Escócia: 8 lugares que valem a pena uma visita

Paisagens de tirar o fôlego, lugares mágicos e uma atmosfera maravilhosa. Ahh, a Escócia..O país é repleto de qualidades e nem o clima frio é capaz de espantar os visitantes do mundo inteiro. Nesta lista você encontra os oito melhores lugares para conhecer lá. Tem desde Edimburgo até o temido Lago Ness. Descubra os segredos deste país tão inspirador.

  1. Lago Ness

Misterioso, encantador e bonito. Este é o famoso Lago Ness. Ele fica a 13 quilômetros da cidade de Inverness. É perfeito para passeios em família, com amigos ou até mesmo sozinho. O cenário encanta e tem um ar dramático e misterioso. No local você pode pegar um barco para explorar o lago também aproveitar uma linda e romântica caminhada nas redondezas. Existem alguns castelos e faróis nas proximidades.

Não tem como esquecer do épico Mostro do Lago Ness A.K.A. Nessie. Segundo a lenda, ele é um enorme monstro aquático e vive exatamente neste lago. Existem mais de mil relatos de pessoas que dizem já ter visto a criatura mística, mas, claro, não existe nenhuma evidência concreta de sua existência. Quando for à Escócia, procure pelo monstro também!

2. Castelo de Slains, Baía de Cruden

Sabe aquele lugar que você guarda na sua memória pra sempre de tão lindo? Com certeza a Baía de Cruden vai colar na sua cabeça! Montanhas, falésias, a praia e as impressionantes ruínas de um castelo dão uma das misturas mais encantadoras do Reino Unido. O lugar fica a 15 minutos de carro da cidade de Peterhead.

O Castelo de Slains foi construído em 1597, mas hoje só restam ruínas. Sofreu algumas reformas em 1836, porém o que restou foram apenas planos para a reconstrução total do lugar.

Tudo é de graça. Alguns dizem que este lugar inspirou Bran Stocker a escrever “Drácula”. Imperdível!

3. Ullapool

Localizado nas Highlands, Ullapool faz a mistura perfeita de mar e montanhas. A piscina de águas salgadas que se formou lá deixa a paisagem perfeita, tudo orna perfeitamente.

Também pode ser encontrada no local uma vila com restaurantes, hotéis e lojas. Em setembro acontece o festival de música Loopallu e se você gosta de boa música pode ser época ideal para conhecer o lugar!

4. Orkney

Os mistérios na Escócia não param no Monstro do Lago Ness não. Você já ouviu falar das ilhas de Orkney? Lá existe o Círculo de Brodgar (The Ring Of Brodgar), que é uma misteriosa formação circular de pedras. Supõe-se que as pedras foram colocadas lá 2.500 a.C., mas tudo é muito incerto.

Nas ilhas de Orkney ainda existem muitas outras coisas para se ver. Além das belezas e paisagens naturais, o lugar é abrigo dos restos de uma antiga aldeia que foi preservada, a Skara Brae. Os imóveis foram habitados há 5.000 anos!

5. Edinburgh – Edimburgo

Edimburgo é uma daquelas cidades que todo mundo deveria conhecer pelo menos uma vez na vida! Este é o município mais visitado da Escócia, e não é por menos. Com uma história vasta, o recomendado seria fazer passeios que desvendem e contem segredos desta cidade com tanta história a contar. O castelo próximo ao centro da cidade é um passeio imperdível.

foto: Gabriela Passos

6. Falls Of Feugh

Já pensou em ver salmões pulando dentro de um rio? Isso você pode ver na ponte que fica sobre a queda d’água conhecida como Falls of Feugh. Os melhores meses para ver o pulo dos peixes é entre setembro e novembro e de fevereiro a março.

7. Collieston

Passar um dia no vilarejo de Collieston é como passar um dia no século XIX! Esta é uma ótima experiência para os amantes de cultura e história. A vila fica entre Cruden Bay e Newburgh. A cidadezinha de praia parece ter sido tirada de um conto de fadas e há muito o que se explorar nas redondezas também, como penhascos e cavernas.

8. Strathyre

Outra vila linda da Escócia é a de Strathyre. É de lá que você vê a vista mais bonita para o lago Lubnaig. A vila tem esse nome porque é totalmente cercada pela floresta Strathyere. Nela é encontrada a casa de árvore mais antiga de todo Reino Unido, com mais ou menos 5.000 anos de idade.

Você conhece Rob Roy MacGrego? Aquele famoso escocês que ficava nos bosques e roubava dos ricos para dar aos pobres? Pois é, segundo a história ele fazia isto nessa região, inclusive ele foi enterrado na Balquhidder Church Yard, igreja que fica a apenas alguns quilômetros de Strathyre.

Por Natalia Fernandes

Minuto Legal: O Parlamento do Reino Unido votou pelo o adiamento do Brexit

Os parlamentares votaram a favor de um atraso de até, pelo menos, 30 de Junho, na saída do Reino Unido da União Européia, depois que eles rejeitaram o acordo do Brexit de Theresa May. Eles também rejeitaram esmagadoramente os pedidos de um segundo referendo.

Qual é o próximo passo? 

A primeira-ministra Theresa May buscará uma extensão da Europa nos dias 21 e 22 de março, e ela precisará dar aos líderes da UE uma boa razão para que isso seja aprovado. May avisou que se parlamentares não concordarem com um acordo nos próximos dias, um atraso ainda maior para o Brexit será necessário.

Quando o Brexit deve acontecer? 

No momento, o Reino Unido deve deixar a UE em 12 dias – em 29 de março.

O futuro do Reino Unido pode ser decidido por Macron e Merkel

De acordo com o tabloide britânico Express, a primeira-ministra Theresa May foi alertada por autoridades da UE de que o bloco exigirá um conjunto de condições estritas a qualquer pedido para estender a cláusula de saída do Artigo 50 da UE. Ss países da UE que mais investiram no processo Brexit – Irlanda, França, Alemanha e Holanda – moldarão a posição do bloco em uma cúpula de líderes na próxima semana. Isso significa que a decisão da Grã-Bretanha de pedir uma extensão do Artigo 50 será decidida nos países da UE, com líderes como Angela Merkel e Emmanuel Macron provavelmente tomando a decisão final.

Minuto Legal – Theresa May: “Se o parlamento rejeitar o acordo Brexit, nunca poderemos sair da UE”

 

Theresa May: “Se o parlamento rejeitar o acordo Brexit, nunca poderemos sair da UE”

Os parlamentares devem votar na próxima terça-feira o acordo do Brexit de Theresa May. A primeira ministra disse que se o Parlamento rejeitar o acordo, o Reino Unido “pode ​​nunca sair da UE”. Na próxima semana, os parlamentares de Westminster enfrentam uma escolha crucial: se apoiar o acordo do Brexit ou rejeitá-lo. Se o acordo for aprovado, Theresa May ainda pode precisar estender o artigo 50 para fazer arranjos para o Brexit Day. No entanto, não se sabe ao certo o que poderia acontecer se a votação fracassar, e deixará o Parlamento em apuros procurando uma alternativa a tempo para o dia 29 de março. Qualquer extensão ao processo do artigo 50 requer um acordo unânime do resto da UE.

Número de brasileiros barrados de entrar na União Europeia cresce mais de 60%

O número de brasileiros impedidos de entrar nos países da UE aumentou 61,1% em 2018 com relação ao ano anterior, de acordo com a Frontex, a agência europeia de controle das fronteiras europeis. A Frontex informa que os brasileiros foram majoritariamente barrados pela falta de visto válido ou permissão de residência e a falta de documentos que justifiquem a viagem ou as condições de permanência.

Home Office deve perder os poderes sobre a imigração

O Home Office é o departamento errado para gerenciar a imigração depois do Brexit, de acordo um relatório altamente crítico do Institute for Government (IfG) thinktank. O departamento está avançando com a implementação de um esquema de registro para 3,8 milhões de cidadãos da UE a partir de 30 de março. Segundo o relatório da IfG, o Home Office apresenta falhas sistemáticas e pede por uma revisão “urgente” nas operações de imigração. As informações são do The Guardian.

Bélgica diz às empresas para suspender as exportações para o Reino Unido após 29 de março

A autoridade alfandegária da Bélgica está aconselhando as empresas que exportam para o Reino Unido a suspender as remessas após o dia Brexit para evitar o caos no caso de um não-acordo. Kristian Vanderwaeren, executivo-chefe da alfândega belga, pediu um “Brexitpauze” depois de 29 de março e disse que as empresas devem exportar o máximo que puderem antes do inicio dos novos controles. . As informações são do Independent.

Minuto Legal: UE rejeita plano de acordo paralelo para proteger os direitos dos cidadãos da UE

A UE rejeitou os pedidos de um acordo para proteger os direitos dos expatriados do Reino Unido e da UE, se houver um Brexit sem acordo. Tory Alberto Costa sugeriu a primeira-ministra que escrevesse aos lideres da UE para apresentar uma emenda pedindo as proteções dos direitos. Mas a UE disse que “não negociaria mini acordos”, já que isso implicaria em fracasso nas negociações.

O acordo de retirada da Theresa May inclui compromissos para proteger os direitos dos britânicos nos países da UE e cidadãos da UE no Reino Unido após o Brexit. Mas os parlamentares até agora rejeitaram o acordo de May – levantando a perspectiva de o Reino Unido deixar a UE sem um acordo em 29 de março. Confira a informação completa pela BBC.

Theresa May considera que adiamento do Brexit

Theresa May prometeu aos parlamentes uma votação sobre o adiamento da saída do Reino Unido da UE ou a exclusão de um não-acordo Brexit, se eles rejeitarem seu acordo novamente. May prometeu aos MPs uma votação significativa sobre o acordo do Brexit até 12 de março. O líder trabalhista Jeremy Corbyn acusou a primeira-ministra de outro “grotescamente imprudente” atraso no Brexit. As informações são da BBC.

Partido trabalhista vai apoiar o referendo do Brexit

Jeremy Corbyn diz que os trabalhistas apoiarão outro referendo na UE depois que seu plano alternativo do Brexit foi novamente derrotado na Câmara dos Comuns. Mas o líder trabalhista disse que também continuará pressionando por “outras opções disponíveis”, incluindo uma eleição geral. As informações são da BBC.

Cresce a migração líquida de fora da UE

A imigração líquida para o Reino Unido de países fora da União Europeia atingiu seu nível mais alto por 15 anos, segundo o Escritório de Estatísticas Nacionais. Os números mostram que 261.000 cidadãos não pertencentes à UE vieram para o Reino Unido do que no ano que terminou em setembro de 2018 – o maior desde 2004. Em contraste, a migração líquida dos países da UE continuou a cair para um nível visto pela última vez em 2009. As informações são da BBC.

17 vilarejos britânicos que você tem que visitar

Por Natalia Fernandes

Desconhecidas dos turistas e impressionantemente bonitas, essas vilas vão te fazer querer escapar dos grandes centros urbanos britânicos

Quando alguém fala Reino Unido normalmente as pessoas pensam em Londres, Edimburgo ou no máximo nas famosas e desertas pedras Stonehenge. Mas você sabia que é nas pequenas cidades que você vai conseguir uma autêntica experiência britânica? Existem muitos vilarejos no interior que poucos turistas conhecem, mas que com certeza vale a pena o descolamento. Se procura beleza, tranquilidade e locais amigáveis, com certeza você deve conhecer esses vilarejos.

Aqui você vai encontrar lagos, casas de séculos atrás, arquitetura encantadora, montanhas, charme e comidas típicas saborosas. Sem contar que o custo de vida é muito mais barato que em Londres, então se prepare para gastar menos do que o esperado, tanto com acomodação, alimentação e transporte.

Se você visita o Reino Unido ou até mesmo mora, tire um tempo para visitar esses lugares:

  • Bibury, Cotswold, Inglaterra

Com casas que nos fazem sentir dentro de um conto de fadas, Bilbury encanta os turistas. Esta rua da foto é a Arligton Row e você precisa passar por ela!

  • Eton, Berkshire, Inglaterra

A 40 minutos de Londres e mais perto ainda do Castelo de Windsor, Eton é uma vila que merece ganhar um dia no seu roteiro. As construções antigas e típicas britânicas surpreendem os visitantes.

 

  • Crail, Fife, Escócia

A Vila de Pescadores fica no sudeste da Escócia. Aqui você pode comer o tradicional prato britânico fish and chips fresquinho, além de conhecer sobre pesca e apreciar as belezas da região.

  • Castle Combe, Wiltshire, Inglaterra

Com casas e chalés deslumbrantes, Castle Combe é um dos vilarejos mais bonitos e tradicionais de todo Reino Unido. As ruas e as casas de pedra dão charme ao lugar, sem contar que lá tem salões para tomar chá com biscoitos durante a tarde. Nada mais inglês do que isso!

  • Bourton-on-the-Water, Gloucestershire, Inglaterra

Digna de cenário de filme, essa vila com casas lindas vai te encantar. Tire muitas fotos, principalmente se o dia estiver ensolarado.

  • Cerne Abbas, Dorset, Inglaterra

Pequeno e histórico, Cerne Abbas é um local que nos faz voltar na famosa Era Pagã Inglesa. Lá tem uma estátua pagã da fertilidade e ela foi criada há milhares de anos e continua do mesmo jeito até hoje. Se você gosta de voltar no tempo, Cerne Abbas é o lugar certo.

  • Yalding, Kent, Inglaterra

Se procura por um descanso da cidade grande, que tal Yalding? O vilarejo fica a uma hora de Londres e é uma boa pedida para quem procura paz e beleza ao mesmo tempo.

  • Polperro, Cornualha, Inglaterra

Paraíso das gaivotas, Polperro é uma vila litorânea cheia de montanhas e pedras. O charme das casas brancas com janelas coloridas vai ficar na sua memória para sempre.

  • Lacock, Wiltshire, Inglaterra

Sabe aqueles chalezinhos tortos e telhados de palha que, de tão antigos, você acha que nem existem mais? Pois é, você com certeza encontrará essas casinhas por toda aldeia de Lacock. Surpreenda-se!

  • Plockton, Loch Carron, Escócia

A cultura escocesa pode ser encontrada mais viva do que nunca em Plockton. A cidadezinha fica ao norte da Escócia.

  • Beddgelert, Snowdonia, País de Gales

Não podemos esquecer do querido País de Gales na nossa lista. A vila de Beddgelert faz você se sentir maravilhado com tanta harmonia entre natureza e construções antigas.

  • Crovie, Aberdeenshire, Escócia

A verdadeira definição de paraíso você pode encontrar neste vilarejo a beira mar.

  • St Davids, Pembrokeshire, País de Gales

Difícil não se impressionar com a construção da Catedral desta vila! História e beleza são duas coisas que o Reino Unido consegue unir com louvor.

  • Kettlewell, North Yorkshire, Inglaterra

Toda Yorkshire é incrivelmente bonita e Kettlewell é um exemplo perfeito do que é o condado.

  • Tobermory, Ilha De Mull, Escócia

Esta é outra vila de pescadores a ser explorada. A cidadezinha colorida merece pelo menos um dia no seu roteiro de viagem a Escócia. Tudo vai te encantar: o mar, os barcos, as casas e principalmente os moradores.

  • Cushendun, Condado de Antrim, Irlanda do Norte

A linda e não tão conhecida Irlanda do Norte também tem uma vila na nossa lista. Cushendun possui um litoral épico com uma cor de mar inacreditável. Não fique só no básico! Quando for ao Reino Unido vá também a Irlanda do Norte.

  • Portmeirion, País de Gales

E por último, mas não menos importante, a vila de Portmeirion, no País de Gales. Bem na zona rural do país, um vilarejo italiano! As casinhas coloridas de janela verde podem até te enganar e fazer você pensar que está na Itália. Um lugar diferente e único no Reino Unido.