessa de não alinhar o Reino Unido com as regras e padrões da UE e quais são as consequências para a economia do Reino Unido? A UE continuará a insistir nesse jogo que continuamos ouvindo e quais são as consequências disso para os planos do primeiro-ministro para o Brexit? As informações são de Independent.

*

Os apoiadores do Brexit receberam permissão para uma festa na Parliament Square em Londres, no momento em que o Reino Unido deixa a UE em 31 de janeiro. O evento, organizado pela Leave Means Leave, deve ocorrer entre as 21:00 e as 23:15 GMT. O Reino Unido deixará a UE às 23:00 GMT, 47 anos depois de ingressar na então Comunidade Econômica Européia em 1973. As informações são de BBC.

*

Haverá verificações nas fronteiras dentro do Reino Unido sob o acordo do Brexit negociado por Boris Johnson, afirmou o principal negociador da UE. Michel Barnier confirmou que haverá “verificações e controles” entre a Grã-Bretanha e a Irlanda do Norte sob o acordo que governará a saída do Reino Unido da UE. As informações são de Independent.

5 castelos impressionantes na Escócia

Visitar castelos por si só já é um passeio incrível, melhor ainda ter a Escócia como cenário!

Ahh, a Escócia…! O país parece ser paisagem de conto de fadas e uma das experiências fantásticas para os viajantes é visitar os castelos do país. Que tal começar o ano novo com um roteiro de construções esplêndidas pelo país?

São mais de 100 castelos espalhados por toda Escócia. Tem uns bem perto dos centros das cidades, outros nem tanto. Mas opções não faltam.

Visitar castelo é o passeio ideal para quem gosta de história e de admirar construções incrivelmente imponentes. Gostou da ideia? Conheça então esta lista de 5 castelos impressionantes na Escócia:

1 – Castelo de Edimburgo

Bem no centro da capital escocesa, um castelo encantador. No alto de rochas, o Castelo de Edimburgo merece todos aplausos dos visitantes, seja por sua beleza, seja por sua história. Ele é o ponto turístico mais visitado de toda Escócia. Foi construído no século XII e a estrutura reconstruída ou reformada alguma vezes. Lá já moraram reis e rainhas marcantes para a história do Reino Unido.

2 – Castelo de Glamis

O Castelo de Glamis lembra muito os castelos de histórias e filmes encantado, com suas torres arredondadas, paredes avermelhadas e telhas cinzas. Mesmo assim, o castelo é considerado mal-assombrado, com fantasmas e armas perdidas. Mas vale a pena deixar a crença de lado para conhecer este lugar esplendido.

3 – Castelo de Balmoral

Há 160 anos, esta é a residência oficial de férias da família real. Todo verão, depois de um longo ano morando no Palácio de Buckingham, a rainha e seus familiares vêm ao Castelo de Balmoral passar as férias. Ele foi construído em 1390 e ampliado pela Rainha Vitória. Quem deseja conhecer o castelo e os jardins por dentro pode fazer entre os meses de abril e junho.

4 – Castelo de Urquhart

Quem visita a região de Inverness, principalmente o Lago Ness, pode estender o passeio até o Castelo de Urquhart. Segundo a lenda, é exatamente as margens deste castelo que vive o famoso e temido Monstro do Lago Ness. Hoje o castelo está abandonado e caindo as ruínas, mas lá já foi casa de muitas pessoas importantes de séculos anteriores. Este é o terceiro ponto turístico mais visitado de toda Escócia, já que quem visita o Lago Ness sempre passa para conferir o marcante e chamativo castelo às margens do lago.

5 – Castelo de Stirling

A linda arquitetura renascentista e sua localização no alto de uma colina chama a atenção dos turistas para o Castelo de Stirling. Ele fica a apenas uma hora de Edimburgo e, quem está viajando pela capital, pode ser aventurar um dia pela região de Stirling. Neste castelo, as grandes muralhas de defesa também chamam e atenção. Muitos reis e rainhas antigos já moraram no local.

Por Natalia Fernandes

Os 5 Primeiros-Ministros mais marcantes do Reino Unido

Nesta semana de eleições, conheça os 5 primeiros-ministros mais marcantes da história britânica

Na última quinta-feira (12) tivemos eleições aqui no Reino Unido. Além de renovar a Câmara dos Comuns – o que seria equivalente ao Congresso Nacional, no Brasil – os britânicos também escolheram o primeiro-ministro do país.

O cargo existe desde 1721 e tem como função ser o líder da Câmara dos Comuns e do país. Os poderem que, teoricamente, são da Coroa, passam a ser exercidos pelo primeiro-ministro. Obrigatoriamente, todo primeiro-ministro deve morar na Downing Street, casa 10.

Preparamos uma lista de primeiros-ministros mais marcantes na história de todo Reino Unido. Confira:

 

 

  • Sir Robert Walpole

Ainda que em 1721 o cargo “primeiro-ministro” não tivesse esse nome, Robert Walpole, o Conde de Oxford, foi o primeiro a ocupá-lo. Ele serviu o país por 39 anos. Depois que saiu do cargo, ele foi acusado de corrupção e chegou a ser preso por um curto período.

Desde Walpole, o Reino Unido já teve 53 primeiros-ministros

https://www.flickr.com/photos/number10gov/8699156564/ – Number 10

 

  • Winston Churchill

Quando o Reino Unido passou por um dos maiores desafios de sua história, a Segunda Guerra Mundial, Winston Churchill era primeiro-ministro. Seu legado exitoso marca a Inglaterra até hoje. Porém, quando a guerra acabou, sua popularidade caiu, principalmente por sua implicância com o Partido Trabalhista.

BiblioArchives / LibraryArchives

 

  • Margaret Thatcher

Thatcher foi a primeira mulher a ocupar o cargo de primeira-ministra não só no Reino Unido, como em toda Europa. A Inglaterra passava por grave crise econômica quando ela assumiu, na década de 70. Por causa de sua personalidade, mas principalmente pelas duras reformas que fez no Reino Unido, ela ganhou o apelido de “Dama de Ferro”.

  • Clement Attlee

Em geral, os britânicos classificam Clement Attlee como o melhor primeiro-ministro que o Reino Unido já teve. Isso porque ele assumiu logo com um Reino Unido destruído economicamente pela guerra e o levou a outro patamar, recuperando a economia do país. Outro grande legado de Attlee foi a criação do Serviço Nacional de Saúde, o sistema gratuito de saúde do Reino Unido.

Desconhecido – 1957 Michiganensian, p. 39

 

  • Lord North

Embora a maioria dos primeiros-ministros desta lista foram marcantes para a história do Reino Unido por coisas boas, há aqueles que se destacaram negativamente. Foi o caso do Lord North, que governou entre 1770 e 1782. Ele ficou conhecido como o primeiro-ministro que perdeu a América! Sua política externa era tão ruim que levou a França, Holanda e Espanha a apoiar os Estados Unidos e fazer com que a Independência colonial acontecesse.

 

Por Natalia Fernandes

MINUTO LEGAL: eleições, Brexit e imigração

A saída do Reino Unido da UE seria de fato a data de início de uma enorme negociação. As informações são de The Guardian.

*

Todos os migrantes merecem apoio – não apenas os ‘bons’ – Furaha Asani. Por ser acadêmica, minha possível deportação causou indignação. Mas existem milhares de outros na minha posição. As informações são de The Guardian.

*

‘Um labirinto estonteante’: como o sistema de imigração do Reino Unido é preparado para rejeitar. As informações são de The Guardian.

*

EU Settled Status para familiares de pessoas com dupla cidadania. Um novo questionamento sobre as regras do Settled Status para os cidadãos da UE e suas famílias após o Brexit. As informações são de Free Movement.

*

Mais de 250 empresários britânicos assinaram uma carta aberta pedindo ao próximo governo que implemente uma série de reformas para ajudar o setor de startups do Reino Unido. O apelo, chamado de Manifesto de Startup, pede uma reforma do sistema de vistos para que as startups pudessem atrair os melhores talentos sem burocracia. As informações são de City AM.

*

Conservatives, Liberal Democrats, Greens, the Brexit party and Plaid Cymru na preparação para as eleições gerais de 2019 no Reino Unido. Quais são as suas políticas sobre imigração? As informações são de The Guardian.

*

EUA preferem Brexit sem acordo, conforme mostra documentos obtidos pelo partido Trabalhista. As informações são de The Guardian.