White Paper: governo divulga informações sobre imigração no pós-Brexit

O governo britânico divulgou o White Paper, documento oficial com informações sobre o plano de saída do Reino Unido da União Europeia.

No que diz respeito aos imigrantes, o governo deixa claro que seu objetivo é retomar o controle das fronteiras e saber quantos e quem são os cidadãos europeus no país.

“Continuaremos a ser um país aberto e tolerante, que reconhece a valiosa contribuição dos imigrantes para a nossa sociedade e e que acolhe os que têm as competências e os conhecimentos necessários para melhorar ainda mais a nossa nação. Mas no futuro devemos garantir que podemos controlar o número de pessoas que vêm para o Reino Unido da UE.”, diz um trecho do documento.

Fim da livre-circulação
“O público deve ter confiança em nossa capacidade de controlar a imigração. É simplesmente impossível controlar a imigração em geral quando existe uma livre circulação ilimitada de pessoas para o Reino Unido a partir da UE”, consta no documento.

O governo afirma que vai desenvolver um sistema de imigração que permita controlar o o número de pessoas que vem da Europa, desse modo, a livre circulação de cidadãos europeus deixará de existir e a imigração dos mesmos para o país ficará sujeita a legislação do Reino Unido.

O documento aponta para os níveis recordes de imigração registrados no Reino Unido nos últimos anos e a preocupação com os serviços públicos, como escolas e habilitação, por conta do aumento do número de pessoas vivendo no país.

O White Paper  diz que os imigrantes qualificados serão bem-vindos. “Incentivaremos os mais brilhantes e os melhores a vir para este país, como parte de um futuro estável e próspero com a UE e os nossos parceiros europeus”.

Direitos dos imigrantes que já estão no país
O documento afirma que entre as prioridades do início do Brexit, está a definição dos direitos dos imigrantes europeus que já vivem no país, cerca 2.8 milhões de pessoas. “Queremos garantir o status dos cidadãos da UE que já vivem no Reino Unido e dos cidadãos britânicos nos outros Estados-Membros, o mais rapidamente possível”.

Porém, nenhuma informação mais específica foi revelada ainda. “O Reino Unido continua pronto a dar às pessoas a certeza que elas querem e chegar a um acordo recíproco com os nossos parceiros europeus na primeira oportunidade. É a coisa certa e justa a fazer”, diz o White Paper.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *