Minuto Legal:  Home Office divulga documento que concede direitos de residência aos europeus durante a transição do Brexit

Novas regras imigratórias para cidadãos europeus no Reino Unido

Home Office divulga documento que concede direitos de residência aos imigrantes da UE durante a transição de Brexit

Os imigrantes da UE que venham para a Grã-Bretanha durante a transição de Brexit terão o direito de viver permanentemente no Reino Unido. A concessão foi divulgada em um documento pelo Home Office na última quarta-feira (28). A proposta revela que os imigrantes da UE que chegarem após março de 2019 receberão uma autorização de residência temporária de cinco anos.

O documento também informa que os imigrantes da UE que desejam permanecer a longo prazo no país terão que se registrar nos três meses primeiros da chegada no Reino Unido. Os cidadãos irlandeses não serão obrigados a se inscrever.

Oficiais da imigração continuam usando dados dos pacientes do NHS para buscar imigrantes ilegais

Os ministros rejeitaram a proposta de suspender imediatamente a divulgação de dados confidenciais dos paciente do NHS para o Home Office rastrear os imigrantes sem visto no Reino Unido. Uma carta do Home Office revela que foi realizado 1.297 pedidos nos últimos três meses por funcionários da imigração sobre detalhes de pacientes, incluindo os endereços domiciliares.

Aumenta o número de médicos que deixam o Reino Unido desde o referendo do Brexit

Os últimos números de imigração demostram uma queda da imigração de europeus que chegam ao Reino Unido desde da vitória do Brexit no referendo. Isso afeta, segundo o site Business UK, particularmente o NHS, que sofre por falta de equipe hospitalar. A diminuição de imigração de europeus e as regras de vistos restritas impostas pelo governo provocaram a desmotivação de médicos que desejam trabalhar no Reino Unido. Os números divulgados na última quarta-feira (28) mostraram que existem mais de 100 mil vagas de emprego no NHS, dos quais 9 mil e 500 são vagas de médicos.

Debate sobre imigração domina as eleições na Itália

A imigração tornou-se um tema central no período que antecede as eleições italianas, no próximo domingo, dia 4 de março. Segundos os jornais italianos, as tensões estão altas em relação ao número de imigrantes que chegam e vivem no país, que recebeu milhares de imigrantes por partes degradadas pela guerra na Syria e de regiões da África nos últimos anos. Cerca de 600 mil pessoas fizeram a perigosa jornada pelo mar mediterrâneo e desembarcaram nas margens italianas. Segundo a imprensa, a coalizão de direita de Silvio Berlusconi, que pretende expulsar os imigrantes, tem a melhor chance de vencer as eleições italianas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *