As principais notícias sobre imigração e Brexit da última semana.

Um juiz escocês rejeitou temporariamente pedidos para bloquear a decisão de Boris Johnson de suspender o parlamento. Lord Doherty disse que não decidirá definitivamente que o primeiro-ministro tem poderes para pedir à rainha que prorogue o parlamento até uma audiência completa do caso, na terça-feira da semana que vem. As informações são de The Guardian.

*

As estimativas imigração mostram que cidadãos da UE8 mais partem do que chegam, continuando com um declínio da imigração daquela região que começou imediatamente após o referendo Brexit. Os países da UE-8 (também conhecidos como A8) são o grupo que aderiu à UE em 2004: República Checa, Estónia, Hungria, Letônia, Lituânia, Polônia, Eslováquia e Eslovênia. As informações são de Forbes.

*

Uma mulher que gastou milhares de libras para trazer seus irmãos para seu casamento disse que está “exausta” depois de uma batalha de um ano para garantir os vistos de visita de sua família. As informações são de iNews.

*

Um iraquiano morreu depois de tentar chegar ao Reino Unido nadando pelo Canal da Mancha. O homem é a última vítima confirmada entre os muitos imigrantes que tentaram atravessar o Canal para o Reino Unido. O número ultrapassou a marca de 1.000 na semana passada, levando o primeiro-ministro Boris Johnson a alertar os que pensam em atravessar que eles serão enviados de volta à França. As informações são de The Week.

*

Os partidos da oposição confirmaram que seguirão em frente com tentativas de bloquear um Brexit sem acordo, apesar de Boris Johnson suspender o Parlamento antes do prazo do Brexit. As informações são de Standard.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *