Boris Johnson pode realmente entregar o Brexit’ até o final de 2020? O Reino Unido e a UE ainda não decidiram um acordo comercial para quando o Reino Unido sair do bloco. As informações são de Sky News.

*

O que o resultado geral das eleições significa para o Brexit: aqui está o que acontece agora, temos uma maioria conservadora. Boris Johnson pode conquistar a maioria, o que deixa livre para prosseguir o seu plano Brexit sem oposição. As informações são de iNews.

*

PM insulta os 3,6 milhões de cidadãos da UE que fizeram do Reino Unido sua casa. “Boris Johnson acha que estou tratando o Reino Unido como fosse meu próprio país por muito tempo.” As informações são de The Guardian.

*

O Home Office tem forçado ilegalmente as pessoas traficadas a esperar meses e, às vezes, anos antes de conceder a elas a permanência no Reino Unido, decidiu o Tribunal Superior. As informações são de Independent.

*

Uma fisioterapeuta do NHS contou como ela acumulou dívidas de quase 10.000 libras e recorreu ao uso de bancos de alimentos – enquanto luta contra as tentativas do Home Office de expulsá-la do Reino Unido. A nigeriana Uju Onuigbo foi orientada a sair quando seu visto de trabalho se tornou inválido depois de perder o emprego no Royal Stoke University Hospital em agosto de 2017. As informações são de Stoke Sentinel.

*

A vida de uma ex-aluna de doutorado foi deixada “em frangalhos” depois que um erro a obrigou a abandonar seus estudos e seu sonho de se tornar professora de direito no Reino Unido. Myriam Cadinouche alega que o Home Office a acusou erroneamente de ficar ilegalmente no Reino Unido e reteve seu passaporte e documentos quando ela estava no terceiro ano do doutorado. As informações são de Independent.

*

Mãe de três, originalmente da Califórnia, disse que perdeu o direito ao visto de cônjuge, depois que o marido a abandonou no Natal do ano passado. As informações são de Manningtree Standard.

*

Mais de 22.000 cidadãos da União Europeia deixaram o NHS desde o referendo da UE em 2016, sugerem novos números. As informações de 88 hospitais do NHS revelaram que 22.600 cidadãos da UE deixaram o serviço nos últimos três anos, entre eles 8.800 enfermeiras e midwives. As informações são de Independent.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *