Os efeitos do Brexit na imigração do Reino Unido

O Reino Unido pode oferecer um tratamento preferível alguns imigrantes da UE como parte do acordo de comércio futuro com a UE. A proposta faz parte do documento divulgado pelo governo britânico sobre as propostas de laços com UE após Brexit. Embora a publicação seja enfático ao afirmar que haverá o fim da livre circulação de cidadãos europeus no final do período de transição, em dezembro de 2020, o documento diz que vai ser necessário reconhecer a “profundidade da relação e estreitos laços entre as pessoas do Reino Unido e a UE.”

O governo do Reino Unido faz uma pausa a política de imigração hostil depois Windrush

De acordo com o The Guardian, a política de imigração hostil está pausado após o escândalo Windrush. A finalidade é evitar que mais pessoas que viveram no Reino Unido por mais de 30 anos seja “erroneamente impactadas.” O chefe do Home Office, Sajid Javid confirmou a pausa de compartilhamento de dados entre os serviços do governo britânico.

Trump diz que Europa está ‘perdendo’ sua cultura por causa da imigração

O presidente Donald Trump criticou políticas de imigração da Europa durante uma entrevista ao The Sun dizendo que o fluxo de imigrantes fugindo violência e requerentes de asilo tem causado a perda da cultura europeia.” E não digo isso de uma forma positiva,” disse Trump. “Acho que permitindo que milhões e milhões de pessoas entrando na Europa é muito, muito triste.” Na mesma entrevista, Trump criticou a primeira-ministra Theresa May, dizendo que sua proposta de Brexit suave “provavelmente mataria” qualquer comércio de acordo com os EUA.

Secretário da Comissão Europeia alfineta Brexit após derrota da Inglaterra

O secretário da Comissão Europeia, Martin Semayr, provocou indignação nesta semana com um tweet que zombava de saída da Inglaterra da Copa do mundo. Martin Selmayr postou uma série de bandeiras da UE e emojis poucos minutos após o final da partida em Moscovo. Fãs interpretaram a mensagem como uma cutucada referido o fato de que dois países da UE – França e Croácia – tinham chegado à final.

photo: skynews

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *