Minuto Legal: Theresa May adia votação do Brexit no parlamento britânico

A Primeira-ministra britânica anunciou o adiamento da votação do Brexit para que ela possa voltar a Bruxelas e pedir mudanças, já que este provavelmente seria rejeitado por uma margem significativa do parlamento se os deputados votassem. Mas ela disse estar confiante em obter “garantias” da UE no plano de fronteira da Irlanda do Norte.

Theresa May afirmou que tem a certeza que este é o acordo certo já que honra o resultado do referendo. É preciso fazer compromissos, dos dois lados do acordo, se o país quiser chegar a um compromisso com a União Europeia. Um novo referendo poderia levar a novas divisões no país, afirmou a chefe do executivo britânico.

+ informações: https://www.bbc.co.uk/news/uk-politics-46509288

Empresas do Reino Unido armazenam mercadorias antes do Brexit

Empresas estão estocando mercadorias antes da data de março do Brexit, já que a perspectiva de filas nos portos da Grã-Bretanha aumenta. A produção permaneceu forte em todo o setor manufatureiro nos últimos meses, com as empresas preocupadas com uma possível escassez de matéria prima no caso de um Brexit sem acordo. Em resposta, eles estão fazendo o maior número possível de mercadorias e empilhando-os em armazenamento, de acordo com uma pesquisa trimestral da EEF, o órgão de comércio dos fabricantes.

O armazenamento de mercadorias permitiu que as empresas mantivessem os níveis de produção, apesar de uma queda acentuada nas encomendas de exportação nos últimos meses.

+ informações: https://www.theguardian.com/business/2018/dec/03/uk-manufacturers-stockpile-goods-ahead-of-brexit

Reino Unido pode cancelar o Brexit, diz tribunal da UE

O Tribunal de Justiça Europeu determinou que o Reino Unido pode cancelar o Brexit sem a permissão dos outros 27 membros da UE.

Os juízes do TJE decidiram que isso poderia ser feito sem alterar os termos da adesão da Grã-Bretanha. A decisão foi tomada quando Theresa May anunciou que a votação de aprovação do acordo pelo parlamento seria adiada, para que ela pudesse buscar mais garantias dos líderes da União Européia sobre a aplicação da barreira nas fronteiras irlandesas.

+ informações: https://www.theguardian.com/politics/2018/nov/29/most-uk-businesses-unprepared-for-no-deal-brexit-says-carney

Theresa May afirma que líderes da União Europeia estão dispostos a rever sobre a fronteira Irlandesa

A Primeira-ministra britânica diz que há uma determinação compartilhada entre os líderes da UE para resolver o problema da fronteira irlandesa, que está impedindo que os parlamentares apoiem seu acordo.

Após reunião com a chanceler alemã, Angela Merkel, e com o primeiro-ministro holandês, Mark Rutte, May afirmou que não pode haver acordo de retirada da UE sem um plano de apoio para a fronteira irlandesa.

+ informações: https://www.bbc.co.uk/news/uk-politics-46515743

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *