Emmanuel Macron pedirá que os líderes europeus entrem em um acordo com Brexit. Macron está desenvolvendo propostas que podem fazer com que o Reino Unido permaneça estreitamente alinhado com a UE, de acordo com o jornal Independent. O presidente francês quer apresentar uma visão da UE com a Grã-Bretanha intimamente ligada aos 27 membros centrais da UE.

Macron planeja usar a cúpula em Salzburgo, na Áustria, no próximo mês para anunciar o plano, que visa os países da UE e da zona do euro cercados por aliados próximos, como a Grã-Bretanha em uma aliança. Segundo o tabloide britânico, isso ocorre em meio a relatos de que o líder francês está cada vez mais preocupado com o fato de que um Brexit não comercializado “envenenará as relações” entre os países europeus.

A atitude de Macron é visto como fortalecimento para Theresa May e marcará como um dos pedidos mais significativos de um grande líder europeu para uma relação próxima entre a Grã-Bretanha e a UE depois do Brexit. Isso ocorrerá depois que uma nova uma estratégia foi implementada por ministros britânicos de pressionar os líderes europeus a alertar Bruxelas a se comprometer e concordar com as propostas do Reino Unido.

A imprensa já tinha relatado anteriormente que o Macron estaria entre opositores ferrenhos do plano de May para bens e cobrar tarifas alfandegárias em nome da UE. Este é um sinal de que sua postura pode estar se abrandando, no entanto, uma fonte diplomática disse ao The Times: “Ele vê um cenário de não negociação como algo que romperá elos e envenenará as relações em um momento em que a Europa precisa estar unida além da UE”.

As chances de um acordo ser alcançado também receberam um novo impulso nesta semana, quando Michel Barnier, negociador-chefe da UE no Brexit, disse que iria oferecer ao Reino Unido um acordo comercial e garantiu que deseja manter os laços com a Grã-Bretanha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *