Mulheres vítimas de abuso não procuram ajuda por medo de deportação

A política de imigração conhecida como “hostil” de Theresa May, que esteve no centro do escândalo Windrush, está sendo utilizada por relacionamentos abusivos para ameaçar e controlar o outro parceiro, afirma grupos de mulheres. Mulheres com status de imigração de dependentes de um visto esposa não estão denunciando crimes de violência doméstica ou sexual à polícia, ou procurando apoio por temer de serem deportadas, dizem os institutos.

Os grupos, incluindo o Serviço Latino-Americano de Direitos das Mulheres (LAWRS), Southall Black Sisters e outros que apoiam mulheres negras e de minorias étnicas em risco de violência, citam casos em que vítimas de estupro foram presas. No ano passado, um caso surgiu de uma mulher que relatou ter sido sequestrada e estuprada e que foi presa pela polícia enquanto procurava atendimento em um centro de atendimento em Londres.

Rachel Krys, co-diretora do Fim da Violência Contra as Mulheres (Evaw), disse: “O público está indignado com o impacto devastador que a política de imigração do ambiente hostil teve nas vidas da geração Windrush. A mesma política também está deixando muitas mulheres em risco de violência e exploração, afastando-as da busca de ajuda e dificultando o acesso a serviços que salvam vidas.”As informações são do The Guardian.

Vale lembrar que parceiros vítimas de violência doméstica podem requerer permissão para viver no país indefinidamente. A LondonHelp4U fornece o auxílio na obtenção do visto para vítimas de violência doméstica no Reino Unido. Temos uma equipe de consultores em imigração devidamente registrados e reconhecidos pelo governo britânico.

Quer falar com a gente? Nos contate por telefone HelpLineUK 24h + 44 75 85668158 ou +44 0207 636 8500 (Reino Unido) ou por e-mail info@londonhelp4u.co.uk .Tire suas dúvidas, marque uma consulta, torne processos burocráticos fáceis e rápidos com a ajuda da #LH4U.Para mais dicas e informações sobre imigração, acompanhe nossas redes sociais e nosso website.

photo – Garry Knight

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *