Brexit já prejudica mercado de trabalho no Reino Unido diz pesquisa

workforce

O mercado de trabalho do Reino Unido já começou a sentir o impacto negativo do Brexit. A escassez de mão-de-obra de imigrantes europeus já são evidentes em setores como enfermagem, limpeza, TI e contabilidade.

De acordo com um relatório do Markit / REC, feito com recrutadores, a disponibilidade de candaditos para trabalhos temporários ou permanentes caiu no ritmo mais rápido em 16 meses no último mês de abril.

Os recrutadores relataram que tiveram um número menor de candidatos para mais de 60 funções diferentes, enquanto que o número de vagas continuaram a subir.

O chefe-executivo da Confederação de Recrutamento e Emprego (REC), Kevin Green, sugeriu que esta crescente tensão no mercado de trabalho refletiu, em parte, uma crescente relutância dos cidadãos da UE em vir trabalhar no Reino Unido.

“Temos a taxa de desemprego mais baixa desde 2005, e as pessoas que já estão no mercado de trabalho estão ficando mais hesitantes em relação ao emprego em meio à incerteza da Brexit. Enquanto isso, o enfraquecimento da libra e a falta de clareza sobre futuras regras de imigração está adiando alguns cidadãos da UE de assumir funções no Reino Unido “, declarou Green ao “The Independent”.

Segundo a pesquisa com 400 consultorias de recrutamento e emprego, 38% delas relataram um número menor de candidatos permanentes disponíveis.  Todas as regiões do Reino Unido viram quedas na disponibilidade de candidatos, sendo a mais afetada o Sul da Inglaterra.

“Este estudo deixa bem claro o grave impacto que a incerteza relacionada ao Brexit tem sobre a nossa economia e os receios que os empregadores têm de haver uma  escassez de profissionais competentes”, disse Jame McGrory, do grupo Open Britain.

Os novos registos do National Insurance Number dos trabalhadores vindo da Europa também estabilizaram desde a votação para sair da União Europeia em junho de 2016.

O futuro  dos 3 milhões de europeus que já vivem no país é ainda incerto e será um dos pontos-chave da saída do Reino Unido da União Europeia. Na próxima segunda, Francine Mendonça, CEO da LondonHelp4U, fará um live em nossa página no Facebook sobre as Eleições Gerais do Reino Unido e os Direitos dos Cidadãos Europeus. Envie suas dúvidas através da nossa página e não perca, será às 19h (horário de Londres) e às 15h (horário de Brasília).

ukelections

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *