Músicas pop podem te ajudar ser fluente em inglês

Em um artigo publicado no site da British Council, o professor Colm Boydem, explicou com a música pop pode ajudar no connected speech (discurso conectado) e soar como um falante nativo da língua inglesa.

O que é connected speech?

Quando as pessoas estão aprendendo inglês, elas costumam pronunciar as palavras conforme aparecem:

Where do you live? → / wɛr / du / ju / lɪv /

Um falante de inglês que seja fluente pronunciará a sentença de maneira diferente. Isto é principalmente por causa desta ‘fala conectada’:

Where do you live? → / wɛrʤə’lɪv /

Ambas as formas são válidas. Quando se trata de pronúncia, o mais importante é ser claro, claro, em vez de soar como um falante nativo. Também é compreensível que alguns desejem soar o mais natural possível ao falar. O connected speech é uma maneira eficaz de fazer isso, e a música pop é um ótimo recurso para a prática.

O que a connected speech tem a ver com a música pop?

A maioria das letras das músicas pop são repetitivas e proporcionam uma maneira clara de perceber as ligações entre as palavras. Ou seja, lhe dão a chance de praticar o discurso conectado enquanto você canta junto.

Confira as cinco características do connected speech com as músicas pop;

  1. Elisão – sons desaparecendo

Quando o final de uma palavra tem um som consoante semelhante à palavra seguinte, os falantes fluentes de inglês geralmente não pronunciam a primeira consoante. As duas consoantes podem ser as mesmas. Outras vezes, os dois sons consonantais são semelhantes.

Exemplos:

A. He walked down the street walked down ‘walkˈdown’ /wɔkˈdaʊn/
B. We should eat less sugar  less sugar ‘leˈsugar’ /lɛˈʃʊgər/

Músicas pop onde você pode ouvir

A canção de 2008 de Beyoncé, Single Ladies, é dedicada aos benefícios de não ter um parceiro. Ela canta seu conselho para “Single Ladies”.

Single Ladies → / sɪŋgəˈleɪdiz /

A canção de Katy Perry para 2017, Chained To The Rhythm, é sobre estar preso na rotina da vida moderna, onde ” where ‘we’re all chained to the rhythm”.

‘chainto → / ˈʧeɪntə /

  1. Catenação – ligando sons consoantes a vogais

Quando uma palavra termina com um som de consoante e a próxima palavra começa com um som de vogal, as duas palavras se fundem com o som consoante fluindo diretamente para o som da vogal. Você pode perceber isso com verbos frasais, como no exemplo B.

Exemplos:

A. It’s a big opportunity big opportunity ‘bigoppor’tunity’ /bɪgɑpərˈtunəti/
B. I woke up at 7.00 woke up ‘wokˈup’ /woʊˈkʌp/

Músicas pop onde você pode ouvir e cantar

Na canção Shape Of You, de 2017, Ed Sheeran canta sobre estar apaixonado pela sua namorada, enquanto ele diz a ela: “I’m in love with the shape of you”

shapof → / ˈʃeɪpəv /

O sucesso de Little Mix de 2016, Shout Out To My Ex, é uma canção em que alguém ironicamente agradece ao seu ex-namorado (Shout Out To My Ex) que a tratou mal, mas permitiu que ela aprendesse algumas importantes lições de vida.

shou’dout → / ʃaʊˈdaʊt /

Note que na fala conectada, a letra ‘t’ freqüentemente se converte em um som suave ‘d’ quando aparece entre as vogais.

  1. Intrusão – Inserindo sons

Quando uma palavra termina com um som de vogal e a próxima palavra começa com um som de vogal, os falantes fluentes freqüentemente inserem um som consoante suave para fazer a frase fluir mais facilmente.

Exemplos:

A. You go ahead and I’ll follow. go ahead ‘gowaˈhead’ /goʊwəˈhɛd/
B. I ate a sandwich. I ate ‘iˈyate’ /aɪˈjeɪt/

Como você sabe qual som consoante inserir?

O som consoante é uma continuação natural do som da vogal anterior. Depois de uma palavra que termina com os sons / oʊ / ou / uː /, geralmente inserimos um som / w / (veja o exemplo A).

Depois de uma palavra terminada em / aɪ /, / iː /, ou / ɛ /, geralmente inserimos um som / j / (veja o exemplo B).

Músicas pop onde você pode ouvir intrusão

Take Me Out foi um sucesso de 2004 de Franz Ferdinand, no qual o cantor conhece um estranho em uma festa e quer que eles saiam para um encontro. Ele pede a outra pessoa para ‘ Take Me Out’.

me’yout → / miːˈjaʊt /

Você pode se lembrar da canção de 1995 de Michael Jackson, You Are Not Alone, sobre perder um ente querido, mas ainda sentir a presença deles: ‘You are not alone, I am here with you’.

‘Youwə → / ˈjuːwə /

  1. Assimilação – combinações consonantes que alteram o som da palavra

Devido ao discurso conectado, as palavras que começam com a letra ‘y’ (ou simplesmente com um som / j /) podem causar confusão para os alunos de inglês. Isso ocorre porque o som inicial da palavra geralmente combina com o som consoante final da palavra anterior, criando um som consoante inteiramente novo.

Exemplos:

A. You live near here, don’t you? don’t you’ ˈdonchyou’ /ˈdoʊnʧu/
B. Did you finish the plan? did you ‘dijou’ /ˈdɪʤu/
C. How’s your meal? how’s your ‘howjyour’ /ˈhaʊʒjʊər/

Músicas pop onde você pode ouvir a assimilação

Em sua canção de 2001 “Can’t Get You Out of My Head”, Kylie Minogue canta sobre pensar continuamente sobre alguém, dizendo a eles que “I just can’t get you out of my head.”

‘Gechou out → / ˈgɛʧuː /

 

Em 1980, Can You Be Loved ?, Bob Marley se pergunta se as pessoas aprendem a amar livremente e se deixam amar pelos outros. Ele pergunta: “Could you be loved and be loved?”

‘Coujou → / ˈkʊʤuː /

5. O schwa – palavras pequenas que são pouco pronunciadas

O schwa desempenha um papel enorme na fala conectada. É um som de vogal muito curto, em algum lugar entre um ‘a’ e um ‘e’.

Em palavras individuais, encontramos em sílabas que não contêm um estresse. Por exemplo, na palavra ” ‘amazing” a ênfase está na segunda sílaba. Então, na primeira sílaba, a letra ‘a’ se torna muito pequena:

əˈmazing → / əˈmeɪzɪŋ /

Em fala conectada, o schwa se torna o som de vogal único de muitas palavras menores. Estas palavras podem ser preposições (from, to, of) verbos auxiliares (have, are) ou pronomes (it, us). Essas palavras menores não contêm muita informação e, por isso, no discurso conectado, elas são difíceis de ouvir.

Músicas pop onde você pode ouvir o schwa

Em 1987, o Roxette lançou a música It Must Have Been Love. Nela, a cantora lembra a vida com seu ex e pensa que o relacionamento deles  ‘must have been love’.

must’been → / mʌstəˈbɪn /

Set Fire To The Rain foi uma canção enorme para Adele em 2011. Ela canta sobre as contradições de um relacionamento passado, dizendo que quando ela estava com seu ex, ela ‘set fire to the rain, watched it pour …’.

təthə’rain → /təðəˈreɪn/

Da próxima vez que ligar o rádio, mantenha o ouvido bem sintonizado na forma como as palavras estão ligadas entre si. Logo você pode estar conversando mais rápido do que Eminem, batendo papo como Adele, ou até fazendo uma perfomance perfeita de Mariah Carey.v

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *