Categoria: Notícias Variadas

MINUTO LEGAL: as notícias sobre imigração em UK dos últimos dias

Racismo e crimes de ódio relacionados à raça aumentaram desde o referendo Brexit de 2016, com oficiais designados para lidar com as “tensões”. 24 oficiais de coesão da comunidade estão sendo nomeados por conselhos em todo país de Gales. O foco, em particular, são os cidadãos da União Europeia e outros grupos minoritários que se possam sentir suscetíveis às tensões do Brexit. As informações são de BBC.

Dois jovens músicos cegos, que deveriam chegar ao Reino Unido no sábado, para participar de um intercâmbio cultural de duas semanas estabelecido pelo governo, foram impedidos pelo Home Office de entrar no país. As informações são de iNews.

Uma bebê cujo responsável legal é residente no Reino Unido foi impedida de entrar no país, deixando ela e sua futura mãe adotiva “abandonadas” no Paquistão. As informações são de Independent.

Mãe negada chance de limpar seu nome de acusação que vai ver toda a família deportada de volta ao marido ela teme. “Minha vida parou quando recebi a carta”, descrevendo o momento em que foi acusada pelo Home Office de fraudar um teste de inglês que ela completou três anos antes. As informações são de Independent.

Uma petição para impedir a deportação de um estudante “excepcional” e “marcante” atraiu mais de 6.000 assinaturas. Stiven Bregu, 18 anos, foi traficado da Albânia para o Reino Unido em 2015, para escapar de violência doméstica e foi despejado sozinho em Keynsham, perto de Bristol. As informações são de BBC.

Edimburgo: onde ir na sua 1ª visita à cidade

Conheça os 10 melhores lugares da extraordinária capital da Escócia.

Foi muito, mas muito difícil, escolher apenas 10 coisas para indicar a você em Edimburgo, capital da Escócia! Ela é a segunda cidade mais visitada do Reino Unido, perdendo apenas para Londres. Cercada de montanhas, em Edimburgo você não encontra arranha-céus, trânsito, buzinas… Na verdade, lá nem parece que é uma capital europeia! A arquitetura vitoriana e neogótica está muito preservada e visitar a cidade é uma verdadeira viagem ao tempo.

Edimburgo é dividida em “duas cidades”, a Old Town e a New Town. Na primeira estão a maioria dos monumentos, o castelo principal, sem contar a arquitetura preservada da idade média. A New Town é a parte onde de fato os escoceses vivem. O cenário também é composto de casa no estilo vitoriano, mas com muito mais lojas e pubs. Nesta lista, recomendaremos a você lugares de ambos os lados de Edimburgo. Confira:

1 – Edinburgh Castle

Com certeza, este é o principal ponto turístico de Edimburgo. Ele fica no alto de uma rocha de origem vulcânica e vigia a cidade do alto. A primeira versão dele foi construída em 1093, mas desde lá mudou muito.

Na visita ao interior do castelo tem muito o que se fazer. Dá para conhecer a residência real escocesa e muitos outros museus, como o Scottish National Mmorial ou o War Museum. As Joias da Coroa escocesa e a Pedra do Destino – usada para a coroação de monarcas – são encontradas lá.

2 – Palace of Holyroodhouse

Diferente do anterior, esta é a residência oficial da monarquia britânica na Escócia. A rainha e sua família passam apenas uma semana no aqui e neste período as visitas são suspensas. Mas se você tiver a oportunidade de visitar, a visita guiada vale muito a pena. Você passa por alguns cômodos e ambientes reais, além de conhecer mais sobre a monarquia britânica e do país. Dentro também tem uma Galeria de Artes da Rainha, com obras muito bonitas. A entrada custa £ 15,50.

3 – Calton Hill

Como já dissemos, Edimburgo é cercada por montanhas e uma delas é a Calton Hill. Não precisa ser um grande atleta para subir o morro, mas esteja preparado, pois não é tão simples. Lá em cima, você vai encontrar a inacabada acrópole, o Nelson Monument, o Dulgald Stewart Monument e o observatório.

Se você tiver a sorte de pegar um dia ensolarado, veja o pôr do sol lá de cima! Quem já assistiu ao filme “One Day” vai lembrar deste morro na cena em que Anne Hathaway e Jim Sturgess admiram a cidade do alto.

4 – Prices Street e Scott Monument

Está é a principal rua de Edimburgo e ela faz a limitação entre a New Town e a Old Town. Nela existem muitos comércios, como lojas, restaurantes e pubs. Você ainda vai encontrar o Scott Monument, um monumento histórico dedicado ao escritor Sir Walter Scott. São 60 metros de altura e 300 degraus que você pode subir ter uma vista privilegiada da cidade.

5 – Museus da Royal Mile

A Royal Mile é um conjunto de quatro ruas que tem várias lojinhas, mas o mais interessante são os museus: quatros gratuitos. São eles: o Edimburgh Writers Museum (Museu dos Escritores de Edimburgo), o Museum of Childhood (Museu da Infância), o Museum of Edimburgh (Museu de Edimburgo) e o The People’s Story (História do Povo). Os temas são dos mais diversos e democráticos. As ruas ficam bem na saída do Castelo de Edimburgo e levam até o Palácio de Holyroodhouse.

6 – St Giles Catedral

Esta é a catedral da cidade de Edimburgo. Ela existe desde de 1120. Por fora, a onipotente construção com fachada do estilo gótico. A torre no alto da igreja possui 15 metros de altura. Por dentro, as paredes de pedra e os vitrais impressionam até os menos religiosos.  

7 – National Museum of Scotland

Com certeza este é o museu mais legal de toda cidade! Ele é de graça e nele tem fósseis encontrados na Escócia, artefatos da antiguidade escoceses e muito mais. Praticamente tudo relacionado a Escócia está lá, até uma parte da exposição é dedicada a famosa Ovelha Dolly, primeiro ser vivo clonado. Ótima oportunidade para conhecer a cultura, história e costumes do país que está visitando.

8 – Princes Street Gardens

Se você vai a Edimburgo no verão, o passeio pelo jardim é imperdível. Ele funciona desde 1770. Fontes, descampados, muitas árvores e flores, tudo isso você encontra lá, sem contar o primeiro relógio de flores do mundo, o Floran Clock, mas só funciona na primavera e no verão. A vista do Castelo é uma das mais bonitas que se tem de toda cidade.

9 – Veja um show tipicamente escocês

Durante seu passeio na cidade, você vai encontrar muitos artistas de rua vestidos das tradicionais vestimentas escocesas tocando a gaita de fole! Se quiser pagar para assistir uma performance mais bem elaborada, recomendamos o Spirit of Scotland Show. O lugar também oferece comidas típicas. Experimente o prato mais tradicional da Escócia: o haggis.

10 – Edinburgh Vaults

As Vaults de Edimburgo são uma série de câmaras secretas construídas em 1788. Dentro delas existem muitas tavernas, oficinas de sapateiros e outros comércios. No passado, muitas pessoas sem-teto moravam lá e a história relata que até seriais killers já atuaram nas vaults.  Burke e Hare, por exemplo, são famosos seriais killers que vendiam corpos para a faculdade de medicina. A lenda diz que eles procuravam por vítimas nas Vaults.

Hoje o lugar é ponto turísticos e existem muitas visitas guiadas para se conhecer o lugar! Imperdível.

Por Natalia Fernandes

Divórcio no Reino Unido: entenda as possibilidades para facilitar o processo

A vida de quem escolhe morar fora do Brasil é repleta de situações inusitadas, momentos complicados, conquistas inesquecíveis ou até mesmo separações inevitáveis. Muita gente que vive por aqui encontrou um grande amor e possui lindas histórias para contar, mas há também quem viveu uma história de amor que chegou ao fim.

Tão importante quanto o casamento, o divórcio é um documento oficial para que as duas partes de um casal consiga continuar suas vidas, seja no Brasil, no Reino Unido ou em qualquer parte do mundo. Por aqui, este processo não é complicado e pode ser iniciado por apenas uma das partes.

Casamentos registrados no Brasil ou no Reino Unido, entre brasileiros ou europeus, possuem algumas possibilidades para solicitar o divórcio.

Divórcio por procuração no Brasil

Se o casamento é registrado no Brasil, é possível fazer o processo de divórcio no Reino Unido. A partir dos critérios da separação – se for consensual, sem partilhas de bens e relacionamento sem filhos, por exemplo – todo o processo através da LondonHelp4U é simples e pode ser feito sem precisar de uma viagem ao Brasil.

Divórcio de casamento no Reino Unido

Os pedidos de divórcio para casamentos registrados legalmente no Reino Unido podem ser feitos com a apresentação da certifdão de casamento e nada mais! Inclusive, é possível fazer a aplicação do divórcio por apenas uma das partes – a outra parte receberá os doumentos e terá que consentir com o divórcio.

Em tempo: cidadãos brasileiros casados com cidadões europeus possuem alternativas para continuar vivendo no Reino Unido durante e após processo de divórcio, através da residência permanente.

Londonhelp4U

A LondonHelp4U oferece serviços de cartório e possui ampla experiência em processos de divórcio no Brasil e Reino Unido. Este serviço inclui todos os conselhos e trabalhos necessários, de forma prática e segura. Nossa equipe especialista gerenciará cada detalhe do seu caso para garantir que sua aplicação tenha grandes chances de sucesso. Se você deseja mais informações ou quer marcar uma consulta, entre em contato conosco: UK 020 7636 8500, Brasil (11) 3283 0906, HelpLineUK 24h + 44 78 91764830 ou por e-mail: info@londonhelp4u.co.uk.

Artigo originalmente publicado na Revista Brasil na Mão

5 mercados imperdíveis em Londres

Para quem gosta do clássico passeio por mercadões de rua, Londres é o paraíso.

Cobertos, ao ar livre, lotados, desconhecidos… Em Londres o que não falta é mercado de rua (ou mercadão, como falamos no Brasil). A variedade de produtos vendidos também é grande. Os primeiros mercados de rua de Londres surgiram ainda na Idade Média e, desde então, conquistou o coração dos londrinos e, mais ainda, dos turistas.

Os mercados são ótimas opções de passeio em qualquer cidade que você visitar. Você pode encontrar agricultores vendendo verduras e legumes orgânicos, roupas e sapatos, antiguidades, artesanatos e muita, mas muita comida de rua! Selecionamos para você os cinco mercados de rua mais interessantes, tanto por localização, como pelos produtos que vendem. Monte um roteiro de mercados, você não vai se arrepender.     

1 – Borough Market

Pertinho da London Brigde, você encontra o mercadão mais famosos da capital inglesa e o maior de todo Reino Unido. Ele existe desde pelo menos 1014. Imagina, ao invés de comidas, você comprar espadas, poções mágicas, armaduras? Hoje ele é o templo da gastronomia britânica! Você pode encontrar muitas opções de pratos típicos da Inglaterra. Lá também vende peixes, vegetais, legumes, frutas… Vai por mim, não tem lugar melhor para se provar um sabor genuinamente britânico do que no Borough Market. Ele funciona de segunda a sábado.

2 – Old Spitalfields Market

Aberto todos os dias, o mercado oferece grande diversidade de roupas, brinquedos, mercearia, e muito outros produtos. Durante as quintas-feiras tem barracas de antiguidades. O mercado existe desde 1876 e o prédio é todo em estilo vitoriano. Se for comparar infraestrutura, ele é mais organizado que os outros desta lista (tem banheiros, bancos e mesas para comer).

3 – Portobello Road Market

Cercado pelas casinhas coloridas, o Portobello Road Market fica em Notting Hill. Nele tem de tudo: souvenires, roupas, antiguidades, comidas… Muitas cenas do filme “Um lugar chamado Notting Hill”, sucesso dos anos 90, foram filmadas em Portobello. 

Este mercado existe desde 1800. As ruas estão sempre cheias. Se você se cansar da multidão, caminhe pelas outras ruas do bairro, vale muito a pena. O Portobello Road Market é um lugar bem fotogênico e você pode tirar belas fotos lá. Ele funciona de segunda a sábado.

4 – Camden’s Markets

Vibrante, jovem e eclético. Assim são os mercados de Camden! Centenas de barraquinhas vendem roupas, acessórios, comidas, peças de artes, fazem tatuagem, colocam piercing! A variedade de coisas é enorme! São vários mercados separados que formam a região, sendo que o mais famoso é o Camden Lock Market. Se puder, vá durante a semana, pois aos fins de semana é muito cheio.

5 – Columbia Road Flower Market

Para quem gosta de plantas, este é o único mercado de flores desta lista. Ele funciona somente aos domingos, das 08h às 15h. São vendidos plantas, arbustos e flores. O lugar é muito fotogênico e tem flores em todas estações do ano. Aos arredores você encontra ainda opções de cafés e lanchonetes.

Por Natalia Fernandes

Imigração, Home Office, Brexit e Royal Baby com dupla nacionalidade

“Eu errei por ficar em silêncio”. O presidente da comissão da União Europeia disse que lamenta não intervir no referendo Brexit para corrigir “mentiras” sobre o bloco durante a campanha. As informações são de Independent.

Quase 900 crianças classificadas como apátridas foram obrigadas a pagar as taxas de imigração do Home Office no ano passado como parte de suas candidaturas para se tornarem cidadãos britânicos.

Stuart Tannock, professor de sociologia que trabalha na Citizens UK, disse: “Sem cidadania, o governo corre o risco de deixar as crianças impossibilitadas de frequentar a universidade, conseguir um emprego ou mesmo sem uma nacionalidade. Estamos pedindo ao Home Office para reduzir o custo da cidadania para que esses jovens possam ter um futuro brilhante no país que chamam de lar ”. From The Guardian.

O filho de Meghan Markle e Harry se qualificam para o status que nenhum outro membro da realeza tem. O bebê da duquesa e do duque de Sussex poderia se tornar um cidadão americano. Para que isso se torne realidade, Harry e Meghan precisariam registrar o nascimento em um consulado americano. Por outro lado, Meghan pode candidatar-se a tornar-se cidadão britânico depois de cinco anos no país. As informações são de Mirror.

Músicos pediram ao governo para preservar sua liberdade de movimento em uma Europa pós-Brexit. Um relatório do ISM mostra que cerca de 50% dos músicos entrevistados sofreram efeitos negativos do Brexit, com 65% dizendo que a dificuldade de viajar para os países da União Europeia era a maior preocupação. As informações são de ITV.

Uma mulher ameaçada de deportação foi informada de que ela pode permanecer temporariamente no Reino Unido. Pauline Taylor-French, 45, deixou a Jamaica há 17 anos com suas duas filhas depois de sofrer abusos. Ela viveu legalmente no Reino Unido, mas foi informada em 2017 pelo Home Office que seu direito de permanecer foi recusado. O marido dela, Grahame, disse que agora teve permissão para ficar por 30 meses, o que lhes daria tempo para planejar o futuro. As informações são de BBC.

Taxista de Aberdeen gasta milhares em batalha de visto para a esposa. Keith Webster, 49, e sua esposa Susan, de 55 anos, do Arizona, tiveram seu pedido de visto para permanecer no Reino Unido rejeitado duas vezes. Keith acredita que eles gastaram mais de £ 8.000 tentando resolver o problema e escreveram para o Home Office para obter uma solução para o caso. As informações são de Evening Express.