‘Sonho Brexit está morrendo’ alerta Boris Johnson na carta de demissão

Ministro de Relações Exteriores, Boris Johnson, um dos maiores defensores e rostos da campanha do Brexit, demitiu-se apenas algumas horas após o secretário do gabinete de Thereza May, David Davis anunciar o seu desligamento. Em sua carta de demissão, Boris Johnson alertou o “o sonho Brexit está morrendo”, segundo ele, os planos de Thereza May podem significar que Reino Unido se torne uma “colônia” da UE.

Assim como David Davis, Johnson compareceu a reunião em Chequers an semana passada quando a primeira Ministra Thereza May acreditava que tinha conseguido unir os ministros do governo britânico. No entanto, qualquer esperança de paz foi quebrada dentro das primeiras 48 horas, quando os dois representantes decidiram ir contra as regras de responsabilidade coletiva, onde os ministros são obrigados a seguir a linha de governo.

Em sua carta, Johnson alerta que os sonhos dos Brexiteers para uma Grã-Bretanha voltada fora da Europa foram sendo “sufocados pela insegurança desnecessária” e os negociadores estavam sendo enviados com “bandeiras brancas esvoaçantes”. Ele continuou ainda: “o governo britânico passou décadas argumentando contra esta ou aquela regra da UE. Estamos agora em posição ridícula de afirmar que temos de aceitar uma quantidade de lei da UE, sem alterar, porque é essencial para nossa saúde econômica – e quando já não temos qualquer capacidade de influenciar estas leis. Neste aspecto estamos realmente indo para o status de colônia.”

Johnson quebrou o protocolo ao liberar a própria carta de demissão, em vez de aguardar a ser publicado juntamente com a resposta do primeira-ministra, como é de costume. Mais cedo, um porta-voz de Downing Street anunciou: “esta tarde, a primeira ministra aceitou a demissão de Boris Johnson como Ministro dos Negócios Estrangeiros. Seu substituto será anunciado em breve. A primeira-ministra agradece pelo trabalho de Boris Jonhson.

Photo: Toby Melville – WPA Pool/Getty Images Europe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *