Categoria: Dicas de Imigração

Apostila de documentos emitidos em UK

Você já teve que apostilar um documento? Parece confuso, né? Mas é um serviço simples, que o CartórioHelp4u pode fazer para você, aqui no Reino Unido. Vem com a gente para saber mais sobre isso.

Chamada popularmente de Apostila de Haia, este processo faz parte de um acordo entre países para reconhecimento de documentos. É uma convenção que permite que um documento seja reconhecido dentro dos países membros. Mais de 150 países fazem parte deste acordo, incluindo Reino Unido, França, Irlanda, Espanha, Portugal, Itália e o Brasil, claro.

Se você mora no Reino Unido e precisa apresentar um documento do Brasil, em alguma instituição daqui, este documento deve ser apostilado para que tenha validade fora do território Brasileiro.

Certidão de nascimento, casamento ou divórcio, por exemplo, só serão aceitos aqui, se apresentarem o selo da Apostila de Haia. Um documento sem apostila, fora do país que foi emitido, é só mais um pedaço de papel.

Nós do CartórioHelp4u estamos aqui para te ajudar a entender o que é um documento apostilado e como fazer a apostila.

Não fique confuso com processos burocráticos, entre em contato e nós resolvemos tudo rapidinho pra você.

LondonHelp4U

Somos uma empresa de imigração de 18 anos de experiência em vistos e cidadanias para o Reino Unido.

Quer falar com a gente? Nos contate por e-mail info@londonhelp4u.co.uk .Tire suas dúvidas, marque uma consulta, torne processos burocráticos fáceis e rápidos com a ajuda da #LH4U.

brexit

Minuto Legal: Casos de imigração e as últimas do Brexit

Uma médica residente que passou mais da metade de sua vida no Reino Unido diz que recebeu uma carta com prazo de uma semana para deixar o país ou enfrentar a deportação. As informações são de Sky News.

*

Os filhos de uma professora de Oxford tiveram os vistos recusados para se juntar a ela no Reino Unido. A família dos EUA se dividiu enquanto o Home Office torna cada vez mais difícil para acadêmicos estrangeiros trabalharem em universidades do Reino Unido. As nformações são de The Guardian.

*

Uma aluna de doutorado que realiza pesquisas pioneiras em câncer de próstata está enfrentando uma prisão no Reino Unido por causa de um erro administrativo em seu pedido de visto. As informações são de Independent.

*

A União Europeia está “aberta, mas não convencida” com as novas propostas do primeiro-ministro britânico para um acordo do Brexit. As informações são de BBC.

*

Documentos do governo submetidos ao Tribunal dizem que o primeiro-ministro enviará uma carta solicitando uma extensão do artigo 50, em caso de não haver acordo com a UE – apesar da insistência repetida de Johnson em que ele nunca atrasará o Brexit. As informações são de Independent.

 

Imagem: FreePik

certidões cartório

Emissão de certidões no Brasil, Itália e Portugal

Você tem mais de uma cidadania? Todos os passaportes no prazo de validade? Está com suas obrigações civis em dia, em todas suas nacionalidades? Fique tranquilo na hora de pedir a emissão de certidões 😉

 

Nas situações mais diferentes das nossas vidas precisamos de um documento novo para comprovação de tudo que acontece com a gente. Este tipo de burocracia geralmente demora e complica nossa rotina. Mas o CartórioHelp4U facilita a vida dos imigrantes, com a emissão e averbação de diversas certidões no Brasil, Reino Unido, Itália, Espanha e Portugal.

certidões cartório

 

As certidões de casamento e nascimento são os documentos mais solicitadas e são exigidas para diferentes finalidades e em várias instituições.

Você pode precisar das certidões brasileiras a qualquer momento aqui no Reino Unido. Estes documentos são exigidos em processos de visto, imigração e também para pedidos de algumas cidadanias europeias.

Atenção!

Um imigrante que saiu do Brasil solteiro e se casou aqui na Europa, deve registrar essa alteração de estado civil lá no Brasil também. Caso contrário, pode acarretar grandes problemas com a justiça e código civil do país.

Você já imaginou ter que ir até o Brasil somente para averbar seu casamento ou divórcio na certidão? A gente te ajuda e entrega  seu documento aqui no Reino Unido.

Ficou na dúvida se precisa de alguma certidão? Conta pra gente o seu caso e gente te ajuda a encontrar o melhor caminho.

 

Imagem: FreePik

tier 4 to tier 2

Tier 4 para Tier 2: permaneça em UK após graduação

Substitua seu visto de estudante Tier 4 para visto de trabalho Tier 2

Quando você está prestes a terminar uma graduação, muitos pensamentos podem nublar sua mente: empregos, carreira e, claro, seu visto. Se você está estudando no exterior, você claramente valoriza uma experiência internacional e não deve perder nenhuma oportunidade de permanecer no Reino Unido e melhorar sua vida profissional.

Neste momento, você provavelmente passou por toda a pressão que a universidade pode criar em alguém e nós parabenizamos a sua conquista. É muito importante manter isso em mente quando você deseja seguir uma carreira e não deixar que nada impeça que seus sonhos se tornem realidade.

O trabalho mais difícil é conseguir um emprego!

Se o seu visto atual é o Tier 4, a próxima etapa é receber uma oferta de emprego de uma empresa licenciada pelo Home Office para patrocinar trabalhadores com visto Tier 2. Depois disso, você estará muito perto de ficar no Reino Unido (com sua família ou dependentes!).

O Tier 2 é um visto do Points Based System  (sistema baseado em pontos) e você deve obter pontos por atributos – isso inclui ter um certificado de patrocínio válido, habilidade no idioma inglês e recursos financeiros.

A decisão é dada geralmente dentro de 8 semanas da data da inscrição, se você usar o serviço padrão. Após a aprovação, é possível permanecer no Reino Unido por até 5 anos.

Importante: verifique se o seu visto atual ainda é válido antes de solicitar o novo visto. Você não deve viajar para fora do Reino Unido até a decisão da sua aplicação.

Graduado > Tier 4 válido > Empresa patrocinadora > Aplicação Tier 2 > Sucesso!

A LondonHelp4U prepara pedidos de visto há 18 anos. Este serviço inclui todos os conselhos e trabalhos necessários para um aplicativo de imigração. Nossa equipe de especialistas gerencia todos os detalhes da sua aplicação para garantir que, uma vez enviada, a sua inscrição tenha a maior chance possível de ser bem-sucedida.

020 7636 8500

Help Line: 07891764830

info@londonhelp4u.co.uk

Cidadania Europeia por Casamento

Um Amor e Um passaporte – Cidadania Europeia por Casamento

Quando uma mulher acha uma paixão num outro porto, bem longe do Brasil, passa por infintivas provas de amor. Diferentes culturas, uma língua nova, um mundo novo para conhecer e diversas outras situações para desbravar… mas as dificuldades não param por aí e não só de sentimentos sobrevive um relacionamento internacional.

Começar uma nova vida no exterior requer muitas mudanças. Começar um casamento, com estrangeiro, em outro país, requer mudanças ainda mais profundas. E apesar de todo amor e envolvimento emocional não dá para esquecer das questões legais de se casar com alguém fora do Brasil.

Neste momento a pergunta que surge é: sou brasileira e casei com europeu, tenho direito a cidadania?

Se você casou com cidadão italiano há pelo menos 3 anos ou tem filhos maiores de 18 meses, pode solicitar a cidadania. É importante que o A.I.R.E do cidadão italiano esteja atualizado com o endereço em que ele mora. Para brasileiros, a dupla nacionalidade deverá ter sido adquirida há pelo menos 1 ano. Além disso, o pedido de cidadania por casamento exige certificado de proficiência da língua italiana.

A cidadania portuguesa por casamento conta com um critério fácil para as brasileiras: conhecer a língua portuguesa. Outros casos serão avaliados, como se o casal tem ou não filhos e tempo de matrimônio, além de outros vínculos com o país, como ter ido a Portugal alguma vez, por exemplo.

Na Suíça, o pedido de cidadania só pode ser feito depois de 3 anos de casados. Além de comprovar tempo de residência no país, é preciso ter domínio de uma das línguas, alemão ou francês, e outros critérios legais.

Para aplicação da cidadania francesa, o casamento deve estar válido no momento do pedido (outros países permitem pedidos de cidadania após divórcio). Também é necessário teste de proficiência de língua francesa e comprovar conhecimento cultural do país. É importante saber que o cidadão francês deve ter a nacionalidade a partir da data do casamento.

A cidadania polonesa não e tão facil de conseguir. Uma vez casada com polonês, a brasileira pode adquirir a cidadania polonesa desde que esteja casada há pelo 3 anos e viver 4 anos na Polônia – com visto temporário e residência permanente.

O casamento com irlandês dá direito a cidadania também, para a brasileira obter este passaporte deverá viver 3 anos no país, sendo 1 ano initerrupto, anterior ao pedido da cidadania.

Para o casamento com espanhol, basta que o casal viva legalmente na Espanha por 1 ano e tenha pelo menos o mesmo tempo de matrimônio, para que a brasileira possa adquirir cidadania espanhola. Essa facilidade é devido a acordos entre Brasil e Espanha.

No Reino Unido, a cidadania britânica não está diretamente relacionada ao casamento, mas sim ao tempo de residência da estrangeira casada com cidadão britânico. É necessário a aplicação de outros vistos, até obter a  residência definitiva e então ser elegível para pedido de naturalização.

Os principais critérios para adquirir a cidadania por casamento da Alemanha são teste de naturalização e idioma, residência no país e pelo menos 2 anos de casamento.

Ah, claro que temos diversos casais brasileiros apaixonados na mesma situação, onde um dos brazucas também é cidadão europeu. Neste caso, nada muda, os direitos dos parceiros permanecem os mesmos, de acordo com a nacionalidade.

Tenha em mente que se o casamento é entre pessoas do mesmo sexo a regra não modifica nos países citados. Para cidadania italiana, porém, não se aplica a regra dos filhos, já que a adoção entre casais homossexuais não é permitida na Itália.

Não esqueça: para TODAS as cidadanias o casamento precisa ser registrado no país que originará a nacionalidade.

*Texto originalmente publicado na revista Do Outro Lado do Mundo