Descubra Belfast: 8 lugares surpreendentes

Com uma história impressionante, a capital da Irlanda do Norte não é muito conhecida pelos turistas e até moradores brasileiros do Reino Unido

A Irlanda do Norte também compõe o Reino Unido. Sua capital, Belfast, tem em torno de 300 mil habitantes e muitas opções do que fazer. Porém, o que destaca Belfast das outras cidades irlandesas é sua história recente.

A cidade passou por uma violenta guerra civil de 1969 a 1998! O período ficou conhecido como “The Troubles”. Para você ter uma ideia de quão perigosa ficou a cidade, na década de 80 ela estava na lista de lugares “proibidos aos turistas no mundo”. A guerra ocorreu porque havia vários desacordos, mas o principal problema foi quando os ingleses chegaram a Irlanda para demarcar território. Os chamados Unionistas e Protestantes queriam manter a Irlanda do Norte no Reino Unido e brigavam com os Republicanos e Católicos, que queriam ser independentes. Durante a guerra civil, os grupos se enfrentavam nas ruas de Belfast, além de bombas destruir prédios e os rivais serem proibidos de entrarem um no bairro do outro.

Mas agora Belfast é uma das mais seguras e interessantes para se visitar na Europa. Recentemente fizemos uma lista de locações de Game of Thrones na Irlanda do Norte e um fato curioso sobre o turismo no país é que a série trouxe muito mais turistas para a região do que o governo já trouxe. Confira a lista de oito lugares em Belfast que você tem que visitar um dia.

1) Titanic Belfast Museum

O museu do Titanic aborda desde a construção do navio mais famoso do mundo até o devastador naufrágio e as consequências, inclusive com relatos de sobreviventes. Lá dentro tudo é muito interativo e com efeitos especiais, o que encanta crianças e adultos. O tamanho do Titanic impressiona e o plano ambicioso para a época te leva de volta ao passado. O museu não fica neste local à toa. Foi exatamente lá que o Titanic foi construído séculos atrás. O ingresso custa por volta de £ 20.

2) Prefeitura de Belfast

Quem gosta de construções icônicas tem que ir ao Belfast City Hall. O prédio é de 1906 e foi construído com pedra de Portland num estilo barroco. Você pode visitar o interior dele gratuitamente com guia. A noite o prédio é iluminado com holofotes de diferentes cores e a visita em ambos os horários valem a pena.

3) Castelo de Belfast

Originalmente, o Castelo de Belfast foi construído no século XII. Mas, infelizmente, ele sofreu um incêndio em 1708 e foi reconstruído num parque floresta, o Cave Hill Country Park. Às vezes tem males que vêm para o bem! Antes, o castelo ficava bem no centro da cidade. Hoje, como fica no parque, existem jardins, florestas e, por ser em um lugar alto, a vista da cidade é muito bonita.

4) Jardim Botânico de Belfast

O Jardim Botânico existe em Belfast desde 1828. Ele é um extenso jardim de rosas, carvalhos e plantas raras e conta também com uma estufa. No Jardim Botânico sempre tem exposições, recitais, concertos e ópera: atente-se a programação quando for a Belfast para não perder nada. Dentro da área do Jardim tem o Ulster Museum, um museu de arte, história e ciências naturais. Lá tem fósseis de dinossauros, múmia do Egito e até quadros modernos. O Jardim Botânico e o Museu são gratuitos. Imperdível!    

5) Murais de Belfast e Muro da Paz

Em todo lugar no lado oeste da cidade você encontrará lindos murais com muitos grafites com ilustrações políticas, de celebridades, históricas…  Lá tem também o Muro da Paz, que separava as duas comunidades que viviam em guerras e hoje, assim como o Muro de Berlim, está coberto de arte e inclui mensagens e assinaturas de visitantes famosos, como Dalai Lama. Leve um canetão e deixe um recadinho também.

Atrás do muro ficavam (e o mais interessante: ainda ficam!) os católicos. Para acessar tem um portão. Do lado de fora é a parte protestante da cidade. Uma dica de passeio é andar pelos dois bairros: a Shankill Road, que é o lado protestante e a Falls Road, o lado católico. Ainda hoje existem discordâncias entre as duas partes, mas ambos toleram as opiniões diferentes dos outros, diferente das gerações passadas. Na Shankill Road muitas casas possuem a bandeira do Reino Unido, enquanto que na Falls Road pode-se perceber que os grafites desta parte do muro têm um cunho mais político, com pinturas de Nelson Mandela e temas separatistas, como a Catalunha na Espanha.

6) Albert Memorial Clock

Numa mistura de Torre de Pisa com a torre do Big Ben, o Albert Memorial Clock é um monumento memorável da cidade! Além da estátua do Príncipe Albert e de leões coroados, a construção chama atenção por ser inclinada, não tanto quanto a torre de Pisa, mas que não passa despercebida.

7) Cathedral Quarter

Uma rua apenas de pubs, restaurantes e música ao vivo: perfeito para curtir a noite em Belfast. O beco possui muitos grafites, lugares temáticos, luzes de Natal o ano todo e até um túnel de guarda-chuvas amarelos. Os pubs mais famosos da Cathedral Quarter são: The Dark Horse (que inclusive tem um dos portões de Game of Thrones e já falamos dele aqui, o Duke of York, o The Harp Bar e o Sunflower.

8) Giant’s Causeway

Apesar de não ser em Belfast, o passeio nas Giant’s Causeway merece a sua atenção total. Este é a principal atração turística da Irlanda do Norte e fica a apenas uma hora de carro do centro de Belfast. Inclusive, muitas agências em Belfast oferecem o passeio por em média £ 30 por pessoa.

As Giant’s Causeway são patrimônio da UNESCO. O formato curioso das rochas agrada os perfeccionistas, já que elas se juntam perfeitamente. Estudos dizem que foram necessários 60 milhões de anos para as pedras ganharem este formato. O passeio é perfeito para uma day trip.

Por Natalia Fernandes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *