Category: General News

Detroit’s Lawyers Defend Billing

Detroit’s Lawyers Defend Billing

In court papers, lead law firm Jones Day and others that helped Detroit navigate its historic debt restructuring made a case—at the request of U.S. Bankruptcy Judge Steven Rhodes—for why their hourly billing rates and final tab are reasonable. Officials at Jones Day, who pointed out they had already cut $17.7 million from their tab, defended the $53.7 million in fees charged for roughly 17 months’ work.

Continue reading “Detroit’s Lawyers Defend Billing”

Real estate attorney Bill Kuehling

Real estate attorney Bill Kuehling

Bill advises developers, nonprofit corporations, and public entities on a variety of real estate transactions and infrastructure finance. He has more than 20 years of experience in real estate development, public/private partnerships, land use, and municipal law, and serves as an advisor to national developers seeking tax abatements, tax increment financing, or any other redevelopment opportunities across the St. Louis region.

Continue reading “Real estate attorney Bill Kuehling”

CV or not CV

CV or not CV?

Se um empregador quer um currículo ou um application form online, saber como se apresentar é ainda vital

Com tantas aplicações para vagas, está nas suas mãos fazer suas qualidades e habilidades se destacarem – e isto significa investir tempo tanto no seu currículo como no seu application form (aquele formulário online que as empresas disponibilizam quando anunciam suas vagas pela Internet).

Primeira coisa: antes mesmo de você começar a escrever, tenha certeza de que você saiba como aplicar para uma vaga. Pode soar óbvio, mas todo gerente de recursos humanos tem histórias de ser inundado com currículos e cartas de apresentação quando eles apenas solicitaram um application form padrão, ou inundado com currículos em que uma simples pergunta não foi respondida corretamente.

Esta leitura deveria também ser aplicada para as especulações de trabalho. As dicas do que incluir estão todas neste post – então se a vaga está pedindo para habilidades gerenciais ou cinco anos de experiência, por exemplo, tenha certeza de que isso esteja bem claro no currículo. Procure por estas palavras-chave no anúncio da vaga e integre-as com a sua aplicação. Não tem motivo criar um único currículo para todas as vagas que aplicar, pois os recrutadores podem perceber isso a milhas de distância. Um currículo tem de ser específico para cada vaga.

Ter seu currículo atendendo aos padrões também é essencial se você estiver se divulgando por outros meios ao invés de aplicar diretamente para vagas. O site de empregos Indeed, por exemplo, tem uma busca gratuita de CVs para empregadores, que vai buscar currículos usando apenas “o quê” e “onde” em boxes com termos comuns de busca. Então assegure-se que as palavras-chave para suas habilidades estão incluídas, como “gerencial” ou “TI”.

Por qualquer meio que você estiver aplicando para uma vaga, mantenha seu CV simplicado. Profissionais de RH concordam que um CV de mais de três páginas provavelmente vai para o lixo, enquanto respostas muito longas em application forms vão ofuscar suas qualidades-chave. Use bullet points para destacar suas qualidades e habilidades vitais e sua expertise.

Finalmente, lembre-se que pronúncia perfeita, gramática e acentuação são essenciais. Não importa a posição, é sempre bom demonstrar que você é meticuloso, cuidadoso e presta atenção aos detalhes.

Fonte: Jornal Metro UK

8 lugares incomuns em Londres

Conheça 8 lugares incomuns em Londres que não te dão a sensação de estar na capital inglesa

Com a infinidade de coisas para fazer, com o agito diário e tudo sempre em desenvolvimento, a nossa querida Londres ainda separou lugares incríveis para quem está a fim de se sentir fora do território britânico (não que isso seja algo que a gente realmente queira, mas é interessante, no mínimo curioso, sentir-se na Índia em pleno centro de Londres, não?).

Por isso, a gente listou 8 lugares maravilhosos que dão a oportunidade de desfrutar de diferentes arquiteturas, decorações, paisagens e muito mais. Olha só que curioso! Vamos lá!

1-Shri Swaminarayan Mandir é um templo Hindu que, com suas superfícies de mármore polido e colunas ornamentadas, torna o ambiente propício para o silêncio, a reflexão e a oração. Fazendo os seus turistas acreditarem estar na Índia, o adorável Shri Swaminarayan Mandir é um dos maiores templos hindus fora da Índia. Ele foi construído a partir de 2.828 toneladas de calcário búlgaro e 2 mil toneladas de mármore italiano, ambos esculpidos à mão na Índia antes de ser trazido para o seu ambiente atual. Prepare-se para se sentir transportado à India quando você subir os degraus e entrar no espaço principal, regado de santuários de divindades e arquitetura original do país.

shri swaminarayan Mandir 1

2-A segunda dica da LondonHelp4U para você visitar é o Rivoli Ballroom. Com um baile à fantasia mágico, o ambiente sacode o público com os melhores sucessos do rock ‘n’ roll da década de 1950. Coberto de veludo vermelho do chão ao teto, o ambiente é a própria definição de hedonismo. Combinado com os candelabros austríacos, enormes lanternas chinesas e uma decoração pra lá de especial, o ambiente promete uma das noites mais retrôs da sua vida.

Rivoli Ballroom 2

3-O Barbican Conservatory, conhecido como o retiro tropical, te teletransporta para uma ilha tropical com suave brisa soprando em seu rosto através das palmeiras, e ao seu lado, um lago cheio de peixes exóticos para caso queira se refrescar. Não é o paraíso? Bem-vindo, voce está no Barbican! O Jardim do Centro Barbican é um oásis escondido. Preenchido com mais de 2 mil espécies de plantas exóticas que caem sobre o concreto,e teletransportam de Londres para uma serenidade tropical.

Barbican Conservatory 3

4-Em seguida, você já ouviu falar no refúgio exótico? Leighton House Museum é o lugar ideal para relaxar. Um palácio turco decorado com luxuosos azulejos é o lugar propício para estar depois de um longo dia de trabalho. Só pra te lembrar, você não está em Istambul, mas sim em Holland Park! Leighton House Museum é a antiga casa e estúdio do pintor pré-rafaelita Frederic Leighton e é descrito como o lugar “onde o Oriente encontra o Ocidente”. A casa e o estúdio estão cheios de pinturas do artista em diferentes momentos da sua vida. O Salão Árabe revestido de azulejos e mosaicos promete fazer você esquecer em que continente você realmente está.

Leighton House Museum 4

5-A dica também é visitar o templo de arte Rothko. Um refúgio mal iluminado onde você pode considerar algumas das melhores obras de arte do século XX. Parece o paraíso! Algumas pessoas até utilizam a palavra “obra-prima’’ para descrever a série mais famosa do artista americano Mark Rothko. Com iluminações baixas, o ambiente é considerado uma das salas mais tranquilas e bonitas de Londres inteira.

The Rothko Room 5

6-Já pensou em visitar o paraíso persa? O restaurante Behesht te leva! Na verdade, você está em Harrow Road, mas a sua sensação será de estar festejando no centro de Teera. O ambiente é coberto por fantasias persas, arte e instrumentos musicais, papagaios em gaiolas e, por incrível que pareça, o restaurante tem atá uma lagoa! Um dos restaurantes iranianos mais famosos de Londres te oferece essa incrível experiência.

Behesht restaurant 6

7-Você não pode deixar de conhecer a ruína romântica. St Dunstan-in-the-East é um jardim secreto de uma antiga igreja com flores que crescem fora das ruínas pitorescas. Tudo está estruturalmente sólido e idílico. A Igreja foi parcialmente demolida em 1941, mas ao invés de reconstrui-la, derrubá-la ou colocar um Pret a Manger (não existia na época, porque senão esta seria uma ótima ideia), converteram em um espaço verde e tranquilo no meio da cidade. É um ótimo lugar para quem pretende se refugiar pelo menos um pouquinho da agitação do dia a dia!

St Dunstan-in-the-East 7

8-Por último, já experimentou um passeio assustador em Londres? O Terrace Catacombs pode te oferecer um. Uma vez que você está lá dentro, poderá se maravilhar com a bela arquitetura vitoriana. Se você conseguir escapar do medo de estar no cemitério de Highgate, poderá explorar o resto da beleza do ambiente, que guarda os túmulos de Karl Marx e George Eliot.

Terrace Catacombs 8

vive no Reino Unido sem falar inglês

Você vive no Reino Unido sem falar inglês?

Há pessoas em todo o Reino Unido, embora não nascidos na Inglaterra, conseguindo ter seu próprio negócio ou manter um emprego, sem saber falar Inglês corretamente. Mas será que é mesmo possível viver aqui sem conhecimento adequado da língua nativa?

A comunidade romena é um dos maiores grupos de imigrantes no Reino Unido, com um número estimado de 150.000 pessoas residindo no nordeste de Londres. Petru Clej, intérprete romeno trabalhando em Londres, diz que dentro dessas “comunidades locais” é bem possível viver sem falar e aprender Inglês. “Eles se estabelecem aqui em grupos. Há bairros inteiros cheios de romenos. Eles têm as suas próprias lojas, suas próprias igrejas, assinam a TV romena, e ainda trabalham juntos. É fácil encontrar romenos vivendo aqui por mais de 10 anos sem falar uma palavra de Inglês. Embora não tenham uma vida integrada, conseguem sobreviver. Se têm filhos, eles vão para a escola, aprendem Inglês e os filhos acabam como intérpretes para os pais. Portanto, não há sempre um incentivo para aprender” diz Petru Clej.

Para a comunidade brasileira a situação não é muito diferente. Há uma estimada de 200.000 brasileiros vivendo no Reino Unido, onde 130.000 moram em Londres. Se você andar pelas ruas do noroeste de Londres ouvirá Português, língua nativa do Brasil, por onde passar. Assim como para os romenos, é possível encontrar brasileiros naturalizados britânicos que vivem no Reino Unido por mais de 10 anos, mas mal conseguem manter uma conversa com um nativo. Por isso, suas vidas também são limitadas a um status de conveniência e dependência de parentes e amigos da mesma nacionalidade.

Apesar certos campos dos serviços sociais oferecerem ajuda com interpretação, como o sistema de justiça criminal, por exemplo, conseguir viver no Reino Unido sem falar Inglês a um nível avançado está ficando mais e mais difícil. Habib Rahman, do Conselho para o Bem-Estar dos Imigrantes, diz que as pessoas geralmente querem aprender Inglês para se integrar na sociedade britânica. Mas o problema é que não querem fazer esforço, porque são dependentes de outras pessoas ou porque vivem aqui ilegalmente. Líder do Partido Trabalhista, Ed Miliband, disse que “não muito tem sido feito para garantir a integração na sociedade em geral das comunidades imigrantes. Mas se as pessoas querem se estabelecer no Reino Unido falar Inglês é fundamental. É de seu próprio interesse aprender a língua nativa para que tenham acesso a oportunidades de emprego melhores, e educação para si e seus filhos.”

Mas agora as coisas estão mudando, principalmente para aqueles que desejam residir no Reino Unido, especialmente para os que desejam se naturalizar. O teste life inthe UK foi idealizado para preencher esta lacuna, e encorajar as pessoas a aprender não só a língua como também a história do local onde escolheram para viver. Então, se você mora no Reino Unido e quer aprender Inglês, bem como se preparar para o teste life in the UK entre em contato conosco. Oferecemos cursos de preparação regularmente, com um professor britânico. Além disso, temos parcerias com as melhores escolas de inglês no Reino Unido para fornecer aos nossos clientes os melhores programas de aprendizado.