Imigração britânica muda exigências em caso de retenção de visto baseado em divórcio

retenção de visto baseado em divórcio

Se você reside no Reino Unido com visto de dependente de europeu, ou seja, porque você é casada(o) ou tem algum vínculo afetivo com um europeu, saiba que, em caso de separação ou divórcio, você tem possibilidades de continuar morando no Reino Unido sem problemas, ou seja, fazer a retenção de visto baseado em divórcio.

Como já falamos em nosso blog anteriormente, existem 2 regras importantes para que o estrangeiro consiga permanecer legalmente em solo britânico em caso de divórcio, que são:

– O seu casamento deve ter durado, no mínimo, 3 anos, você deve ter residido no Reino Unido por 1 ano pelo menos e, na data do divórcio, você e o europeu deveriam estar economicamente ativo no país, ou seja, trabalhando.

Se você atende a esses requesitos, você tem grandes chances de poder continuar morando no Reino Unido.

Mas temos novidades. A grande mudança anunciada pelo Home Office recentemente é que eles só consideram os três anos de casado antes da protocolocação do divórcio, e não contando com o período que o divórcio demorou para sair.

Por exemplo, antes, as pessoas que davam entrada no divórcio com 2 anos e meio de casamento e obtinham o divórcio decretado em 6 meses – o que completaria 3 anos de casado – podiam dar entrada na retenção do visto. Agora o Home Office só considerará a possibilidade da retenção do visto se a pessoa der entrada no divórcio já com 3 anos de casado.

Existe também a situação onde a pessoa dá entrada/protocola o divórcio após os 3 anos de casamento e o europeu vai embora do Reino Unido.

Agora, você só precisará demonstrar que ele estava trabalhando no país na data do protocolo do divórcio. Isso faz com que, se o divórcio demorar a sair e o europeu já tenha saído do Reino Unido durante esse período, dificultando obter documentos, você ainda possa conseguir o seu visto já que, a partir de agora, conta-se a data do protocolo da petição de divórcio para retenção do visto e não mais a de quando o divórcio é finalizado, como sempre foi.

Muito importante saber que, em muitas situações, o visto pode ser solicitado, ainda que o seu ex-parceiro não tenha intenção de ajudá-lo na situação do divórcio que explicamos, como, por exemplo, fornecer documentos que ele estava trabalhando na data do divórcio.

Caso você tenha feito algo diferente do que escrevemos acima, procure um especialista em imigração para saber os seus direitos.

4 thoughts on “Imigração britânica muda exigências em caso de retenção de visto baseado em divórcio

  1. Paulo Reply

    Já morei oito anos aí casado com uma brasileira com Nacionalidade Portuguesa e temos uma filha que nasceu em Londres e a mesma possui a Nacionalidade Européia também. Eu separei apesar de ter ficado casado no papel por mais de 10 anos. Minha pergunta é. Eu tendo uma filha em Londres eu teria como poder aplicar para algum tipo de visto? Sendo que acredito que eles não possa separar um pai de sua filha. E caso tenha eu conseguiria levar a minha nova esposa e a minha que tenho com a minha esposa atual?

    • Natália Andressa Baffatto Post authorReply

      Oi, Paulo!

      Nós podemos ajudá-lo!

      Recomendamos marcar uma consulta conosco para que nossos especialistas possam entender melhor suas questões, tirar suas dúvidas e ver o que é possível fazer.

      Pedimos que entre em contato no +55 11 3283-0906 se estiver no Brasil ou no +44 (0) 207 636 8500 se estiver no Reino Unido.
      Ou envie um e-mail no info@londonhelp4u.co.uk.

      Obrigada e abraço!

  2. Bruna Reply

    Os três anos de casada tem que ser comprovado com o papel do cartórios ou pode ser contado desde o casamento no religioso ?

    • Marketing Post authorReply

      Ola Bruna, nosso time irá enviar um email com informações de como podemos te ajudar. Obrigado!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *