Saiba tudo sobre o aplicativo do Brexit para os cidadãos da UE

O Reino Unido enfrenta a tarefa de registrar mais de 3,6 milhões de cidadãos da UE para permanecer no país após o Brexit. O governo de Theresa May ainda não divulgou publicamente como planeja alcançar isso. No entanto, o Home Office insiste que há planos para criar um novo “esquema digital, simplificado e de fácil utilização” para que os cidadãos europeus garantam o direito de permanecer no Reino Unido, concedendo-lhes o status de residentes. O site Business Insider teve acesso ao aplicativo informou uma prévia de como o processo provavelmente acontecerá. Lembrando que isso são expectativas, o aplicativo não foi lançado ainda.

Smartphone app

O Home Office admitiu que o novo aplicativo de smartphone para registrar o “status de residência” dos cidadãos da UE no Reino Unido não funcionaria em iPhones. Que levantou o questionamento de alguns sobre como alguém sem acesso a um telefone operado por Android poderia se registrar?

Primeiramente, o Home Office está empenhado em enfatizar que o aplicativo é apenas uma parte de um novo sistema amplo, apesar de ter recebido a maior parte da atenção da mídia.

O aplicativo poderá escanear passaportes com chips biométricos, que instantaneamente carregam os dados de um usuário. Mas também haverá opções não-digitais disponíveis, segundo o Home Office, provavelmente semelhantes às existentes atualmente para extensões de vistos e pedidos de cidadania permanente.

Como o aplicativo funcionará?

  1. Quando abrir o app, será pedido que responda a algumas questões básicas: o nome, se é um cidadão da UE, se vive no Reino Unido e se tem antecedentes criminais.
  2. Você será solicitado a fornecer documentação comprovando sua identidade. Se o seu passaporte contiver um chip biométrico, você poderá digitalizá-lo usando o software de digitalização integrado de um telefone Android. A Apple não permite que aplicativos de terceiros usem esse software, o que significa que o aplicativo não funcionará em iPhones.
  3. A pessoa que testou o aplicativo disse que o passaporte foi reconhecido e escaneado pelo telefone quase instantaneamente.
  4. Você será solicitado a tirar uma selfie, para verificar se você é quem diz que ser.

O que acontece depois?

Uma vez que um indivíduo tenha sido identificado, sua inscrição será passada para um assistente social. Normalmente, o ônus da prova recai sobre o solicitante individual para provar seu direito de permanecer no Reino Unido, fornecendo uma extensa documentação. O novo sistema coloca essa responsabilidade no governo.

O Business Insider entende que o Home Office usará dados do HMRC, registros e outros dados do governo para comprovar por quanto tempo o cidadão europeu reside no Reino Unido.

Mais detalhes sobre o esquema serão esclarecidos no verão, segundo o Home Office.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *