Minuto Legal – Theresa May: “Se o parlamento rejeitar o acordo Brexit, nunca poderemos sair da UE”

Theresa May discursa sobre o Brexit: controle das fronteiras

 

Theresa May: “Se o parlamento rejeitar o acordo Brexit, nunca poderemos sair da UE”

Os parlamentares devem votar na próxima terça-feira o acordo do Brexit de Theresa May. A primeira ministra disse que se o Parlamento rejeitar o acordo, o Reino Unido “pode ​​nunca sair da UE”. Na próxima semana, os parlamentares de Westminster enfrentam uma escolha crucial: se apoiar o acordo do Brexit ou rejeitá-lo. Se o acordo for aprovado, Theresa May ainda pode precisar estender o artigo 50 para fazer arranjos para o Brexit Day. No entanto, não se sabe ao certo o que poderia acontecer se a votação fracassar, e deixará o Parlamento em apuros procurando uma alternativa a tempo para o dia 29 de março. Qualquer extensão ao processo do artigo 50 requer um acordo unânime do resto da UE.

Número de brasileiros barrados de entrar na União Europeia cresce mais de 60%

O número de brasileiros impedidos de entrar nos países da UE aumentou 61,1% em 2018 com relação ao ano anterior, de acordo com a Frontex, a agência europeia de controle das fronteiras europeis. A Frontex informa que os brasileiros foram majoritariamente barrados pela falta de visto válido ou permissão de residência e a falta de documentos que justifiquem a viagem ou as condições de permanência.

Home Office deve perder os poderes sobre a imigração

O Home Office é o departamento errado para gerenciar a imigração depois do Brexit, de acordo um relatório altamente crítico do Institute for Government (IfG) thinktank. O departamento está avançando com a implementação de um esquema de registro para 3,8 milhões de cidadãos da UE a partir de 30 de março. Segundo o relatório da IfG, o Home Office apresenta falhas sistemáticas e pede por uma revisão “urgente” nas operações de imigração. As informações são do The Guardian.

Bélgica diz às empresas para suspender as exportações para o Reino Unido após 29 de março

A autoridade alfandegária da Bélgica está aconselhando as empresas que exportam para o Reino Unido a suspender as remessas após o dia Brexit para evitar o caos no caso de um não-acordo. Kristian Vanderwaeren, executivo-chefe da alfândega belga, pediu um “Brexitpauze” depois de 29 de março e disse que as empresas devem exportar o máximo que puderem antes do inicio dos novos controles. . As informações são do Independent.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *