Confira os países europeus onde é possível obter Residência

Alguns países europeus oferecem acordos através dos quais é possível obter permissões de residência ou cidadania em troca de investimentos financeiros, em empresas ou imóveis locais.

Os programas são uma boa opção para quem não direito a uma cidadania europeia, seja por família ou tempo de residência nos países, mas deseja morar na Europa. A maioria deles permite que o portador tenha acesso a livre circulação entre os países do bloco europeu, bem como o direito a residência e trabalho nos mesmos.

Um estudo da empresa de consultoria Henley e Partners analisou os programas oferecidos por diferentes governos, classificando-os por valor, qualidade, reputação entre outras referências. Aqui estão os países europeus  que realizaram o melhor desempenho, com acesso mais barato e fácil à residência.

12. Bulgária: Um depósito de cerca de € 500.000 em uma carteira de títulos do governo búlgaro por cinco anos é suficiente para se qualificar para o programa de residência da Bulgária.

11. Grécia: Depois de obter o visto “D”, os investidores podem candidatar-se a residência grega após a compra de imóveis com um valor total de € 250.000.

10. Chipre: A ilha do Mediterrâneo oferece baixos impostos e programas de obtenção de cidadania a partir de investimentos de € 300,000.

9. Mónaco: Os residentes do Mónaco não estão sujeitos ao imposto sobre o rendimento, ao imposto sobre os ganhos de capital ou ao imposto sobre o património e podem viajar sem visto para todos os países da área Schengen.

8. Jersey: A ilha de Jersey é atraente por seu baixo regime tributário e clima ameno. O investimento mínimo para residência custa £ 125,000 por ano e só está aberto para aqueles que ganham mais de £ 625,000.

7.Reino Unido: O Reino Unido oferece programas de investimento no país que garantem aos seus portadores e suas famílias o direito a residência permanente no país. O investimento mínimo necessário é de £ 2 milhões.

6. Letónia: Para obter uma autorização de residência temporária da Letónia, é preciso comprar imóveis pelo valor de € 250,000 e pagar uma taxa de governo de 5%.

5. Espanha: O país tem um programa de residência, que pode ser obtida comprando um imóvel no valor mínimo de € 500.000 ou investindo € 2 milhões junto ao governo espanhol.

4. Malta: Malta tem baixas taxas de impostos para residentes permanentes e oferece um programa de residência a partir da compra de uma propriedade de valor mínimo de € 275,000.

3. Portugal: O governo Português oferece o Golden Visa, através do qual é possível obter a residência no país através da criação de um negócio que gere ao menos 10 vagas de emprego, compra de imóveis no valor de €500,000 ou investimentos financeiros de € 1 milhão.

2. Bélgica: Um pedido de residência belga leva apenas dois meses para ser finalizado e um emprego no país pode ser um qualificador para a obtenção da residência, não tendo a necessidade de investimentos no país.

1. Áustria: Áustria oferece 10 tipos diferentes de permissão de residência que não exigem um investimento e que podem ser utilizados para viagens sem visto em toda a área do Schengen.

A LondonHelp4U oferece serviços para a obtenção da cidadania de Chipre, o Golden Visa português e também o Visto de Investidor para o Reino Unido. Entre em contato conosco, temos 16 anos de experiência em processos de vistos e cidadanias para a Europa. Nossos profissionais terão prazer em ajudá-lo. Ligue – Brasil + 55 (11) 3283 0906 – Reino Unido + 44 020 7636 8500 ou nos envie um email info@londonhelp4u.co.uk.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *