Categoria: Notícias Variadas

MINUTO LEGAL: eleições, Brexit e imigração

A saída do Reino Unido da UE seria de fato a data de início de uma enorme negociação. As informações são de The Guardian.

*

Todos os migrantes merecem apoio – não apenas os ‘bons’ – Furaha Asani. Por ser acadêmica, minha possível deportação causou indignação. Mas existem milhares de outros na minha posição. As informações são de The Guardian.

*

‘Um labirinto estonteante’: como o sistema de imigração do Reino Unido é preparado para rejeitar. As informações são de The Guardian.

*

EU Settled Status para familiares de pessoas com dupla cidadania. Um novo questionamento sobre as regras do Settled Status para os cidadãos da UE e suas famílias após o Brexit. As informações são de Free Movement.

*

Mais de 250 empresários britânicos assinaram uma carta aberta pedindo ao próximo governo que implemente uma série de reformas para ajudar o setor de startups do Reino Unido. O apelo, chamado de Manifesto de Startup, pede uma reforma do sistema de vistos para que as startups pudessem atrair os melhores talentos sem burocracia. As informações são de City AM.

*

Conservatives, Liberal Democrats, Greens, the Brexit party and Plaid Cymru na preparação para as eleições gerais de 2019 no Reino Unido. Quais são as suas políticas sobre imigração? As informações são de The Guardian.

*

EUA preferem Brexit sem acordo, conforme mostra documentos obtidos pelo partido Trabalhista. As informações são de The Guardian.

MINUTO LEGAL: campanha para eleições e notícias sobre imigração

Imigrantes obrigados a esperar meses pelo visto no Reino Unido, apesar de pagar £ 800 por prioridade. O Home Office foi acusado de incompetência na entrega do serviço rápido a empresas privadas. As informações são de The Guardian.

*

Como a imigração se tornou a questão política mais tóxica da Grã-Bretanha. Ao longo de 20 anos, o debate sobre a liberdade de movimento ficou distorcido por uma narrativa hostil. As informações são de The Guardian.

*

O Brexit custará ao NHS £ 60m adicionais por ano para recrutar médicos e enfermeiros do exterior, afirma o partido Liberal Democrata. As informações são de Independent.

*

O partido Conservador estabeleceu planos para um sistema de imigração “igualado” após o Brexit, como Jeremy Corbyn disse que ainda esperava uma “grande quantidade” de liberdade  movimento de pessoas da UE para o Reino Unido. As informações são de BBC.

*

Corbyn defende benefícios da imigração e disse que haverá uma “grande quantidade” de liberdade de circulação depois que o Reino Unido deixar a UE. Espera-se que o partido Trabalhista estabeleça sua política sobre o assunto. As informações são de BBC.

MINUTO LEGAL: imigração, Brexit e eleições

Cidadãos da UE podem enfrentar deportação após o Brexit se perderem o prazo de inscrição. As informação são de Independent.

*

Um ex-assessor de Boris Johnson está enfrentando pedidos para desistir da candidatura ao parlamento depois que ele fez comentários sobre imigrantes trazendo germes e HIV para o Reino Unido. As informações são de Metro.

*

“Como o governo está usando crianças como minha filha como peões em seu jogo destrutivo do Brexit”. As informações são de Independent.

*

Mais de 1.200 acadêmicos assinaram uma carta em protesto ao Home Office sobre o caso “angustiante” de uma pesquisadora que deve deixar o Reino Unido. Seu pedido de permanência por tempo indeterminado foi negado devido ao tempo que ela passou no exterior. As informações são de BBC.

*

Falando no College of Europe, Tusk disse que ouviu no mundo todo, especificamente nos países que já fizeram parte do império britânico, que o Brexit deixaria o Reino Unido como um “estranho, um jogador de segunda categoria”. As informações são de The Guardian.

*

10 das mais ultrajantes cartas de recusa do Home Office. Todas são reais, comunicadas em cartas oficiais do governo, por recusar um visto, asilo ou duvidar de algum aspecto do caso do requerente. As informações são de Free Movement.

*

Boris Johnson divulgou planos para vistos pela metade do preço e processos preferenciais de imigração para médicos e enfermeiros que desejam trabalhar no Reino Unido, mas enfrentou pedidos para isentá-los da sobretaxa de saúde. As informações são de The Guardian.

 

Imagem: FreePik.com

the crown 3 temporada

The Crown: o que realmente aconteceu na vida real?

A terceira parte de The Crown está chegando e você realmente sabe o que é verdade ou mentira nas duas temporadas anteriores?

the crown 3 temporada
Divulgação Netflix

A terceira temporada de The Crown já vai estar disponível na Netflix no próximo domingo (17)! A série retrata não só a vida da rainha Elizabeth II, como a vida de seus familiares, dos primeiros-ministros e mostra o Reino Unido no século XX. Quem gosta de monarquia e história e não assistiu The Crown ainda, tem que assistir o quanto antes, já que a série foi aclamada pela crítica cinematográfica e por historiadores. Até a própria rainha Elizabeth assistiu a série e disse que gostou muito, só achou um pouco “dramatizada”.

Mesmo sendo fiel aos acontecimentos reais, em alguns trechos The Crown exagera, ou dramatiza, como disse a própria rainha. Mas nada que faça com que perca a qualidade! Esta é a produção cinematográfica mais cara da Netflix: custou US$ 130 milhões cada temporada. Só para você ter ideia, as roupas usadas pela rainha na série são cópias fieis das usadas na vida real e o Palácio de Buckingham mostrado em The Crown não foi gravado no Palácio de Buckingham original, mas sim numa cópia original do prédio construído pela Netflix!

Se você, assim como nós, não se aguenta de ansiedade até domingo, confira já esta lista de fatos fiéis ou infiéis aos acontecidos na vida real:

Antigo rei ligado ao nazismo? Verdade!

Edward VIII, o tio de Elisabeth que abdicou do trono para se casar com uma americana, assim como mostrado na série, realmente viajou a Alemanha e se encontrou com Adolf Hitler. Edward ainda elogio a política dos nazistas e afirmou que queria que a Inglaterra fosse bombardeada. Enquanto era rei, algumas correspondências foram trocadas pela família real e os alemães, mas nem todos documentos foram divulgados pela família real.

Morte da secretária de Churchill? Mentira!

O nevoeiro que matou a secretária de Winston Churchill, a Venetia Scott, realmente aconteceu e realmente matou 12 mil pessoas, mas não a Venetia. Primeiro que ela nunca existiu… Então, todas aquelas cenas dela lendo a biografia de Churchill, lendo os documentos enquanto ele tomava banho, entre outras, aconteceram, mas não com Venetia. Segundo que, o transporte público foi suspenso nos dias de nevoeiro, logo, não tinha como ninguém ser atropelado por um ônibus urbano.

Repórteres filmam briga de Elizabeth e Philip e entregam filme pra rainha? Mais ou menos!

Após uma briga entre o casal na Austrália, em que Elizabeth lança um objeto no marido, os dois percebem que repórteres de TV estavam gravando a discussão. Isso realmente aconteceu, mas quem foi buscar a filmagem com os repórteres não foi a própria rainha, como na série, e sim o secretário dela.

Príncipe Charles sofreu bullying na escola? Verdade!

Na vida real, ele chegou a descrever o período na escola escocesa Gosdostoun como “uma sentença de prisão”. A série retrata os apelidos maldosos e as humilhações que o futuro rei recebia.

 

Mike Parker foi demitido por causa do divórcio? Mentira!

O secretário pessoal de Philip, Mike Parker se divorciou da esposa acusado de adultério. Na série, ele é demitido, mas na verdade ele renunciou o cargo, mesmo contra a vontade do casal real. O caso aconteceu em 1957 e evidencia como a vida pessoal dos funcionários reais interferia na vida profissional!

Por Natalia Fernandes

Cidadania Portuguesa e a convolação

Você sabia que a nacionalidade portuguesa adquirida através dos avós, não pode ser transferida para filhos ou cônjuge? Conheça agora a convolação e entenda como aplicar.

Existem duas maneiras de adquirir a cidadania portuguesa, por atribuição ou naturalização. A diferença é que o processo por atribuição é para filhos de portugueses, enquanto a naturalização é quando o aplicante é neto de cidadão português.

É fato que, se você adquiriu sua cidadania portuguesa por naturalização, através do artigo 6.4 da Lei da Nacionalidade de Portugal, ou seja, pelos seus avós portugueses, você NÃO PODE transferir esta nacionalidade para sua família.

Existe um processo chamado convolação que permite que a cidadania por naturalização seja convertida para atribuição e só assim permite que a nacionalidade seja transmitida através do matrimônio e para as futuras gerações.

convolar

verbo
transitivo indireto
mudar (de opinião, de sentimento, de partido etc.).
“c. para a dissidência”
transitivo indireto
JURÍDICO (TERMO)
mudar (de estado civil ou de foro).
“c. para outro foro”

Convolar siginifica – basicamente – mudar!

Neste caso, o aplicante modifica sua naturalização para uma nacionalidade de origem, passando assim a ter a cidadania por atribuição e o direito de transmitir este status para filhos e cônjuge.

Para fazer a convolação, o aplicante deve esperar o processo de naturalização ser finalizado pelas autoridades portuguesas e então começar o processo de alteração. Depois disso, o caminho está aberto para a aplicação da cidadania da família.

A LondonHelp4u, junto com o CartórioHelp4u, realiza este processo em parceria com advogados em Portugual e diversos clientes e suas famílias já estão com passaporte portugês em mãos.

LondonHelp4U

Há 18 anos a Londonhelp4U ajuda imigrantes em aplicações de vistos e cidadanias. Nossa equipe especialista gerencia cada detalhe do seu caso para garantir que a aplicação tenha grandes chances de sucesso. Se você deseja mais informações ou quer marcar uma consulta, entre em contato conosco: UK 020 7636 8500, Brasil (11) 3283 0906, HelpLineUK 24h + 44 78 91764830 ou por e-mail: info@londonhelp4u.co.uk

* Texto originalmente publicado na revista Brasil na Mão.

Imagem: FreePik.com