O Reino Unido e a UE fecham acordo sobre o período de transição do Brexit

Depois de discursos afiados e discordância de ambos lados, finalmente o Reino Unido e a UE chegaram a um acordo sobre o periodo de transição do Brexit.  Os cidadãos europeus que chegam ao Reino Unido durante a transição também terão os mesmos direitos dos 3 milhões que já residem no pais.

O tratado estipula que o Reino Unido cumpra as regras do bloco até se separar por completo, no dia 31 de dezembro de 2020. Durante o período de transição, o país perderá o direito a voto dentro da união, o que contabilizou mais uma derrota para governo britânico.

No contexto geral, o acordo foi considerado pelos negociadores Michel Barnier e David Davis “um passo decisivo no processo Brexit.” Apesar de algumas questões ainda ficaram de fora das negociações, como a fronteira da Irlanda do Norte.

O acordo assinado ainda será apresentado aos líderes europeus nesta semana e logo em seguida ao Parlamento Europeu, para aprovar o tratado final do “brexit” antes de entrar em vigor. Saiba mais os principais termos do acordo anunciado em Bruxelas:

  • O período de transição durará do dia Brexit de 29 de março de 2019 a 31 de dezembro de 2020
  • Os cidadãos da UE que chegam no Reino Unido entre este periodo terá os mesmos direitos e garantias que os que chegaram antes do Brexit. O mesmo se aplicará aos britânicos residentes na Europa.
  • O Reino Unido poderá negociar, assinar e ratificar os seus próprios acordos comerciais durante o período de transição.
  • O Reino Unido ainda será parte dos acordos comerciais da UE existentes com outros países.
  • A Irlanda do Norte permanecerá efetivamente em partes do mercado único e da união na ausência de outras soluções para evitar uma fronteira difícil com a Irlanda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *