Tag: Remove term: estudantes

pessoas com intenção de estudos no Reino Unido

Imigração: o que muda para pessoas com intenção de estudos no Reino Unido

O Home Office está sempre anunciando novas medidas para imigrantes no Reino Unido. Se você vem para o Reino Unido com intenção de estudo, vale a pena ficar atento e se informar!

ANTIGAS/ATUAIS LEIS MUDANÇAS DAS LEIS A PARTIR DE
Dinheiro para se manter no país

O dinheiro que você precisa em meses

Em Londres – £ 1020

Fora de Londres – £820

–          Até 11/11/2015

Primeiro curso – Até 9 meses

Extensão do curso no Reino Unido se você frequentou corretamente as aulas (curso anterior deve ter sido com duração superior a 6 meses)

Você precisa apenas de 2 meses de despesas para viver

A partir de 12/11/2015

Em Londres – £1265

Fora de Londres – £1015

A partir de 12/11/2015

–          Montante não reduzido

–          Precisa mostrar 9 meses

Limite do tempo no Reino Unido como estudante com Tier 4 Até 3 anos em cursos abaixo do nível de graduação

Até 5 anos em cursos de nível de graduação ou acima

A partir de 03/08/2015

Até 2 anos quando em cursos abaixo do nível de graduação

Até 5 anos quando em cursos acima do nível de graduação

Direito de trabalho Abaixo do nível de graduação

– Sem direito a trabalho

A menos que esteja estudando com instituição definida pelo Home Office que permite trabalho nessas condições

Nível de graduação ou acima – Permitido trabalhar 20 horas por semana
Extensão do visto Tier 4 no Reino Unido Possível estender o visto Tier 4 dentro do Reino Unido antes de 10/08/2015 A partir de 10/08/2015

–          Pode estender seu curso dentro do Reino Unido se o novo curso representa progressão acadêmica do curso anterior

–          Se você não completou o primeiro curso, você precisa solicitar o visto for a do Reino Unido para iniciar um novo curso

Estender o visto para uma nova categoria com o Tier 4

Ex.: Tier 4 para Tier 1 Empreendedor

Poderia mudar de categoria dentro do Reino Unido Precisa deixar o Reino Unido e solicitar do exterior para o Tier 2 e o Tier 1 Empreendedor
Estudantes universitários que querem estender seus estudos no mesmo nível acadêmico Antes de 03/08/2015

Era possível estender

Apenas se o curso está relacionado com o curso anterior e a universidade confirma que o curso apoia as aspirações genuínas do estudante para estender o visto
Período que o visto é concecido Duração do curso + 4 meses se o curso for de 12 meses ou acima

Duração do curso + 2 meses entre 6 a 12 meses

Duração do curso mais 1 semana para cursos com duração inferior a 6 meses

Vistos baseado na duração do curso + intenção de viajar ao país de origem depois do curso
Estudantes como alvo das limitações na imigração

Estudantes como alvo das limitações na imigração corre o risco de denegrir a reputação do Reino Unido

David Cameron foi avisado por seu próprio secretário de Relações Exteriores que a inclusão de estudantes estrangeiros no alvo da migração líquida do governo corre o risco de comprometer a reputação da Grã-Bretanha no exterior.

Em uma carta ao primeiro-ministro, Philip Hammond escreve: “De um ponto de vista político externo, o papel da Grã-Bretanha como um destino de classe mundial para estudantes internacionais é um elemento altamente significativo do nosso sutil poder de oferta. É uma questão que cresce consistentemente comigo por nossos conterrâneos estrangeiros.”

Sr. Hammond junta-se o chanceler e ao secretário de negócios na chamada para os números de estudantes a serem retirados da meta de reduzir a migração líquida dos atuais 330 mil para menos de 100 mil pela próxima eleição geral. “É hora de tomar a decisão de contar alunos separadamente internacionais que vêm estudar aqui no Reino Unido, desde que eles estejam aqui para o estudo legítimo”, afirma na carta.

Sua intervenção deixa Theresa May cada vez mais isolada em continuar a insistir para que os estudantes estrangeiros fazem parte das medidas. Os dados mais recentes mostram que no ano até o final de março o número de estudantes estrangeiros que vêm para o Reino Unido por mais de um ano aumentou de 176.000 para 188.000. Cerca de três quartos deles eram cidadãos não europeus.

Como resultado, uma fonte do governo afirmou que algumas matérias como Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática estavam em risco de ser retirados por algumas universidades, porque confiaram em estudantes estrangeiros para fazer com que esses cursos fossem economicamente viáveis. Isso seria altamente embaraçoso para o governo, que fez campanha para impulsionar a participação em disciplinas STEM.

A fonte do governo também observou que os estudantes estrangeiros poderiam valer £12 bilhões por ano em taxas de ensino superior até 2020. “Não temos muitas indústrias de exportação globalmente competitivas. Devemos celebrar ao invés em vez de considerá-la como uma praga de imigração”, a fonte disse.

O primeiro-ministro enfrenta agora uma decisão difícil entre apoiar sua secretária ou se aliar com o chanceler, secretário de Relações Exteriores e secretário de negócios.

Fonte: Channel4.com

estudantes internacionais na Irlanda

Novas restrições aos estudantes internacionais na Irlanda

O sistema educacional voltado aos estudantes internacionais na Irlanda, assim como no Reino Unido, está passando por novas reestruturações.

Segundo o Servico Irlandês de Naturalização e Imigração, o mercado de estudantes internacionais (overseas) é  de extrema importância para a economia da Irlanda, e movimenta anualmente cerca de 1 bilhão de euros. No entanto, o governo reconhece ter havido abuso do sistema de imigração principalmente por parte dos estudantes internacionais, facilitando a vinda dos imigrantes para trabalhar e morar em países mais ricos.

Uma série de medidas foram anunciadas pelo ministro da Educação e Competências, incluindo a criação de um Grupo de Alto Nível especializado em Educação Internacional para viabilizar uma nova abordagem nacional para  a promoção da Irlanda como um centro de educação para estudantes internacionais nos setores público e privado.

A partir de janeiro deste ano, os estudantes internacionais foram divididos em duas categorias: 1) Programas de Graduação para os estudantes matriculados em Ensino Superior em escolas credenciadas no Quadro Nacional de Qualificações (NFQ) nível 7 ou acima. 2) Programa de curso de Línguas e de Não Graduação formado por estudantes com cursos de Inglês ou cursos acadêmicos de nível abaixo do 7 (NFQ), sendo o nível 5  (NFQ) o mínimo permitido.

Há também restrições quanto ao tempo de permanência na Irlanda. O estudante de Línguas ou de curso de não graduação poderá permanecer no máximo três anos consecutivos no País. Sendo as únicas excecões quando o estudante for aceito em um programa de educação superior credenciado nacionalmente no NFQ nível 7 ou acima. Exceções também poderão ocorrer se forem provadas circunstâncias especiais como motivo de doença, por exemplo. Não será permitido ao aluno direcionar-se na direção inversa: a partir do Programa de Graduação para um curso de Línguas.

No geral, os estudantes internacionais não pertencentes a União Européia poderão permanecer no País no máximo 7 anos, exceto para o curso de doutorado ou programa de estudo de longa duração, como medicina, por exemplo. Exceções poderão ser feitas caso sejam comprovadas circunstâncias especiais como doença, por exemplo.

Alunos matriculados em cursos de graduação do programa serão obrigados a comprovar  que estão progredindo academicamente, como demostração de exames aprovados, a fim de manter a sua permissão no País.

Estudantes que se inscreverem em um curso NFQ nível 7 ou acima deverão ter um nível adequado de Inglês para seguirem o programa antes de mesmo deixarem o próprio País. Se precisarem aprimorar o Inglês para um curso de gradução escolhido na Irlanda, deverão especificar claramente com antecedência em qualquer pedido de visto.

Reconhece-se que sob o novo regime um número substancial de alunos já terão ultrapassado a duração permitida para a sua estadia no País. Quanto a isso, não seria razoável supor que os alunos nesta situação sejam predominantemente trabalhadores. Por isso, para eles será concecido um período apropriado para pertencerem formalmente ao mercado de trabalho.

Qualquer aluno cuja permissão atual tenha expirado antes de 01 de janeiro de 2011, terá que obedecer às novas regras do sistema existente e estará livre para se matricular em qualquer curso adicional e completá-lo (sujeito à concordância a todas as condições impostas no âmbito do novo regime em 1 de janeiro de 2011 no que diz respeito a progressão e a participação em cursos).

Para mais informações, entre em contato com a LondonHelp4U e faça sua inscrição. Nós estamos preparados para oferecer-lhe o melhor suporte e toda segurança na solicitação de visto.