Minuto Legal: governo promete processo mais simples de registro para europeus

Confira as principais notícias de imigração no Minuto Legal da Londonhelp4U. 

O novo formulário de residência permanente será simples e ràpido
O processo “settled status”, que será implementado para os europeus que vivem no Reino Unido no pós-Brexit,  será diferente ao do sistema atual de residência permanente. O governo britânico promete criar um procedimento rápido, que pode ser respondido em apenas poucos minutos. Os imigrantes que possuem o documento de residência permanente terão mais agilidade para trocar pelo “settled status.” O sistema estará disponível a partir de 2018. A primeira-ministra Theresa May ressaltou que os três milhões de cidadãos europeus terão direito a permanecer no Reino Unido.

O parlamento britânico terá papel principal nas negociais finais sobre Brexit
Na véspera das negociações do Reino Unido com a União Europeia (UE), o governo da primeira-ministra britânica Theresa May sofreu uma derrota. O Parlamento de 650 assentos votou por 309 a 305 a favor de uma emenda para dar mais poder aos parlamentares sobre um acordo final de saída do Reino Unido da União Europeia. A emenda apresentada pelo parlamentar conservador Dominic Grieve quer que o Parlamento tenha um voto significativo em qualquer acordo antes que seja finalizado ou seja transformado em lei.

Brexit poderia ser catastrófico para o setor de comida e bebida
De acordo com especilistas do setor de comida e bebida do Reino Unido, um evental disacordo do Brexit causaria um efeito catastrófico e poderia aumentar os precos no setor alimentício. A sugestão de Ian Wright, diretor-geral da Food and Drink Federation, é que o Reino Unido aproveite o máximo de possibilidades de negociação para que não cause um aumento abusivo dos precos.

Imigrantes refugiados são tema de encontro entre líderes de países da Uniao Europeia
A chegada de milhares de imigrantes à Europa, principalmente sírios fugindo da guerra em seu país, foi tema de discussão entre líderes da União Europeia. O grupo flexibilizou suas regras migratórias e adotou um plano de divisão no continente. O plano de recolocação foi baseado em um sistema de cotas entre os países europeus, o que provocou a rejeição de alguns estados do Leste. A UE decidiu assumir as rédeas sobre a questão e na quinta-feira passada levou à justiça europeia República Tcheca, Hungria e Polônia por não cumprir suas cotas.

Data-limite para europeus que desejam se mudar para o Reino Unido já foi definida
O documento oficial divulgado no último mês confirma que os cidadãos europeus e britânicos tem livre circulação até o dia em que o Reino Unido se retira da UE – 29 de março de 2019. Essa é a data-limite para os cidadãos da UE se mudarem para o Reino Unido. Aqueles que chegarem antes do dia de Brexit terão o direito de ficar. Os cidadãos que já completaram cinco anos morando no Reino Unido, continuam tendo direito a Residência Permanente. Aqueles que ainda não completaram os 5 anos, terão seus direitos protegidos até que possam  adquiri-la após o período.

*foto Daily Express

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *