Categoria: Notícias Variadas

Minuto Legal: Reino Unido permanecerá como estado-membro da União Europeia até 31 de outubro

Reino Unido permanecerá como estado-membro da União Europeia até 31 de outubro

Decisão foi tomada no encontro dos líderes da União Europeia, com a opção de o Reino Unido sair mais cedo do bloco se a Primeira Ministra Theresa May garantir o apoio do Parlamento ao acordo Brexit. As informações são do The Guardian.

O governo começou a distribuir passaportes britânicos que não trazem as palavras “União Europeia”

A palavras estavam faltando nos passaportes emitidos esta semana já que o governo havia se preparado para o Brexit inicialmente em 29 de março. O Home Office disse que alguns passaportes com as palavras União Européia ainda seriam emitidos enquanto o estoque restante estivesse esgotado e que membros do público não poderiam escolher entre os dois. As informações são do Independent.

Home Office rejeita mais de 70% dos pedidos de isenção de taxas para pedidos de imigração

Mais de 70% dos pedidos de isenção de taxa de imigração e nacionalidade do Reino Unido, feitos por pessoas que dizem enfrantar dificuldade financeira, são rejeitados. Advogados e ativistas dizem que os “números chocantes” são indicativos de uma cultura de descrença dentro do Home Office e da complexidade do processo de inscrição. As informações são do The Guardian.

Carteira de identidade é uma possibilidade após Brexit, diz ministro da imigração do Reino Unido

Os ministros poderiam potencialmente considerar algum tipo de sistema de carteiras de identidade pós-Brexit para o Reino Unido, disse o ministro da Imigração, e acrescenta que isso seria uma resposta à enorme complexidade das regras de residência assim que o livre movimento terminar. As informações são do The Guardian.

 

Minuto Legal: Cresce número de brasileiros que decidem viver no exterior

Os últimos dados da Receita Federal mostram que 22,4 mil pessoas entregaram a declaração de saída definitiva do país no ano passado. Em 2017, foram 21,2 mil. A declaração definitiva é obrigatória para quem vai morar no exterior. Os registros de entrega cresceram de forma acentuada a partir de 2014, até então, os pedidos de saída definitiva não superavam 10 mil.

O Reino Unido pede EU uma nova prorrogação até 30 de junho

A Theresa May escreveu à União Européia para solicitar mais um atraso ao Brexit até 30 de junho. O Reino Unido deve sair da UE em 12 de abril e, até agora, nenhum acordo de retirada foi aprovado pelos parlamentares. O primeiro-ministro propôs que se os parlamentares do Reino Unido aprovarem um acordo a tempo, o Reino Unido deve poder sair antes das eleições parlamentares europeias em 23 de maio. As informações são da BBC.

O Brexit custou economia £ 550 milhões por semana desde o referendo

O Brexit custou à economia britânica £ 550 milhões por semana desde o referendo, segundo um relatório. A Standard & Poor’s sugeriu que, desde a votação de junho de 2016, 3% foram cortados do PIB. Isso equivale a “perdoar a atividade econômica” de 6,6 bilhões de libras em cada um dos 10 trimestres desde o referendo, ou 66 bilhões de libras, segundo a agência de classificação de crédito. As informações são do Standard.

O Home Office fatura 2 milhões de libras por mês com as taxas de cidadania da criança

O Home Office faz £ 2 milhões por mês de taxas de cidadania infantil, segundo jornal. Dados obtidos por meio de um pedido de liberdade de informação por parte do grupo comunitário Citizens UK, revelam que o departamento arrecada 24 milhões de libras por ano – ou cerca de 500.000 libras por semana – sob a acusação de registrar cidadania britânica. Isso é o equivalente a 71.429 libras por dia. As informações são do Independent.

Minuto Legal: Parlamento rejeita acordo de saída pela terceira vez

Os deputados rejeitaram o acordo de retirada da Theresa May da UE no dia em que o Reino Unido deveria deixar a UE, 29 de março. O governo perdeu por 344 votos a 286, uma margem de 58. Isso significa que o Reino Unido perdeu o prazo da UE para atrasar o Brexit até 22 de maio e sair com um acordo. May agora tem até 12 de abril para buscar uma extensão mais longa do processo de negociação para evitar um Brexit sem compromisso nessa data.

Jeremy Corbyn pede a renúncia de Theresa May

O líder da oposição trabalhista Jeremy Corbyn pediu que Theresa May renunciasse e convocasse uma eleição depois que os deputados rejeitaram seu acordo de retirada da UE. Após a derrota, Theresa May disse que a rejeição – por 344 votos a 286 teria implicações “graves” e o “descumprimento legal” se Reino Unido saísse em 12 de abril.

Empresas estão devastadas pelo resultado da votação do Brexit

Grupos empresariais disseram estar “devastados” depois da última rejeição do plano de retirada da UE do primeiro-ministro. Eles pediram aos parlamentares e ao governo que encontrem uma solução e evitem o “pesadelo” de um Brexit sem contrato.”A reputação do Reino Unido, os empregos e a subsistência das pessoas estão em jogo”, disse o vice-diretor-geral do CBI, Josh Hardie. As informações são da BBC.

UE diz que completou seus preparativos para um Brexit sem acordo

A UE disse que os preparativos para um não-acordo Brexit  foram concluídos e alertou que é “cada vez mais provável” que o Reino Unido siga este caminho. Em um comunicado divulgado na segunda-feira, a Comissão Européia  (CE) disse que “o trabalho de prontidão e contingência”, que a UE vem realizando desde dezembro de 2017, foi concluído. O anúncio vem dias depois que os líderes da UE concordaram com um pedido de Theresa May  para estender a data do Brexit no Reino Unido. As informações são do Independent. 

Minuto Legal: UE concorda com o plano de adiamento do Brexit

Os líderes da UE concordaram com um plano para adiar o processo do Artigo 50, adiando o Brexit para além de 29 de março. O Reino Unido terá um prazo até 22 de maio, se os parlamentares aprovarem o acordo de retirada negociado com a UE na próxima semana. Se não o fizerem, a União Européia apoiará um prazo mais curto até 12 de abril, permitindo que o Reino Unido consiga o acordo ou “indique um caminho a seguir”. As informações são da BBC.

Home Office fracassou totalmente na detenção de imigrantes, aponta comissão

A abordagem do Home Office para a detenção de imigrantes é descuidada e arrogante e levou as pessoas a serem erroneamente detidas, concluiu uma comissão parlamentar. O comitê seleto de assuntos internos disse em um relatório contundente que o departamento havia supervisionado graves falhas em quase todas as áreas do processo de detenção de imigração.

O relatório conclui que o Home Office “fracassou totalmente” em sua responsabilidade de supervisionar a detenção segura e humana de pessoas no Reino Unido. Yvette Cooper, presidente do comitê, disse: “Este inquérito encontrou sérios problemas em todas as partes do sistema de detenção de imigração.” As informações são do The Guardian.

A petição “Cancelar o Brexit” passa 2 milhões de assinaturas no site do Parlamento

Uma petição pedindo Theresa May para cancelar o Brexit, revogando o artigo 50 ultrapassa os dois milhões de assinaturas. O comitê de petições do Parlamento twittou que a taxa de assinaturas era “a mais alta que o site já teve que lidar”, após o site fica fora do ar temporário. Downing Street informou que a primeira ministra “disse que ela não vai tolerar a revogação do artigo 50”. As informações são da BBC.

Ministro da UE da França nomeou seu gato “Brexit” porque ele mia alto para ser solto, mas não sai de casa quando a porta está aberta

A ministra de Assuntos Europeus da França diz que nomeou seu gato “ Brexit ” devido à sua natureza indecisa. Nathalie Loiseau disse ao Le Journal du Dimanche que seu animal de estimação mia alto a ser liberado a cada manhã, mas depois se recusa a sair quando abre a porta. “Ele me acorda todas as manhãs miando até a morte porque ele quer sair, e então, quando abro a porta, ele fica parado, indeciso, e então me encara quando o ponho para fora”, disse Loiseau. Os comentários do líder do governo francês nas negociações do Brexit se antecipam à decisão dos líderes da UE de estender o período de negociação do Brexit a pedido do Reino Unido. As informações são da Independent.

17 vilarejos britânicos que você tem que visitar

Por Natalia Fernandes

Desconhecidas dos turistas e impressionantemente bonitas, essas vilas vão te fazer querer escapar dos grandes centros urbanos britânicos

Quando alguém fala Reino Unido normalmente as pessoas pensam em Londres, Edimburgo ou no máximo nas famosas e desertas pedras Stonehenge. Mas você sabia que é nas pequenas cidades que você vai conseguir uma autêntica experiência britânica? Existem muitos vilarejos no interior que poucos turistas conhecem, mas que com certeza vale a pena o descolamento. Se procura beleza, tranquilidade e locais amigáveis, com certeza você deve conhecer esses vilarejos.

Aqui você vai encontrar lagos, casas de séculos atrás, arquitetura encantadora, montanhas, charme e comidas típicas saborosas. Sem contar que o custo de vida é muito mais barato que em Londres, então se prepare para gastar menos do que o esperado, tanto com acomodação, alimentação e transporte.

Se você visita o Reino Unido ou até mesmo mora, tire um tempo para visitar esses lugares:

  • Bibury, Cotswold, Inglaterra

Com casas que nos fazem sentir dentro de um conto de fadas, Bilbury encanta os turistas. Esta rua da foto é a Arligton Row e você precisa passar por ela!

  • Eton, Berkshire, Inglaterra

A 40 minutos de Londres e mais perto ainda do Castelo de Windsor, Eton é uma vila que merece ganhar um dia no seu roteiro. As construções antigas e típicas britânicas surpreendem os visitantes.

 

  • Crail, Fife, Escócia

A Vila de Pescadores fica no sudeste da Escócia. Aqui você pode comer o tradicional prato britânico fish and chips fresquinho, além de conhecer sobre pesca e apreciar as belezas da região.

  • Castle Combe, Wiltshire, Inglaterra

Com casas e chalés deslumbrantes, Castle Combe é um dos vilarejos mais bonitos e tradicionais de todo Reino Unido. As ruas e as casas de pedra dão charme ao lugar, sem contar que lá tem salões para tomar chá com biscoitos durante a tarde. Nada mais inglês do que isso!

  • Bourton-on-the-Water, Gloucestershire, Inglaterra

Digna de cenário de filme, essa vila com casas lindas vai te encantar. Tire muitas fotos, principalmente se o dia estiver ensolarado.

  • Cerne Abbas, Dorset, Inglaterra

Pequeno e histórico, Cerne Abbas é um local que nos faz voltar na famosa Era Pagã Inglesa. Lá tem uma estátua pagã da fertilidade e ela foi criada há milhares de anos e continua do mesmo jeito até hoje. Se você gosta de voltar no tempo, Cerne Abbas é o lugar certo.

  • Yalding, Kent, Inglaterra

Se procura por um descanso da cidade grande, que tal Yalding? O vilarejo fica a uma hora de Londres e é uma boa pedida para quem procura paz e beleza ao mesmo tempo.

  • Polperro, Cornualha, Inglaterra

Paraíso das gaivotas, Polperro é uma vila litorânea cheia de montanhas e pedras. O charme das casas brancas com janelas coloridas vai ficar na sua memória para sempre.

  • Lacock, Wiltshire, Inglaterra

Sabe aqueles chalezinhos tortos e telhados de palha que, de tão antigos, você acha que nem existem mais? Pois é, você com certeza encontrará essas casinhas por toda aldeia de Lacock. Surpreenda-se!

  • Plockton, Loch Carron, Escócia

A cultura escocesa pode ser encontrada mais viva do que nunca em Plockton. A cidadezinha fica ao norte da Escócia.

  • Beddgelert, Snowdonia, País de Gales

Não podemos esquecer do querido País de Gales na nossa lista. A vila de Beddgelert faz você se sentir maravilhado com tanta harmonia entre natureza e construções antigas.

  • Crovie, Aberdeenshire, Escócia

A verdadeira definição de paraíso você pode encontrar neste vilarejo a beira mar.

  • St Davids, Pembrokeshire, País de Gales

Difícil não se impressionar com a construção da Catedral desta vila! História e beleza são duas coisas que o Reino Unido consegue unir com louvor.

  • Kettlewell, North Yorkshire, Inglaterra

Toda Yorkshire é incrivelmente bonita e Kettlewell é um exemplo perfeito do que é o condado.

  • Tobermory, Ilha De Mull, Escócia

Esta é outra vila de pescadores a ser explorada. A cidadezinha colorida merece pelo menos um dia no seu roteiro de viagem a Escócia. Tudo vai te encantar: o mar, os barcos, as casas e principalmente os moradores.

  • Cushendun, Condado de Antrim, Irlanda do Norte

A linda e não tão conhecida Irlanda do Norte também tem uma vila na nossa lista. Cushendun possui um litoral épico com uma cor de mar inacreditável. Não fique só no básico! Quando for ao Reino Unido vá também a Irlanda do Norte.

  • Portmeirion, País de Gales

E por último, mas não menos importante, a vila de Portmeirion, no País de Gales. Bem na zona rural do país, um vilarejo italiano! As casinhas coloridas de janela verde podem até te enganar e fazer você pensar que está na Itália. Um lugar diferente e único no Reino Unido.