número de brasileiros barrados na Europa cresce 41%

O número de cidadãos europeus que se deslocam para o Reino Unido continua em decrescente no último ano. A migração líquida da UE foi de 87 mil no ano até o final de março de 2018, retornando ao mesmo nível visto em 2012, de acordo com dados do Office for National Statistics (ONS).

No geral, a diferença entre o número de pessoas que vieram morar no Reino Unido por pelo menos 12 meses e as que saíram, foi de 270 mil. O governo quer reduzir a migração líquida total para menos de 100 mil. Segundo o relatório, cerca de 226 mil cidadãos europeus vieram para o Reino Unido e 138 mil partiram no ano até o final de março.

“Grande parte da queda recente está em pessoas dos países da Europa Ocidental que compõem o grupo ‘EU15’ que vem para o Reino Unido para um emprego definido” disse o estatístico do ONS, Nicola Rogers.

Dados separados do Inquérito às Forças de Trabalho de abril a junho de 2018 mostram que havia menos 86 mil cidadãos da UE trabalhando no Reino Unido do que no mesmo período em 2017. Isso representa a maior queda anual desde que os registros comparáveis ​​começaram em 1997. Em comparação, as pessoas de países da UE com 16 a 64 anos de idade que trabalhavam era de 83,1%, superior à dos nacionais do Reino Unido (75,5%) e dos não-europeus (62,9%). Entretanto, o número de cidadãos não-europeus que trabalham no Reino Unido aumentou de 74 mil para 1,27 milhões.

As informações são da BBC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *