O controle da imigração para filhos de europeus no Reino Unido pós-Brexit

De acordo com um artigo publicado por especialistas em leis de imigração da Universidade de Birmingham e o jornal The Guardian, os pais europeus de crianças nascidas no Reino Unidos estão sendo alertados de que seus filhos podem enfrentar dificuldades após o Brexit, se eles não tiverem documentação para permanecer no Reino Unido.

As conseqüências para aqueles que não obtiveram a cidadania britânica para os filhos de dois cidadãos da UE que vivem na Reino Unido são potencialmente graves, segundo o jornal britânico. “Onde nenhum dos pais é britânico no momento do nascimento da criança, uma criança mais tarde lutará para provar a cidadania britânica a qual ele ou ela tem direito desde o nascimento”, disse o Colin Yeo, um dos autores do artigo da Universidade de Birmingham.

Os pais da União Européia estão sendo encorajados a documentar o status de seus filhos o quanto antes, se quiserem evitar o controle hostil da imigração, o que poderia significar medidas como fechamento de contas bancárias, retirada de carteiras de motorista e retirada de ofertas de emprego.

Não há dados publicados sobre o número de crianças nascidas de dois cidadãos da UE no Reino Unido, mas os pesquisadores acreditam que são milhões. As crianças nascidas de cidadãos da UE no Reino Unido não têm automaticamente direito à cidadania britânica se tiverem nascido depois de 2000, quando as regras de imigração foram alteradas. Mas eles poderiam permanecer no país sem problemas como cidadãos da UE sob a lei da UE. Após Brexit eles precisarão demonstrar que têm o direito de estar no país quando completarem 18 anos e isso ativará os direitos de seus pais.

Yeo diz que as crianças que não têm cidadania quando são adultas e querem viver no Reino Unido pós-Brexit podem “lutar” se seus pais não tiverem documentado sua permanência no país. Atualmente, os cidadãos da UE não são obrigados a registar ou obter qualquer documentação no país e, após o Brexit, a criança precisará de alguma forma localizar, talvez muitos anos depois, na idade adulta a prova de que os seus pais estavam legalmente aqui enquanto eram criança.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *