Estudantes britânicos são excluídos para se inscrever em faculdades de Medicina no Reino Unido

1 – Planejamento e tempo

Como tudo na vida, aprender uma nova língua leva tempo e demanda dedicação. Se você realmente quer levar a ideia de aprender inglês a sério, separe um tempo no seu dia exclusivamente para isto e faça do inglês uma rotina! No início pode parecer difícil, mas aos poucos você se acostumará com o novo hábito.

O primeiro passo é colocar o aprendizado da nova língua entre as suas prioridades e planejar o seu dia de forma que você possa se dedicar por pelo menos meia hora somente a esta tarefa.

2 – Vocabulário e contexto

Ao mesmo tempo em que é muito importante ter um vasto vocabulário para melhor compreender a língua, é interessante que você consiga desenvolver a habilidade de entender uma frase pelo contexto, mesmo que não saiba algumas das palavras. Um exercício legal é tentar encontrar outras formas de expressar ou compreender uma mesma ideia, porem usando as palavras que você sabe.

Não deixe de ir em busca de conquistar um novo vocabulário, mas tente exercitar a compreensão pelo contexto para expandir suas habilidades na língua inglesa!

 3 – Rotina e lazer

A gente sabe que é muito tentador assistir aquele filminho na nossa língua materna, mas na próxima vez que for assistir a algum filme ou série estrangeira, selecione a opção legendada. Se mesmo assim você prefere ouvir em português, ative as legendas em inglês para tentar ler e entender de vez em quando.

Gosta de ouvir artistas internacionais? Por que não dar uma pesquisada nas letras das suas músicas favoritas e tentar cantar junto na próxima vez? Quanto mais você incluir o inglês no seu dia-a-dia, mais natural e prazeroso será o seu aprendizado! Assim você aprende e nem percebe que esta estudando durante o tempo de lazer!

4 – Cuidado com os falsos cognatos!

Já tentou abrir uma porta onde dizia PUSH puxando na sua direção e ficou sem graça porque ela não se moveu nenhum centímetro? A gente sabe que muita gente já passou por isso. É porque Push, na verdade, significa “empurre” em inglês, e “puxar” é “pull”. Esse é só um dos muitos exemplos de falsos cognatos que acabam complicando o nosso vocabulário na língua inglesa.

Did she actually intend to go to the library? Não sabemos, mas com certeza essa frase não significa que ela atualmente entende como se vai à livraria. Isso acontece porque actually não significa atualmente, e sim “na verdade”. Intend não significa entender, e sim ter a intenção (de algo), e library não é livraria, e sim biblioteca, e na maioria das vezes, usar uma desses palavras muda completamente o sentido da frase se elas não significam o que você queria dizer. Para não se atrapalhar na hora de praticar o inglês, fique atento aos falsos cognatos!

5 – Morar no exterior ou fazer um intercâmbio

Sabemos que nem todo mundo consegue morar no exterior ou fazer um intercâmbio por diversas razões, mas se você tiver a oportunidade, esse tipo de experiência com certeza ajudará a melhorar seu nível de inglês, pois você terá que se comunicar na língua estrangeira diariamente, e o melhor de tudo, com nativos!

Mesmo que seu inglês já seja muito bom, sempre há o que aprender, e muitas vezes algumas expressões, palavras ou gírias só fazem parte do vocabulário de pessoas que tem o inglês como língua nativa e que só serão ouvidas em países cujo inglês é a língua oficial. E o mais interessante é que cada lugar tem seus regionalismos!

É realmente impossível aprender todos os tipos de inglês que se ouve por aí, mas só para ter uma ideia, dentro da Inglaterra mesmo existem vários tipos de sotaques e “dialetos” que mudam de uma cidade para a outra. Se você tiver a oportunidade de passar um tempo em um país de língua inglesa, vale a pena a experiência!

Você tem alguma dica infalível para aprender inglês? O que você costuma fazer para ampliar seus conhecimentos na língua inglesa? Conta pra gente!

* Gabriela Berwanger

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *