Category: Dicas de imigração

Young businesswoman sitting at workplace and looking at camera in office

Saiba como trazer os seus familiares para morar no Reino Unido

Muitos imigrantes que moram no Reino Unido tem dúvidas com relação a trazer familiares para morar na Inglaterra. Nesses casos é necessário aplicar para o Family Visa. Confira a seguir quem está habilitado para trazer dependentes e como funciona o processo.

Quem pode trazer dependentes
Aqueles que desejam torna-se provedores de familiares no Reino Unido, devem ser portadores de cidadania britânica ou terem Residência Permanente no país.

“Também é necessário que o provedor em território britânico tenha uma renda anual mínima, além de uma renda extra para cada dependente”, explica Francine Mendonça.

Quem se enquadra como membro de família
Filhos e netos: com menos de 21 anos, não é necessário comprovar que filhos e netos sejam dependentes, basta apresentar os documentos. Já para maiores de 21 anos, é necessário a comprovação de que os mesmos dependem economicamente do provedor

– Pais e avós: é necessário comprovar que os mesmos necessitam da ajuda do provedor e que já viviam juntos anteriormente

– Adotados: membros de família adotados de forma regular e por leis que sejam reconhecidas no Reino Unido, tem os mesmos direitos de outros dependentes

Extensão de membros de família
Irmãos, tios, primos e sobrinhos também podem se enquadrar como dependentes. Porém, a comprovação da dependência realizada pelo governo britânico é mais rigorosa. É necessário mostrar que ambos os familiares já tinham um laço forte anteriormente, além da necessidade econômica.

Como aplicar
Se você deseja trazer algum familiar para morar com você no Reino Unido, entre em contato com a LondonHelp4U. Somos uma empresa de imigração com 15 anos de experiência em processos de vistos e cidadanias.

Quer falar com a gente? Nos contate por telefone HelpLineUK 24h + 44 75 85668158 ou +44 0207 636 8500 ou por e-mail info@londonhelp4u.co.uk .Tire suas dúvidas, marque uma consulta, torne processos burocráticos fáceis e rápidos com a ajuda da #LH4U. Para mais dicas e informações sobre imigração, acompanhe nossas redes sociais e nosso website.

novo passaporte brasileiro 02

O Ano na Imigração: um balanço de 2016 e nossas dicas para o próximo ano

O ano de 2016 não foi fácil na questão imigratória. A votação a favor do Brexit, no Reino Unido, e a vitória de Trump, nos EUA, mostram uma retração na liberdade dos imigrantes, algo visível no mundo todo. Em tempos de crise imigratória como o que vivemos agora, é normal que os países queiram estreitar suas fronteiras. Mas, como ficam os imigrantes que estão dispostos a viver de forma legal e contribuir para o crescimento do país?

Nessa hora,  o seu bem mais valioso é a informação. O seu passaporte de entrada é justamente entender todos os seus direitos naquele país e saber o caminho certo a percorrer para garantir a sua estadia e da sua família.

As leis imigratórias estão em constante mudança. Novas regras surgem todos os meses. A Agência de Imigração Britânica, por exemplo, divulgou uma série de alterações que começaram a valer a partir de 24 de novembro para vistos de trabalho e estudo. Estar a parte dessas informações, significa perder chances e prazos, que podem ser valiosos ao longo da sua vida no exterior.

Nós, que há 15 anos trabalhamos com imigração, sabemos o quanto é importante estar atualizado para não perder uma oportunidade que pode mudar a sua vida. Se os governos tornam-se mais conservadores e contraídos com relação aos imigrantes, é necessário que os mesmos se informem para agir de maneira correta.

A seguir, confira algumas medidas que podem ser tomadas para assegurar a sua vida no Reino Unido, no próximo ano.

– Certificado de Residência: Portadores de passaporte europeu podem tirar esse certificado assim que mudarem para o Reino Unido. Ele poderá dar garantia do seu status imigratório no país após o Brexit

– Residência Permante: Cidadãos com passaporte europeu ou que viveram no Reino Unido por 5 anos como membro da família de um cidadão da Área Econômica Europeia (EEA) podem solicitar um cartão de residência permanente.

– Cidadania Britânica: todos aqueles que tiverem a Residência Permanente, após 1 ano com o documento, podem solicitar a naturalização britânica

Se você deseja mais informações ou precisa de auxílio para realizar os seus processos, entre em contato conosco. Nossos profissionais terão prazer em ajudá-lo.

picture of serious businessman on meeting in office

Como trabalhar no Reino Unido sem cidadania europeia

Muitos imigrantes brasileiros que não possuem cidadania europeia, ficam em dúvida quando vão procurar trabalho no Reino Unido. Não sabem ao certo para qual trabalho podem se candidatar e qual o visto que tem que ser solicitado. A seguir confira os tipos de visto concedidos para trabalho na Inglaterra.

Tier 2
O visto Tier 2 é um dos mais abrangentes. Podem se candidatar profissionais que tenham recebido proposta de emprego de qualquer empresa do Reino Unido. Essa empresa emitirá um certificado de patrocínio (certificate of sponsorship), que confirma ao governo a vaga e o salário oferecidos ao candidato. Também é necessário ter um salário mínimo anual. O visto tem duração de 5 anos. É necessário comprovar um nível de inglês mínimo B1. O portador do Tier 2 tem o direito de trazer membros da sua família para morar na Inglaterra como seus dependentes.

Tier 5
Estão nessa categoria artistas, desportistas, autoridades religiosas, funcionários que trabalham para governos estrangeiros, trabalhadores voluntários, dentre outros. É necessário ter um “patrocinador” que se responsabilize pelos custos de sua estadia e/ou pagamento de salário, através da emissão de um certificado de patrocínio (certificate of sponsorship), que confirma ao governo a vaga oferecida e as condições. Ao contrátio do Tier 2, não é necessário comprovar nível de inglês. O visto tem validade de 1 ano e pode se renovar por mais 1 ano em algumas hipoteses. Da mesma maneira que o Tier 2, o portador tem o direito de trazer sua família para morar no Reino Unido.

Tier 4
Esse tipo de visto é aplicável para estudantes universitários. Para estudantes de cursos de inglês ou de cursos de curta duração ele não é válido. Os estudantes de Graduação tem a permissão de trabalhar até 20 horas por semana durante o período letivo. Já nas férias, é possível trabalhar em período integral, até 40 horas por semana.

Aplicação para Vistos de Trabalho

Se você tem dúvidas com relação aos seus direitos de trabalhar no Reino Unido ou deseja fazer seu visto o mais rápido possível, entre em contato com a gente. A LondonHelp4U é uma empresa de imigração com 15 anos de experiência em processos de vistos para o Reino Unido. Nossa missão é ajudar os imigrantes brasileiros e tornar seus processos burocráticos mais fáceis e rápidos.

Quer falar com a gente? Nos contate por telefone  HelpLineUK 24h + 44 75 85668158  ou +44 0207 636 8500 (Reino Unido) ou por e-mail info@londonhelp4u.co.uk .Tire suas dúvidas e marque uma consulta. Para mais dicas e informações sobre imigração, acompanhe nossas redes sociais e nosso website.

casal

Casando no Reino Unido: saiba quais os vistos necessários

Com o mundo cada vez mais globalizado e unificado, mais estrangeiros decidem se casar e recomeçar a vida no país de origem de um dos parceiros. Porém, muitos tem dúvidas com relação a como proceder para realizar um casamento em território britânico. Imigrantes que tem parceiros britânicos, europeus ou com residência permanente, tem o direito de casar e viver no Reino Unido. Nesses casos o imigrante tem que obter o Family Visa. Confira os passos necessários.

Visto de Noivo(a)
Para aqueles que querem se casar e permanecer no Reino Unido, é necessário aplicar para o visto de noivo.

O visto deve ser solicitado pelo requerente ainda no seu país de origem, antes de ele vir para a Inglaterra. Para aqueles que irão se casar com um cidadão britânico ou pessoas com residência permanente, é necessário que o candidato tenha nível de inglês A1 comprovado por meio de certificado aceito pelo governo britânico. Também é preciso que o noivo britânico tenha uma renda anual mínima.

“É preciso lembrar que, para aqueles que pretendem casar com europeus (excluindo o britânico) ou não europeus, é necessário que o parceiro da UE esteja estabelecido no Reino Unido, ou seja, possuir o visto de residência definitiva: Indefinite Leave to Remain”, explica Francine Mendonça.

O visto de noivo tem validade de 6 meses, sem direito a extensão.

Visto de Esposo(a)
Após o casamento, o requerente poderá solicitar o visto de esposo dentro do Reino Unido desde que o visto de noivo adquirido previamente ainda esteja válido. Essa regra serve apenas para aqueles que entraram como noivos com intenção de ficar no Reino Unido.

O visto de casado tem duração de 2.5 anos, que pode ser estendido para mais 2.5 anos. Após 5 anos pode-se aplicar para a residência definitiva, desde que cumpridas as exigências legais. Caso esteja se casando com cidadão europeu, o visto de esposo tem validade de 5 anos. O teste de nível de inglês A1, obtido para o visto de noivo, deve ser apresentado novamente.

“O visto de esposo também exige do parceiro que está morando na Inglaterra uma renda mínima anual. A renda mínima exigida aumenta caso haja crianças envolvidas que também precisem de visto”,  esclarece Francine.

Como aplicar
Se você precisa de um visto para se casar no Reino Unido, e também realizar seu teste de nível de inglês, entre em contato com a LondonHelp4U. Somos uma empresa de imigração com 15 anos de experiência em processos de vistos e cidadanias.

Quer falar com a gente? Nos contate por telefone HelpLineUK 24h + 44 75 85668158 ou +44 0207 636 8500 ou por e-mail info@londonhelp4u.co.uk .Tire suas dúvidas, marque uma consulta, torne processos burocráticos fáceis e rápidos com a ajuda da #LH4U. Para mais dicas e informações sobre imigração, acompanhe nossas redes sociais e nosso website.

Young businesswoman sitting at workplace and looking at camera in office

Garanta seu visto com empreendimentos no Reino Unido

Se você deseja empreender no Reino Unido, saiba que os seus investimentos podem dar direito a vistos de permanência no país. O governo britânico oferece Vistos de Negócios para quem faz investimentos no país, seja através da abertura de empresas ou de investimentos em empresas já existentes.

Os Vistos de Negócios se enquandram na categoria Tier 1, que é aplicável para investidores e empresários. Confira quais são as qualificações necessárias para aplicar para esse tipo de visto.

Visto de Empreendedor
Se encaixam nessa categoria profissionais não europeus que querem investir no Reino Unido, ou assumir e estar ativamente envolvidos na gestão de uma empresa em território britânico. É preciso ter um capital de, no mínimo, £200,000.

Quanto você pode ficar
Este visto tem validade de 3 anos e 4 meses. Você pode aplicar para estender o seu visto por mais 2 anos. Após 5 anos, é possível aplicar para o visto definitivo “Indefinite Leave to Remain”.

O que você pode fazer:
– Abrir ou assumir a gestão de um negócio
– Trabalhar para o seu próprio negócio, incluindo como autônomo
– Trazer membros da sua família para morar no Reino Unido

Também se enquadram no Tier 1 as seguintes categorias:
Investidores –  Essa categoria é válida para indivíduos de alto patrimônio líquido que querem fazer um investimento financeiro substancial no Reino Unido. É preciso ter capital de, no mínimo, £2,000,000 .

Estudante Empreendedor – Não-europeus diplomados e identificados por instituições de ensino superior como portadores de ideias inovadoras ou habilidades empreendedoras podem aplicar para esse visto. Esses indivíduos podem prolongar a sua estadia no Reino Unido após o término de seus estudos. É preciso obter um investimento mínimo de £50,000.

Se você deseja aplicar para os Vistos de Negócio, entre em contato com a LondonHelp4U, temos 15 anos de experiência em processos de visto para o Reino Unido. Nosso profissionais te ajudarão durante todo o processo.